EU, KADU – chamada: episódios finais

E se você decidisse, ainda que aos 17 anos, que iria se manter longe das armadilhas do amor, mas acabasse “flechado” pelo cupido, moleque teimoso? E, como se não bastasse a “súbita mudança de planos”, viesse a descobrir que a razão do seu afeto é ninguém menos que o seu melhor amigo de infância?

📌📌Sinopse:

Kadu é um adolescente de 17 anos que guarda para si a homossexualidade da qual tem ciência já há algum tempo, pois teme ser rotulado e com isso ter de lidar com prováveis manifestações de preconceito e intolerância, inclusive dentro da própria família, enquanto busca preencher a carência e a baixo autoestima com aventuras vazias e anônimas em salas de bate papo virtuais, em encontros com estranhos ou com amores inventados, platônicos.

Contudo, ao se descobrir apaixonado por Matheus, seu melhor amigo de infância, Kadu mergulha inevitavelmente num mar de conflitos internos, passando a questionar a decisão de manter-se “trancado em um armário”, ao mesmo tempo que tenta arranjar um modo de descobrir se o amigo, que até onde todos sabem, é hétero, possa ter, por mais absurda que pareça essa possibilidade, o mesmo sentimento por ele.

🎧🎼🎬📚

“A natureza tem formas astutas de encontrar nosso ponto mais fraco” – André Aciman, Me chame pelo seu nome

padrao


Este conteúdo pertence ao seu respectivo autor e sua exposição está autorizada apenas para a Cyber TV.

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on tumblr
Tumblr