ANJOS DE METAL – Grimório 3: Capitulo 8 Moldado pelo fogo

Aquela parecia ter sido a pior escolha que ele havia feito em toda sua vida, mas diante das opçoes o que ele poderia ter feito, recuperar o artefato ou ver seus amigos morrer sem poder fazer nada para ajudar. A visao do futuro foi aterrorizante, todo o reino de Ezius havia sido destruido, a energia elementar drenada de toda a terra. Jimmy viu falna e flora definharem pouco a pouco, o ar rarefeito e cheio de veneno tornou incapaz a vida os mares rios e lagos tornaram-se sujos.

Havia apenas um rastro de morte para ondr quer que ele olhasse. Recuperar artefato roubado por Zaon era a unica chance que ele tinha de por um fim a tudo aquilo.

Aquela imagem medonha ainda o assombrara, barganhar com um genio por uma possibilidade de sucesso foi loucura, agora Jummy estava preso a uma promessa e caso nao cumprisse sua parte no trato as consequencias seriam as piores que ele poderia imaginar. Ele dera sua palavra e agora nao tinha mais volta.

– Eu aceito. – As palavras sairam sem que ele percebesse.

Um sorriso maldoso brotou nos labios da criatura.

– Que assim seja. – Respondeu ele fazendo com que um mapa aparecesse em suas mãos. – Ao sul desta cidade existe uma montanha com propriedades magicas, de altas temperaturas são capazes de forjar armas incríveis, com ela você será capaz de enfrentar o senhor do fogo de igual para igual, tendo uma chance real de vitória.

O mapa o havia guiado por um caminho árduo e tortuoso por onde seu corpo havia sido castigado pela fome e pela sede ao ponto de seus olhos lhe pregarem peças.

O sol do meio dia faz Jimmy se arrepender de ter iniciado aquela nova viajem sem nenhum mantimento que a tornasse confortavel, sua boca clamava desesperadamente por agua. ao fim de meio dia de caminhada um estrondo chamara sua atenção.

Aterra estava tremendo, e do ceu caiam cinzas  vindas de algum lugar, o ar pesado tornava cada vez mais dificil de se respirar, seu corpo estava mais pesado a cada passo O que o genio lhe mostrara estava se tornando realidade. 

O tempo estava se esgotando

– Fuligem! – Ele constatou, esfregando o material que caia entre seus dedos.

Aquele era sem dúvida um indicativo de que ele chegara ao seu destino, mas seus olhos nao lhe davam nenhum sinal de que sua busca chegaria ao fim. Ele precisava encontrar a entrada.

O garoto continuou sua busca examinando exaustivamente a montanha, cada rocha, cada possível brecha, algo que indicasse qualquer vestígio da passagem humana ou animal naquele lugar, mas não havia nenhum sinal de entrada ou saída em décadas, nenhuma porta escondida ou rachadura.

Ele precisava por os pensamentos em ordem, relaxar para encontrar uma resposta para aquele enigma. Sentado no chão ele pôs as pernas cruzadas e as maos unidas, respirou fundo antes de se concentrar em tudo o que tinha ocorrido com eles ate aquele momento.

– Respire fundo, esqueça-se do caus em que se encontra sua vida. Deixe-se levar pelo vazio. – Os ensinamentos de Sam vinham a sua mente. – Deixe-se conduzir por um rio calmo e tranquilo.

– Conecte-se com seu elemento interior. – Ele repetiu em voz alta. – Eu sou fogo, e falo ao fogo dentro de mim. Levante-se e queime como brasa.

Por um segundo Jimmy se perdera em seus pensamentos, tentando encontrar uma resposta, ele sentiu o queimar em seu peito. Uma chama poderosa capaz de devastar tudo ao seu redor e ao mesmo tempo tranquila e acolhedora como uma xicara de chocolate quente no inverno. 

Como um estalo, a resposta veio a sua mente. 

Jimmy praguejou com todas as forças de seu interior, sentindo o ardor da raiva ainda mais forte a cada passo que dava, a cada material que coletava, a resposta estava bem diante de seus olhos esse tempo todo. Se Lucca estivesse ali estaria rindo da cara dele de tao obvia.

A unica entrada e saida de um vulcão encontra-se no topo, então ele teria de subir a montanha para chegar a forja.

 

***

 

A cada passo dado tornava-se cada vez mais dificil desistir de toda aquela loucura, um movimento em falso e tudo estaria perdido. Jimmy cravara as maos na rocha solida e iniciara a subida vagarozamente, a medida que avançava o ar tornava-se mais quente e pesado, dificultando sua respiração, seu corpo pedia por descanso, muito mais que merecido.

Seu corpo, sua mente e espirito haviam se habituado as grandes temperaturas, ele era capaz de suportar altas temperaturas, fazendo seu proprio corpo se ensendear devdo ao treinamento dado a ele por Sam com a ajuda dos outros guardioes.

Ele aprendera o basico, pois aquele que deveria ser seu mentor e lhe ensinar a controlar seu elemento natural era o homem a quem eles deveriam derrotar. O grimorio dos anjos lhe dera uma boa base, mas o aprimoramento destas habilidades deveria ser alcansado sozinho depois de certo ponto. Jimmy se sentia forte, sentia-se capaz de realizar grandes feitos, mas em certos aspectos ele precisava de ajuda. 

E naquele momento qualquer ajuda seria bem vinda. Ninguem havia dito o porque fazer tudo aquilo, lhe disseram apenas FAÇA! e ele fez, sem perguntas. O que essas atitudes diziam dele? Sera que ele era fraco, ou simplesmente um pau mandado que serve apenas para cumprir ordens?

Nenhum deles lhe dera uma escolha a nao ser o genio, o desejo do coração, fora o que o genio lhe prometera. seria essa a melhor opção, ou ele seria capaz de lutar contra isso e fazer o que é certo. Sinceramente Jimmy nao sabia a resposta, e isso o corroia por dentro.

 

***

 

O vapor quente vindo da abertura do vulcão dizia-lhe que ele ainda ardia por dentro, e a qualquer momento explodiria em uma chuva de lava fervente. Jimmy sabia exatamente o que fazer, mas não tinha a coragem necessaria para isso.

– O que eu devo fazer? – Ele perguntou a si mesmo enquanto segurava a pedra em seu peito, sentando-se no chao, Jimmy fechou os olhos, concentrando seus pensamentos nas inumeras duvidas que corroiam sua mente. Ele sentiu a pedra em seu peito queimar. 

Deixando-se envolver pelo calor Jimmy viu seu corpo sendo consumudo pelas chamas e delas surgir um pequeno lobo guara feito de fogo. O animal se materializara segundo a sua vontade correndo de um lado para outro, tropeçanado nas proprias pernas, e rolando no chao como um gato brincalhao.

– Eu tambem estou feliz em ve-lo meu amigo.

O lobo voltara sua atenção para ele, vagarozamente se aninhou em suas pernas esperando pelo carinho que viera em seguida. Um uivo baixo seguido de uma pequena lambida no rosto fez Jimmy sorrir para o animal.

– Eu queria que fosse facil Gurá, mas eu nao sei o que devo fazer!

Jimmy olhou fixamente para os olhos do lobo em seu colo desejando com todas as forças que ele lhe desse a resposta que procurava.

“Deixe se consumir pelo fogo!

Sem pensar duas vezes Jimmy apanhou algumas pedras enquanto caminhava ate a entrada do vulcao, o vapor quente saia furioso para o ceu, tornando o ar carregado de fuligem.

– É isso, nao é? – Perguntou ele para o animal que o seguia ao seu lado.

O lobo guará dera uma lambida em sua mão carinhosamente, indicando que aquilo era o certo a se fazer. Jimmy deveria ser moldado pelo fogo, abandonando todas as suas duvidas e abraçando seu destino.

O garoto abriu os braços, deixando-se aquecer pelo calor vindo do vulcão agora ativo, o rosto dos amigos vinham ate ele naquele momento, encorajando-o naquela dificil decisao. independente do que ele escolhesse fazer, os quatro amigos sempre estariam ao seu lado.

Com esse pensamento em mente ele se deixou cair no mar de lava abaixo dele, sem se importar com o que aconteceria com ele naquele momento. Toda a terra tremera, numa esplosao gigantesca de lava, cobrindo o ceu com uma luz alaranda. O sol poente tornara ainda mais magnifico, o encontro das quatro luzes elementais.

Jimmy se deixara consumir pelo fogo, em suas maos uma pedra de fogo se fundira com o calor do vulcao a erupção parou no instante em que ele atingira o mar de lava ardente abaixo dele. A partir de agora nada mais importava, ele era um com o vulcao.

 

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on tumblr
Tumblr

Comente

Rolar para o topo
Suporte Cyber TV
Precisa de ajuda?
Olá!
Como podemos lhe ajudar?
Estamos sempre disponíveis.
Powered by