ANJOS DE METAL – Grimório 3: Capitulo 9 Desejo do Coração

Jimmy disparou em queda livre sentindo o corpo ser consumido pelo calor muitos graus a cima do que o corpo humano era capaz de aguenter, mas ele nao se importava, aquela era uma sensação boa para ele, era como um abraço de mae depois de um castigo, acolhedor, protetor e incondicional. Fechando os olhos se deoxou ser consumido pela lava vulcanica sem se importar com o que pudesse acontecer a ele, nao naquele momento agora eles eram um só.

Sem missao, sem anjos de metal, sem Lucca e sem Djin, so ele e o vulcao, nada mais.

Um segundo de paz foi tudo o que ele teve. A montanha esplodira, o tremor da montanha fez com que Jimmy acordasse de seu tranze.

– Eu estou pronto! – Disse ele a plenos pulmoes.

– Voce veio a mim de bom grado guardião do fogo! – Uma voz desconhecida ecoou da montanha. – O outro sucumbiu a minha oferta, ja voce prefere morrer lutando em meus dominios, uma pessima decisao, pois voce morrera aqui, sozinho. Se esse é o desejo do seu coração, que assim seja.

Tomado por uma aura avermelhada Jimmy fora transportado para o que achou ser uma caverna escura, olhando ao redor ate seus olhos se acostumaresm o garoto notou um brilho avermelhado a sua frente. Ele deu um passo a frente mas foi impedido por uma nevoa espessa.

– Acha que vai ser assim tao facil? – Perguntou o Djim com o rosto colado no dele. Suas feiçoes haviam mudado desde a ultima vez que o guardiao o vira, os dentes pontiagudos e os olhos avermelhados tornaram-se mais ameaçadores do que nunca, um sorriso de escarnio se formou em seus labios. – Voce tem medo de mim jovem guerreiro?

O monstro estendera a lingua aspera e salivante, e percorrendo seu rosto fez o garoto estremesser, dessendo ate seu pescoço e apertando-o em um estrangulamento rapido.

– Nao Djin, eu nao tenho medo de voce! – Ele disse cim dificuldade. – Vamos  brincar com fogo.

Antes que o genio terminasse sua brincadeira sadica Jimmy se transformou em rocha solida antes de ser liquefeito em lava fervente. O genio sorriu olhando em volta a procura de seu mais novo brinquedo.

– Vamos nos divertir um pouco.

com um movimento rapido Jimmy se lançara em direção a pedra a sua frente, destrui-la era o unico modo de aprisionar o Genio novamte, so assim ele restauraria a energia do lugar trazendo a vida de volta. O cristal estava a poucos metros dele quando ele sentiu sua perna ser laçada por alguma coisa quente e pegajosa.

A calda de uma salamandra estava impedindo-o de atingir seu objetivo, o garoto agora estava sercado por salamandras de fogo que cuspiam bolas de fogo em sua direção. Diferente das vistas na caverma na cidade do inicio, aquelas pareciam mais assustadoras como o Genio que as controlara.

– elas estao com fome, e voce é o jantar! – Ele bricou em meio ao vapor.

Se  Jimmy nao pensasse em uma saida rapido aquele seria seu fim.

 

***

 

As salamandras haviam fexado o cerco contra ele, mesmo usando seus poderes o guerreiro do fogo nao conseguia faze-las paras, a cada tentativa de liberdade as criaturas cortavam sua pele com a lingua aspera, injetando-le um veneno letal que o fizera perder os sentidos.

– Voce é fraco, assim como seus amigos, assim como aqueles que vieram antes de voces. – A voz do genio ecoou pelas paredes do lugar. – Por um todos pagam garoto. 

– Voce esta errado! – Jimmy forçou as palavras quase sem ar.

– Me diga, no que eu estou errado? Os seres humanos matam, destroem, usam e abusam dos recuros naturais apenas com o proposito de enriquecimento, Eles poluem o ar, a agua, o solo, desmatam florestas, trazem a tona o lixo, em poucos seculos o seu povo matou mais animais e desmataram mais terra do que qualquer outro povo. O seu povo destruiu quatro naçoes inteiras por medo do que é diferente.  Os elementais foram espulsos do convivio humano. Nos fomos confinados a uma dimenção morta.

– Nos aprendemos com os nossos erros Djin! – Ele gritou em resposta.

– Quantos de nos tivemos que morrer, para que o seu povo sobrevivesse?

– Assim como voce eu sou um elemental Djin. 

– Voce é uma aberração assim como os outros quatro. A era dos homens acaba aqui e agora! A era das feras ira recomeçar com a sua morte!

– Nos somos a prova de que humanos e elementais podem trabalhar juntos, aprender um com o outro, restaurar o equilibrio.

– Nos tentamos isso uma vez, e o que recebemos em troca? fomos aprisionados, so por sermos diferentes. A principio os humanos nos tinham como deuses, nos os ensinamos os principios da energia elementar, o equilibrio de das forças da natureza e a grandeza dos elementos. Quanto mais os homens aprendiam mais eles nos temiam ate o dia em que ele tentou nos trair roubando de nos a fonte de toda vida.

– De quem voce esta falando?

– O monstro conhecido como Leon roubou nossas joias de poder, usou e abusou dos nossos recursos e quando resolvemos dar o troco  atacando os seres humanos e aprisiona-los ate que ele nos devolvesse o que nos era devido.  Entao os humanos se voltaram contra nos, destruindo o que nos restava e nos enclausurando nas pedras elementais.

– Isso pode mudar se trabalharmos juntos! – Retrucou o garoto com os olhos cheios de esperança – O reinos dos elementais pode ser reconstruido.

– MENTIRA! Você e seus amigos estao aqui para nos aprisionar novamente, como “ele” disse que faria!

Ele. Entao existia alguem por tras de tudo o que estava acontecendo nesta terra e na outra, todos ali eram meras peças num jogo tao antigo quanto a propria existencia. Jimmy entao se deu conta de que ele era apenas mais um joguete na mao do destino assim como todos os outros.

 

***

 

Pela primeira vez em muito tempo o guardiao do fogo se deixou ser tomado pela raiva, sua pele fervia de tanto odio, um vapor quente emanava de seus poros, sua temperatura corporal subia esponencialmente a cada palavra dita pelo genio a sua frente.

O sorriso nos labios da criatura era um mero lembrete do quanto a humanidade era tola e inesperiente, mesmo com todos os avisos, estudos e informaçoes compartilhadas os seres humanos teimavam em repetir os mesmos erros de seus antepassados, usando e abusando dos seus recursos naturais.

– Venha! – Desafiou o genio.

Num estalar de dedos a criatura fez se formar diante dele quatro figuras humanoides de fogo que tomaram a forma de seus quatro amigos, dispostos a ataca-lo.

– Copias! – Jimmy constatou sorrindo, – Dois podem jogar esse jogo.

– Aquele que cair primeiro leva tudo.  – Disse o Djin  movendo-se rapidamente preparando um ataque.

Jimmy manteve a concentração assim como seu inimigo fez se formar em poucos segundos diante dele quatro criaturas de fogo identicas aos seus amigos. Num ataque calculado Jimmy correu em direção ao genio materializando um chicote de fogo golpeando a criatura no rosto enquanto suas copias lutavam contra as copias do outro. Faiscas de fogo, lava e fuligem voavam para tofos os lados em forma de socos, chutes e o encomtro de armas. Cada movimento era friamente repetido por ambos os pares de copias controladas por Jimmy e pelo Djin. A luta se resumiria a um erro. Aquele que o cometesse primeiro estaria fadado a morte certa e rapida.

– Meu maior desejo agora é acabar com isso sem muitas perdas. – Disse o guardião partindo para o que poderia ser o seu ultimo ataque.

 

padrao


Este conteúdo pertence ao seu respectivo autor e sua exposição está autorizada apenas para a Cyber TV.

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on tumblr
Tumblr

LEIA TAMBÉM