Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on telegram

Capítulo 57 | Terra de Gigantes – A Nossa Canção

Daqui seis meses…

[CENA 01 – UNIVERSIDADE DE MÚSICA (NOVA YORK)/ AUDITÓRIO/ NOITE]
(após Andrew ter levantado geral em sua apresentação, chegou a vez do próximo candidato)
ELIZABETH – (anuncia) Carlo Rodriguez! (algumas pessoas que estavam ali e que parecem não ser alunos, o aplaudem assim que é chamado. Carlo sobe até o palco, se apresenta, vira-se para a banda, dar sinal para começarem a tocar)

[CENA DE MÚSICA – FOOTLOOSE (TRILHA DO FILME FOOTLOOSE – RITMO LOUCO)]

Been working so hard 1
I’m punching my card
8 hours for what?
Oh tell me what have I got
I got this feeling
That time’s just holding me down
I’ll hit the ceiling or else I’ll tear up this town

Now I gotta cut loose, footloose 2
Kick off your Sunday shoes
Please Louise hold me off of my knees
Jack, get back
Come on before we crack
Loose your blues everybody cut footloose

You’re playing so cool 3
Obeying every rule
Dig way down in your heart
You’re burning, yearning for some-
Somebody to tell you
That life ain’t passing you by
I’m trying to tell you in a way that you don’t leave town

You’d be fine if you’d only cut loose, footloose 4
Kick off your Sunday shoes
Oohee, Marie shake it shake it for me
Oh Milo, come on, come on let’s go
Lose your blues everybody cut footloose

You’ve got to turn it around
And put your feet on the ground
Now take a hold of both

Everybody cut, everybody cut
Everybody cut, everybody cut
Everybody, everybody cut footloose

1. Carlo está de costas para o auditório, vira-se assim que a banda começa a tocar. Ele bate o pé esquerdo no chão e mão direita em sua perna, conforme o ritmo da música. Começa a cantar e a dançar livremente no palco, algumas garotas soltam gritinhos de euforia ao vê-lo dançar.
2. Ele canta e dança em um ritmo animado e divertido da música, em segundos as pessoas que estavam ali  começa a fazer o mesmo, incluindo Maya.
3. Pedro continua sentado e está surpreso com o estado de Maya tão dançante ao seu lado. A professora Rachel se levanta mais uma vez e dança também. Maya segura na mão de Pedro, o puxa da poltrona e o convida para dançar.
4. Carlo vai para o centro do palco, bate palmas, pedindo animação do pessoal ali presente. Em seguida volta a dançar, encerra sua apresentação próximo a banda. Todos estão de pé, o aplaudem, em especial, Maya!

Agora…

[CENA 02 – ESTÚDIO SUA CANÇÃO (ao vivo)/ PALCO/ NOITE]
(Amanda e Manuela estão de frente para a plateia, começam a cantar)

[CENA DE MÚSICA – SHIMBALAIÊ (MARIA GADÚ)]

[AMANDA E MANUELA]
Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o mar 1
Shimbalaiê, toda vez que ele vai repousar
Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o mar
Shimbalaiê, toda vez que ele vai repousar

[MANUELA]
Natureza, deusa do viver
A beleza pura do nascer
Uma flor brilhando à luz do sol
Pescador entre o mar e o anzol

[AMANDA]
Pensamento tão livre quanto o céu
Imagino um barco de papel
Indo embora pra não mais voltar
Tendo como guia Iemanjá

[AMANDA E MANUELA]
Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o mar 2
Shimbalaiê, toda vez que ele vai repousar
Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o mar
Shimbalaiê, toda vez que ele vai repousar

[AMANDA]
Quanto tempo leva pra aprender
Que uma flor tem vida ao nascer
Essa flor brilhando à luz do sol
Pescador entre o mar e o anzol

[AMANDA E MANUELA]
Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o mar 3
Shimbalaiê, toda vez que ele vai repousar
Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o mar
Shimbalaiê, toda vez que ele vai repousar

[MANUELA]
Ser capitã desse mundo
Poder rodar sem fronteiras
Viver um ano em segundos
Não achar sonhos besteira

[AMANDA]
Me encantar com um livro
Que fale sobre vaidade
Quando mentir for preciso
Poder falar a verdade

[AMANDA E MANUELA]
Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o mar 4
Shimbalaiê, toda vez que ele vai repousar
Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o mar
Shimbalaiê, toda vez que ele vai repousar

Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o mar
Shimbalaiê, toda vez que ele vai repousar
Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o mar
Shimbalaiê, toda vez que ele vai repousar

1. Amanda e Manuela começam a cantar de frente para a plateia, ambas olham para um lado diferente do palco. Manuela, ao cantar seu trecho solo, caminha pelo o lado esquerdo do palco. Amanda faz o mesmo em seu trecho, só que pelo lado direito.
2. As duas cantam olhando para os jurados, em seguida, olham uma para a outra e se aproximam, ao cantarem juntas.
3. Trocam de posição, Amanda caminha em direção a plateia do lado esquerdo, e Manuela para o lado direito. Viram-se uma para a outra, se aproximam novamente.
4. As duas estão juntas e voltam para o centro do palco, ficam uma do lado da outra, cantam olhando para os jurados. Encerram a música, são aplaudidas e agradecem.

LAURO – (sobe ao palco, fica entre as duas) Parabéns, meninas. (a Léo) É com você amigo!
LÉO – Meninas, que bela apresentação vocês trouxeram. (olha para seus colegas) A gente fica feliz quando passam por este palco, vozes tão boas assim como a de vocês.
VALÉRIA – Sim, verdade.
LÉO – O que dificulta, é que em momentos assim, temos que escolher apenas uma.
LAURO – São ossos do ofício. Até pra mim é difícil às vezes ter que anunciar o resultado e se despedir dos candidatos.
LÉO – Viram só, até para o apresentador não é fácil. (ri)
LAURO – (ri) Não é mesmo! Mas não enrole, Léo, para quem você dará seus dois pontos?
LÉO – Certo… meninas, vocês duas estão de parabéns, adorei a versão que deram a música, mas como temos que escolher uma, meus pontos vão para a Amanda! (Amanda comemora)
VALÉRIA – Queria complementar o que o Léo disse, mesmo que apenas uma voz leve o prêmio, a gente sabe que outras dezenas foram descobertas, graças a este programa. Então, mesmo que seja doloroso ver um candidato deixar a competição, acreditamos que o mundo agora o conhece e que oportunidades irão aparecer para cada um que passou por este palco.
LAURO – É o que a gente espera também. Sua Canção está para revelar talentos ao mundo.
VALÉRIA – Isso, Lauro. Agora, voltando a essas duas moças! Gostei do que vocês trouxeram, só que eu tenho pequenas ressalvas para as duas. Manuela, você tem uma bela voz, então não tenha medo de mostrá-la. Pode cantar com vontade, com emoção. Tem certos momentos, meio que percebo você contendo a sua voz, como se tivesse medo de expor demais. Já com a Amanda é o inverso. (ri) Meio que há certos exageros em algumas notas. Músicas tem tons altos e baixos, como cantores precisamos ter noção disso, para não exagerar ou deixar a desejar demais em uma nota. Peguem estas ressalvas, assimilem e tornem-se melhores do que já são. (sorri)
LAURO – Dicas anotadas, mas agora precisamos saber para quem você dará seus pontos.
VALÉRIA – Eu gostaria de ver mais uma apresentação das duas aqui neste palco, só que infelizmente, verei só de uma. (faz um pequeno silêncio) Eu escolho a Amanda hoje!
LAURO – Amanda acumula mais dois pontos. Manuela continua com zero. Mas calma, que o jogo ainda pode virar. (embora tenha recebido este incentivo, Manuela se preocupa, se Igor não votar nela, é adeus programa) Igor, é com você!
IGOR – (brinca) Sempre! Mas eu concordo com o que a Valéria disse, ambas precisam melhorar em um ponto ou outro. Manuela, talvez por ter começado a cantar a pouco tempo, tenha esse bloqueio, né. Falta experiência, que pode ser adquirida com o tempo. Por isso, gostaria de fazer um pedido. Quero ver você novamente, ano que vem! Quero ver uma Manuela madura, na próxima temporada. (Manuela abaixa a cabeça, já sabe o final dessa história) Boa sorte, Manu… mas hoje eu fico com a Amanda!
LAURO – E Amanda avança para a semifinal! (Amanda comemora, ajoelha-se e agradece. A assistente de palco caminha até Lauro, lhe entrega o resultado do público)
AMANDA – Obrigada, Senhor. Muito obrigada!
LAURO – Embora já temos a decisão, vamos saber quem leva os quatros pontos do público. (ver o resultado na ficha) Olha só… poderíamos ter uma reviravolta na decisão. Com 58,36%, Manuela leva os pontos do público! (embora esteja triste por ter deixado a competição, Manuela solta um leve sorriso ao saber que o público a escolheu) De qualquer forma, parabéns, Manuela! A equipe inteira de Sua Canção deseja muita sorte a você daqui pra frente.
MANUELA – (sente vontade de chorar) Eu que agradeço a oportunidade que vocês me deram! Nunca imaginei que estaria aqui, cantando para o Brasil inteiro, então, só tenho a agradecer.
AMANDA – (levanta-se) Isso mesmo, querida. Só temos que agradecer por cada coisa boa que acontece em nossas vidas.
LAURO – Parabéns, meninas… pessoal, palmas para Amanda e Manuela! (as duas saem do palco sendo aplaudidas) Vamos para a nossa última dupla desta noite!

[CENA 03 – CASA DE ALICE/ Q. DE ALICE/ NOITE]
(Alice está rindo da eliminação de Manuela, da qual dias atrás, havia dito que ela iria ser eliminada nesta fase)
ALICE – Eu te avisei que você não iria longe no programa! Não quis me ouvir, deu no que deu. Você nunca será uma cantora igual a mim, por mais que tente, nunca será! (encara a TV, com um leve sorriso)

Amanhecendo…

[CENA 04 – COLÉGIO ESTADUAL OLIVEIRA SANTOS/ PÁTIO/ DIA]
(o último dia de aula chegou, pelo menos para aqueles não terão que fazer recuperação. Os alunos estão em suas salas, fazendo as avaliações finais. Após as provas, todos saem do colégio, comemoram o encerramento das aulas)
RAMON – (saindo do colégio, comemora) Livre, finalmente! Nem acredito que esses três anos de sofrimento e noites acumuladas acabaram!
PEDRO – (ri) Sofrimento?
RAMON – Você sabe o número de trabalhos que foram passados pra gente, só nos últimos meses? Eu estava me sentindo escravizado pela a própria educação.
ANDRÉA – Bom para vocês que estão livres, eu ainda tenho que fazer a recuperação de Química semana que vem.
RAMON – (se aproxima dela) Relaxa, que eu vou te ajudar com isso. Vamos passar o final de semana estudando.
PEDRO – É, só não esquece que a nossa festa está marcada para amanhã, hein.
RAMON – Esqueço nada, esqueceu que a banda vai tocar lá.
PEDRO – Daqui vou direto para casa, trocar de roupa e vou para a lanchonete do Ivo.
RAMON – Pena que os locais que a Alice indicou são grandes demais.
ANDRÉA – Para manter todo o ego dela, é lógico que os locais são grandes.
PEDRO – Não importa, ainda bem que o Ivo deixou a gente fazer a festa lá.
RAMON – Eu vou pra lá mais tarde, te ajudar.
PEDRO – Tá, então te espero lá!
RAMON – Combinado.
PEDRO – Tchau, pessoal! (caminha em direção a saída, Ramon coloca seu braço ao redor do pescoço de Andréa)
RAMON – Não fica com essa carinha, está bem? Eu não falei pra você que vou te ajudar.
ANDRÉA – Eu só queria que ao menos uma coisa em minha vida desse certo. (caminham até a saída, logo atrás deles, vem Manuela, que embora tenha passado no colégio, está triste por ter deixado o programa na noite passada)
THALITA – (logo atrás dela) Essa cara não deve ser porque reprovou em alguma matéria não, né?
ÉSTER – (ao lado de Thalita) É mais provável ser por causa da eliminação do programa.
MANUELA – (para de andar, vira-se para elas) Oi, meninas! Eu queria agradecer mais uma vez por tudo que vocês fizeram por mim durante o programa. De verdade, vocês se mostraram ser amigas de verdade;
THALITA – Mas foi muita falta de sorte mesmo. Se você tivesse recebido pelo menos dois pontos de algum dos jurados, você teria avançado.
ÉSTER – É, mas parece que todos estava enfeitiçado pela a Amanda.
MANUELA – Ela cantou melhor do que eu, só isso. (as três voltam a andar)
ÉSTER – Juro, se Amanda ganhar este programa, eu nunca mais o assisto. Nem que seja o único programa exibido na TV aberta.
THALITA – (ri) Olha… não jure isso, vai que a garota ganha.
MANUELA – Eu não entendo essa sua birra com ela, de verdade.
ÉSTER – Eu simplesmente a acho falsa, ué. Aquele jeito de menina boa e santa que ela fala, não me engana. Ela esconde algo, vocês vão ver. (as três saem do colégio, Dácio que vinha logo atrás delas, ouve parte da conversa e fica pensativo)

[CENA 05 – CASA DELLE ROSE/ SALÃO/ DIA]
(Nathaniel e Larissa estão arrumando o salão, ela ainda não acredita que passou para a semifinal do programa)
LARISSA – Confesso que eu mal consegui dormir ontem à noite. Você tem noção disso, Nathan?
NATHANIEL – Tenho sim. Eu estava lá quando o Lauro disse o seu nome.
LARISSA – (esperançosa) Será que eu vou conseguir? Será que finalmente poderei ser uma cantora de verdade, com contrato em gravadora e tudo mais.
NATHANIEL – (caminha até ela) É claro que vai. Eu te vejo dominando os palcos pelo o Brasil, ou melhor, pelo o mundo, com a sua voz.
LARISSA – O mundo é demais, Nathan. Não exagere também.
NATHANIEL – Exagero? Ué, a última ganhadora do programa, ela não iria iniciar uma turnê internacional ano que vem?! Só não vai mais, devido o que ocorreu com ela.
LARISSA – Triste o que ocorreu com ela, né?! Uma garota tão jovem e cheia de sonhos.
NATHANIEL – É… (diz baixinho) Esperamos que isso, a faça amadurecer um pouco.

Anoitecendo…

[CENA 06 – LANCHONETE DO IVO/ NOITE]
(Pedro e Ramon estão no balcão, Ivo termina de atender uma mesa e caminha até eles)
IVO – Vocês vão querer mais alguma coisa, meninos?
PEDRO – Não, obrigado.
RAMON – (a Pedro) Na verdade, nós estamos indo já, né?
PEDRO – Isso. Amanha a gente volta para ajudar com a organização da lanchonete.
IVO – Combinado.
PEDRO – E obrigado mais uma vez por ter cedido a sua lanchonete pra gente.
IVO – Não precisam agradecer, meninos. Vocês sabem o carinho que tenho por vocês, então, não a nada que agradecer. (Pedro se levanta e o abraça)
PEDRO – Obrigado, por tudo! (se afasta) Vamos, Ramon?
RAMON – (toma de uma vez seu suco) Opa, vamos. (levanta-se) Valeu, Ivo. (os dois saem da lanchonete, Ivo os observa, com um leve sorriso no rosto)

[CENA 07 – CASA DE SAMUEL/ SALA/ NOITE]
(Samuel convidou Amanda e a família dela para jantarem na casa dele, em comemoração por ela ter ido para a semifinal do programa)
RENATA – Obrigada por nos convidar para jantar, Samuel.
SAMUEL – Eu que fico feliz por compartilhar este momento com meus amigos. (repara em Amanda trocando mensagem no celular)
RENATA – Pena que o Daniel não está aqui com a gente. Afinal, ele também avançou para a próxima fase.
SAMUEL – É… meu filho por enquanto está perdido por aí. Mas tenho fé que um dia ele voltará para casa.
RENATA – Continuamos rezando por vocês.
BENEDITO – Logo seu filho voltará para casa, não se preocupa! (Samuel olha para Amanda novamente, que envia uma mensagem para Daniel)

[CENA 08 – CASA DELLE ROSE/ QUARTO/ NOITE]
(Daniel está sentado na cama, conversando por chamada de vídeo com Dácio)
DANIEL – Acabou o colégio, agora só esperar o resultado do vestibular.
DÁCIO (por vídeo) – É. Tá previsto para sair na primeira quinzena de Janeiro. Então até lá, só descansar.
DANIEL – (sorri) Podemos passar mais tempos juntos agora.
DÁCIO (por vídeo) – Sim. (chega uma mensagem no celular de Daniel, ele ver quem é e logo muda de semblante) O que foi?
DANIEL – (um pouco sério) Não é nada. Chegou uma mensagem aqui da operadora.
DÁCIO (por vídeo) – Essas mensagens de operadoras são chatas, né.
DANIEL – Muito, mas não se preocupa. A ignorei. Só quero ficar aqui, conversando com você. (volta a sorri)

[CENA 09 – PIZZARIA/ NOITE]
(como prometido por passar de fase, Otávio está comemorando na pizzaria onde Eduardo trabalha. Após comer uma pizza, Eduardo o leva até o palco e se prepara para cantar uma música)

[CENA DE MÚSICA – TERRA DE GIGANTE/NÚMEROS (ENGENHEIROS DO HAWAII)]

Hey, mãe! 1
Eu tenho uma guitarra elétrica
Durante muito tempo isso foi tudo
Que eu queria ter

Mas, hey mãe!
Alguma coisa ficou pra trás
Antigamente eu sabia exatamente o que fazer

Hey, mãe! 2
Tem uns amigos tocando comigo
Eles são legais, além do mais
Não querem nem saber
Mas agora, lá fora
Todo mundo é uma ilha
A milhas e milhas e milhas
De qualquer lugar

Nessa terra de gigantes
Que trocam vidas por diamantes
A juventude é uma banda
Numa propaganda de refrigerantes

Hey, mãe! 3
Já não esquento a cabeça
Durante muito tempo
Isso foi só o que eu podia fazer

Mas, hey hey, mãe!
Por mais que a gente cresça
Há sempre coisas que a gente
Não consegue entender

Por isso, mãe
Só me acorda quando o sol tiver se posto
Eu não quero ver meu rosto
Antes de anoitecer

Pois agora lá fora
O mundo todo é uma ilha
A milhas e milhas e milhas

Nessa terra de gigantes
Que trocam vidas por diamantes
A juventude é uma banda
Numa propaganda de refrigerantes

Mega, Ultra, Híper, micro, baixas calorias 4
Kilowatts, Gigabytes…

Traço de audiência
Tração nas 4 rodas

E eu… o que faço com esses números?

Nessa terra de gigantes
Que trocam vidas por diamantes
A juventude é uma banda
Numa propaganda de refrigerantes

Hey, mãe
Hey, mãe

1. Otávio canta de frente para um pequeno grupo de pessoas que estão a sua frente, que soltam alguns gritinhos ao reconhecerem.
2. Eduardo vai para o balcão, está ao lado de Laila, que admira seu candidato favorito. Samuel entra na pizzaria junto com seu outro filho, repara Otávio cantando.
3. Otávio passa a música inteira parado em frente ao microfone, mas sente as pessoas a sua frente batendo palmas. Samuel continua na entrada da pizzaria, não quer ser visto por Eduardo, que está prestando atenção no amigo cantar.
4. Laila pega o celular e tira uma foto de Otávio, sorri. Eduardo se aproxima do palco, espera Otávio terminar a música para ajudá-lo a descer dali. Ele ainda não reparou Samuel na entrada. Assim que encerra a música, é aplaudido, Otávio agradece.

(Eduardo o ajuda a descer do palco e o leva até a mesa onde está sentado. Em seguida, volta para o balcão. Vendo o filho sozinha na mesa, Saulo decide ir falar com ele)
SAULO – Que ótima música, filho! (Otávio fica sério ao reconhecer a voz)
OTÁVIO – O que está fazendo aqui?
SAULO – (senta-se, ao lado dele seu outro filho) Calma, eu só vim conversar e te apresentar o seu irmão!
OTÁVIO – (sente a presença de mais uma pessoa a mesa) Meu irmão?
JONAS – Oi, Otávio! (Otávio olha em direção a voz estranha a sua frente, continua sério)

[CENA 10 – CASA DE SAMUEL/ COZINHA/ NOITE]
(Samuel foi a cozinha, ver se está tudo pronto para o jantar. Amanda finge que vai beber água e vai para a cozinha)
AMANDA – (se aproxima de Samuel, que está no fogão) O Daniel parece que anda me ignorando. Desde o beijo que eu dê nele, não trocamos mais mensagens. Nem ontem no programa, eu não o vi. Será que ele está chateado comigo?
SAMUEL – Ele tem visualizado suas mensagens?
AMANDA – Não, não tem.
SAMUEL – (preocupa-se) Calma, Amanda. Vamos continuar com o nosso plano, está bem. Amanhã, você tenta ligar para ele. Se ele atender, tenta marcar um encontro entre vocês.
AMANDA – E se ele não atender?
SAMUEL – Tente mais de uma vez, em um momento ele terá que atender.
AMANDA – Eu não sei. E se eu persistir demais e acabar o afastando da gente?
SAMUEL – (apaga o fogo, se aproxima dela) Você é a única esperança que eu tenho para ter meu filho de volta, Amanda. Então não podemos desistir!

[CENA 11 – CASA DE CAIO/ COZINHA/ NOITE]
(Caio está jantando com seu pai e sua mãe, embora tenha passado no colégio, Camila não parece muito animada)
CAIO – O Pedro vai dar uma festa de despedida com a turma dele e me convidou. Eu posso ir?
CLÁUDIO – (olha para Camila) Problema nenhum, né Camila?
CAMILA – Onde vai ser essa festa?
CAIO – Será na lanchonete do Ivo. É próximo daqui e não irá terminar tão tarde. Será apenas uma festa de despedida.
CLÁUDIO – Não vejo problema em relaxar um pouco após um ano letivo intenso como esse.
CAMILA – Tá, vou deixar porque é o Pedro que está organizando, portanto, imagino que lá não terá nenhuma bebida alcoólica e todos serão responsáveis.
CAIO – Posso ir mesmo?
CLÁUDIO – (brinca) Se a sua mãe autorizou uma vez, eu não perguntaria novamente. (ri, Camila lhe dar uma encarada)
CAIO – Obrigado, mãe!
CLÁUDIO – E já que o Caio passou direto no colégio, por que não começamos a planejar as nossas férias? Estava vendo alguns lugares para o qual poderíamos viajar em família.
CAMILA – Ninguém irá viajar aqui. Caio passará as férias em casa, estudando para o vestibular.
CLÁUDIO – Mas são férias, amor? O garoto passou o ano estudando, ele precisa descansar um pouco.
CAMILA – Ele descansará quando passar para Direito. Até lá, ficará em casa estudando. (a felicidade de Caio logo desaparece)
CAIO – É sempre assim… afrouxa de um lado e prende do outro.

Contínua no capítulo 58…

COMPARTILHAR

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on tumblr

POSTADO POR

Anderson Silva

Anderson Silva

Um carinha qualquer apaixonado por música e contador de histórias. Atualmente é autor de A Nossa Canção.
>