Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on telegram

CONTA + – ENTREVISTA COM MARCELO DELPKIN

              PROGRAMA CONTA + 

                Edição 2

Estamos aqui com o rei do merchan, o autor de Flashback, O leão e Escândalo. Com vocês, Marcelo Delpkin.

Olá, leitores. Boa tarde pra vocês! Olá, Samuel! É

um prazer estar aqui.

O prazer é nosso, Marcelinho. Como todos sabem é você quem avalia as tramas que são exibidas na CYBER TV. Se arrepende de ter aprovado alguma trama que não deu certo?

-Não. Na verdade, nem penso nisso quando avalio uma

trama na fila de espera. O objetivo da Cyber TV não é

selecionar obras por uma qualidade maior ou menor,

até porque isso é relativo. Cada leitor tem uma

opinião diferente sobre uma mesma trama. A análise

serve para verificar se o trabalho apresentado possui

um texto com um básico de correção gramatical, com

uma trama minimamente coesa e coerente nos itens

narrativos (seja em formato literário, seja em

roteiro). A equipe administrativa liderada pelo Well

Vianna, da qual participo, tem como objetivo juntar

escritores mais experientes com quem deseja se

desenvolver na arte e com quem conta histórias mais

por hobby. Outra coisa: a Cyber TV evita aprovar

conteúdos pornográficos de vocabulário explícito. Já

aconteceu algumas vezes de vetar. Temos leitores e

escritores menores de 18 anos, então é nossa tarefa

preservá-los de alguma forma.

Acho importante isso da vetação traz maior seriedade à emissora mas enfim, recentemente uma minissérie “Crime no subúrbio Carioca´´ foi cancelada após muitas desavenças e um dos fatores foi que a minissérie soou confusa para alguns leitores. Quando você avaliou a trama, o que achou? Você conseguiu compreender bem?

O autor possui um estilo próprio de narrar a

história e sua intenção era de seguir o modelo da

série famosa 24 Horas. Assim como Crime no Subúrbio

Carioca, a trama norte-americana também confundiu

muita gente de início. Não é um modelo narrativo

muito comum de se usar, mas os leitores acabam se

acostumando. Quando estreei a novela Flashback,

alguns leitores fizeram os mesmos comentários sobre

texto confuso. Depois eles pegaram o ritmo também.

Isto acontece com muitas histórias que passam por

todo o MV e até na TV, no cinema, no Streaming.

Quanto ao cancelamento da série, não ocorreu por

questões textuais, mas por utilização de personagens

e situações retiradas da vida real. O Well recebeu

informações de leitores dizendo que a abordagem da

série teria tom negativista e difamatório. Este foi o

real motivo da retirada de Crime… de cartaz.

Isso deu o que falar e inicialmente fui contra a decisão mas hoje compreendo melhor, falando desse escândalo, sua web-novela Escândalo tem sido a maior audiência do blog, inclusive, chegou á marcar expressivos 10 pontos. Como se sente diante de tanto sucesso? Na sua percepção o que atraiu o leitor?

Fico feliz porque sei que tem gente lendo e

curtindo minha história, que se interessa em

acompanhar os passos da Lilian, da Mônica, do Miguel,

do Benjamin, da Raúla e de tantas outras vidas. Todos

eles são gente como a gente, com virtudes e vícios,

com sonhos e frustrações. Isto se deve à divulgação

que faço. Sempre que sai um capítulo do forno, coloco

chamadinhas nos grupos do WhatsApp e do Facebook. Oi,

gente, Escândalo está no ar… e deixo o link junto.

São pequenas coisas que se refletem nas leituras. A

audiência é, na verdade, uma medida de quantas

pessoas leram a cada semana e um pequeno “termômetro”

pra verificar se estou no caminho certo com o enredo

ou não.

E pelo jeito está no caminho certíssimo. Você e o Wellyngton são grandes amigos, aparentemente. Como surgiu essa amizade?

Entrei na Cyber no fim de 2017, enquanto lia a

novela Hierarquia, da Débora Costa. Isso me motivou a

escrever e publicar uma novela. Em janeiro coloquei O

Leão para análise, e a estreia foi marcada para

abril. Enquanto postava a novela, lia praticamente

toda a programação do canal: Kadu, Relatos de Ying

Solo, Insensatez, Incognoscível, Senhora do Sertão…

Até que um dia a Débora me chamou pra participar com

ela do programa Cyber Show. Durou pouco, mas foi

talvez o melhor entretenimento que a Cyber já teve. A

audiência passava de 200, na contagem antiga. Hoje

daria uns 20 ou 30. Enquanto isso, o Well me chamou

pra ficar com dois programas: o Observatório e o

Backstage. Aí o tempo passou, a amizade se estreitou,

ele me colocou na equipe administrativa com outros

escritores da melhor qualidade, e assim estamos até

hoje. Well é uma pessoa incrível, além de ótimo líder

e excelente artista. Ele tem o dom de ler a alma das

nossas histórias. As aberturas de A Cesareia e

Escândalo são provas disso, não é? Tem também o dom

de unir a equipe como uma grande família. Adoro fazer

parte daqui.

É uma verdadeira família, real. Escândalo foi esticada em mais alguns capítulos. É difícil esticar uma história? Não tem medo de deixar a sensação de “barriga´´ na trama?

No caso de Escândalo, quis desenvolver um pouco

mais a trama envolvendo a morte do Ruggero e a

mudança de vida do Miguel, para não deixar essa parte

muito corrida. Como não havia nenhuma novela agendada

como substituta no horário, pude aproveitar a chance.

Certíssimo! Acho que o título mais chamativo de todos os tempos pode ser considerado “O Leão´´. De onde surgiu isso, pelo amor de Deus? Por que na sinopse nem leão tem kkk

De uma conversa de ônibus! Duas pessoas conversavam

sobre um rapaz que tinha se matado após ser acusado

de estuprar e engravidar uma moça. Aí a mãe dele

decidiu se vingar da jovem falsiane. Poucas horas

depois nascia O Troco. No lugar da mãe, o pai. O

motivo da vingança passava a ser o roubo de uma

fortuna pertencente a uma empresa. Montei a sinopse e

depois escrevi o primeiro capítulo. Poucos dias antes

de enviar pra análise na então Cyber Séries, mudei

algumas coisas, entre elas o título para O Leão.

De olho no merchan desde àquela época, né? Pra quem não sabe essa web foi premiadíssima tombando os haters, nesse contexto, você se considera um autor de sucesso?

Não. Prefiro me considerar como um autor que gosta

de escrever e que está em aprendizado. A cada obra,

uma lição nova. É claro que fico feliz a cada leitor

que lê minhas histórias, os programas que faço…

Melhor ainda quando eles comentam. Tem um amigo que

começou a ler Escândalo. Decidiu maratonar as outras

duas novelas, sempre comentando no grupo do WNF. Isso

não tem preço.

Esse amigo que ele se refere é o maravilhoso Victor Keller, amo demais. Um cheiro, mozão, e venha logo fazer parte dessa família. No slogan do programa “Observatório de escrita´´ comandado por você está a seguinte expressão: Críticas construtivas. O que você acha que distingue a sua crítica das demais?

A expressão foi criada pelo Well na logomarca. O

objetivo dele com isso é distanciar as resenhas do

programa do que muitos escritores do MV comentam como

“críticas ácidas, negativas”. Tanto no Observatório

como no quadro do Boletim Virtual (WebTV), meu

objetivo é mais comentar o desenvolvimento da trama

ou do capítulo específico e apontar tanto os pontos

positivos como os negativos. Assim como todo mundo,

também estou em aprendizado, também falho nos textos.

Por isso não acho muito certo jogar um texto alheio

na lama. Há um escritor por trás dele e, muitas

vezes, um sonho de um dia publicar histórias.

Vamos para uma brincadeirinha exclusiva para você, querido. (Puxando o saco dele porque é ele quem avalia as tramas que vão ao ar) Enfim, encarne a jornalista de fofocas, Isolda e dê o selo “escândalo´´ para as seguintes personalidades:

Lucas Luciano: pessoalmente, nada contra. Pelo

contrário, sempre muito educado comigo e um ótimo

líder para a Megapro. Faz um trabalho de qualidade

junto com o time de escritores talentosos. Existem

comportamentos do grupo com os quais nem sempre

concordo? Sim, existem; mas prefiro fazer a política

da boa vizinhança e abrir espaço pro que todos têm de

melhor. Às vezes leio as atrações do canal. “Amada

Família”, do Everton Brandão, começou muito bem.

Amanda e Adolfo ganharam minha torcida logo de cara.

Aproveitando a oportunidade desejo meus parabéns ao Everton, a trama é realmente ótima, se fosse ruim, eu falava mas é muito boa mesmo.

Érika G.: na verdade, nunca cheguei a conversar com

ela, mas costumo ler as críticas. Acho algumas bem

ácidas, mas outras me divertem bastante. Também

aprendo com coisas que ela sinaliza sobre as obras em

geral; até citei isso na resenha que fiz do quadro

dela na DiggTV. Falando nisso, adorei o termo

“lixeratura” que ela criou.

Érika, querida, se você ler isso, me procure. Estou com muita vontade de te entrevistar.

Paulinho Perigoso: comecei a conversar com ele há

pouco tempo e até a acompanhar a nova novela,

“Relações Destrutivas”. Gostei bastante do que li.

Pessoalmente, também nada contra. Sobre o episódio do

“gore”, não cabe a mim tecer comentários, pois não

estou envolvido diretamente no caso.

Acho que á partir do momento em que o indivíduo se torna uma pessoa pública, cabe à todos tecer comentários mas respeito sua opinião, Delpkin. (MENTIRA)

Cristina Ravela: outra rainha da acidez no MV. Quem

lê as resenhas ou os barracos dela sabe. Como

roteirista, excelente. As histórias dela são cheias

de adrenalina e de teco pra todo lado. Ansioso para a

segunda temporada de Anti-Herói.

Zih, rainha, beijão s2 Em breve ela vai está aqui, fiquem de olho!!!

Alessandro Fonseca: uma pessoa com ideias próprias e

firmes. Às vezes polêmico, irônico, um pouco

briguento, mas “maria vai com as outras” nunca!

Costumo curtir algumas coisas que ele posta no

Facebook e com as quais concordo, geralmente sobre a

hipocrisia social do sistema atual e do politicamente

correto. Como escritor, ele também tem estilo bem

definido também.

Sem comentários… 

Voltando às curiosidades, você já aprovou alguma trama boa e que no decorrer dos capítulos, ficou ruim?

Não que me lembre.

Você costuma acompanhar os capítulos das obras que aprova? Você é um leitor assíduo?

Hoje leio menos do que quando comecei, por questões

pessoais e também por me dedicar mais aos programas

do qual participo. Mesmo assim tento ler o máximo

possível.

Ai, gente, eu tentei fazer ele ser polêmico mas tá complicado kkkk Agora, só nos resta o vai e volta para tirar o Delkin do armário as dúvidas.

PIOR WEB-NOVELA SUA:Flashback

PIOR WEB-NOVELA: Pura Elegância

MELHOR WEB-NOVELA SUA: O Leão

MELHOR WEB-NOVELA: Escolhas da Vida

EMBUSTE DO MV: o autocrítico cricri que que fica na

cabeça dizendo que o texto está horrível.

UM ARREPENDIMENTO: não ter estreado antes no MV.

UM SONHO: publicar algumas das dezenas de histórias

que venho criando em cadernos há anos e anos.

CRÍTICAS: fontes de aprendizado se forem

construtivas.

FUTURO NO MV: tendência a se unir cada vez mais com o

mundo literário, inclusive em questões editoriais. O

abismo que havia entre diferentes plataformas está se

fechando e formando o que chamo de Universo Virtual,

que é a literatura da internet rica em manifestações

e gêneros.

Foi um prazer entrevistá-lo. Quero aqui dizer que o Marcelo é uma pessoa muito generosa e humilde, um coordenador maravilhoso e falo isso, sem pretensões externas. Muito sucesso, querido!!! Beijão do samuka s2 

Obrigado pelo convite. Foi ótimo participar do

Conta +.

Quem quiser saber mais do Marcelo, ele está aqui diariamente, seja com novela, seja com programas, seja com especiais. Até mais, queridos. Deixem seu comentário antes que o leão pegue vocês.

POSTADO POR

Samuel Brito

Samuel Brito

COMPARTILHAR

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on tumblr
  • Desde a resenha que li sobre a minha coluna, já havia reconhecido traços de uma pessoa humilde e ao mesmo tempo com muito conhecimento para passar, e essa minha presunção se confirmou nesta entrevista! Adorei saber mais sobre o Marcelo e estou mais que curiosa para conhecer suas obras!

    • E agora? O que respondo? rsrs Tô muito contente que esteja curtindo as coisas que faço. É muito gratificante pra mim. Gosto de aprender e de trocar ao mesmo tempo, e assim também na arte de escrever nesse admirável Mundo Virtual. Também tenho lido bastante as suas resenhas.

      Minhas três novelas (O Leão, Flashback e Escândalo) e o conto A Boneca da Maldição (série 00:00) estão no disponíveis no catálogo. Convido você a ler essas histórias e, quem sabe, resenhar sobre uma ou mais delas. Muito obrigado pelo carinho, Erika!!!

  • >
    Rolar para o topo