Cumplicidade: Capítulo 9

Ao sair do banho o celular de Rafael toca, era Thiago.

-Oi Rafael.

-Oi.

-Eu a encontrei na livraria.

-Serio?

-Sim, mais você nem imagina o que aconteceu lá.

-Como assim Thiago?

-Isso não da pra falar ao telefone, me encontre amanhã no Steak House eu lhe conto tudo.

-Tudo bem

Debaixo do chuveiro Diogo só pensava em Mildred, ele precisava dela será que ele estava começando a ama-la? Claro, mais nunca admitiria isso, era orgulhoso e gostava de esta por cima em sob o controle de tudo. Diogo apalpava seu falo e começou a masturba-lo, num frenesi frenético em pensamentos em Mildred, inundou o Box com seu sêmen.

Laila bateu a porta.

-Diogo o que faz tanto nesse banho?

-Laila estou banhando. Disse ele furioso.

-Porque demora tanto?

-Porque você não vai embora pra sua casa?

-O que quer dizer com isso?

Ele abriu a porta do banheiro, e olhou no fundo dos olhos.

-Laila isso não está dando certo?

-Como assim? Perguntou ela espantada e com aspecto de choro.

Já deitado Rafael escuta sons vindo da cozinha, ele desce a escadaria e encontra Mildred no escuro totalmente embriagada.

-Mildred? Mais o que é isso? Onde esteve?

-Há não enche Rafael! Estou cansada dessa casa, do Juliano e suas malcriações, e até mesmo de você.

-De mim? Mildred não estou te reconhecendo, são duas e cinquenta da manhã, está bêbada e cheirando mal.

-Eu estou óti… Disse ela desmaiando.

-Mildred acorda! Ai minha nossa, vou te levar pro chuveiro e depois pra cama.

Pela manhã Juliano levantou cedo deixando Douglas na cama e foi fazer uma caminhada no parque, depois de quarenta minutos correndo sentou-se no banco pra descansar, quando um bandido anuncia o assalto.

-Perdeu “playboyzinho”.

-Calma cara. Disse Juliano apavorado.

-Passar celular, carteira e relógio agora.

-Não tenho carteira ficou em casa.

O Bandido o tempo todo com a arma apontada para o abdome de Juliano.

-Passa logo essa carteira ou quer levar um tiro.

-Eu não tenho cara. Juliano começou a chorar.

-Sua bicha, vou te ensinar, passa logo essa carteira.

O gatilho foi acionado, a bala entrou no peito de Juliano que instantaneamente foi ao chão, as pessoas do parque todas saíram correndo com o barulho, o bandido fugiu deixando o inocente Juliano ao chão.

 

The playlist identified with the requests playlistId parameter cannot be found.

clique na imagem para comprar
clique na imagem para comprar
padrao


Este conteúdo pertence ao seu respectivo autor e sua exposição está autorizada apenas para a Cyber TV.

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on tumblr
Tumblr

LEIA TAMBÉM