Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on telegram

Cyber Awards 2019 – Vencedores (parte 1)

Boa noite, escritores e leitores!

Enquanto a Cyber TV estava em hiatus, ocorreram as votações da terceira edição do Cyber Awards. Vocês tiveram a oportunidade de decidir as obras e os talentos que se destacaram em 2019, ano de muitas transformações aqui na casa. Inúmeras novelas, séries, minisséries, contos Premium, webfilmes e duas antologias causaram alegria, dor, raiva, amor, medo e outros tipos de sentimentos, além de ampliar o alcance da Cyber pelo mundo literário virtual. Os programas dominicais também são parte importante, embora não tenham sido incluídos nesta cerimônia.

Todos os indicados foram selecionados por uma equipe especialmente montada pelo presidente Wellyngton Vianna, com a participação deste. Agora tenho a oportunidade de divulgar os vencedores. Desde já deixo os parabéns a estes e também aos demais indicados, além de agradecer a todos que votaram nas mais diversas categorias. Hoje é dia de revelar as categorias técnicas, o autor revelação e as obras.

Sem mais delongas, vamos à primeira categoria.

Uma boa história tem uma trilha sonora que converse bem com ela, não é verdade? Um conjunto de músicas que marquem os personagens e as situações vividas por eles. As compilações deliciosas de Garota de Ipanema e Doces Mentiras venceram em 2017 e 2018, respectivamente. No ano passado, os autores continuaram inspirados e lançaram trilhas maravilhosas. Uma se destacou e por isso leva o prêmio de Trilha Sonora. Com 18 temas de amor selecionados pelos autores, o Cyber Awards 2019 vai para… SABER AMAR.

 

Escrever um roteiro nem sempre é fácil, não é verdade? O cabeçalho tem que ficar completo e adequado à cena, as descrições devem mostrar o que acontece, termos técnicos pipocam por toda parte, há maneiras específicas de formatar os diálogos… São detalhes de montão. The Last of Us foi a primeira campeã nesta categoria, em 2017. No ano seguinte foi a vez de o roteiro de Gato Preto levar a melhor. Bem, Cristina Ravela é tão especialista no assunto que o Cyber Awards 2019 vai para… ela mesma, por ANTI-HERÓI. Bicampeã!!!

 

Se montar um bom roteiro já traz dor de cabeça, o que dizer de uma estrutura narrativa forte e consistente? Equilibrar a história entre parágrafos cheios de mensagens e ao mesmo com síntese, sem encheção de linguiça ou descrições em excesso, também exige muito talento. Após Grampeados e O Dia da Faxina, outra trama muito bem amarrada em termos narrativos entra nesta galeria. Assim o Cyber Awards 2019 de Estrutura Literária vai para… Melqui Rodrigues por NØ MAGIC.

 

A criatividade é uma ferramenta e tanto quando se contam histórias. Quando se narra um enredo exótico ou mesmo um clichê, a capacidade de o autor dar sua impressão pessoal a ponto de torná-lo diferenciado e interessante é um grande trunfo. Característica presente em Incognoscível, vencedora de 2018, e A Força do Amor, a laureada anterior. O vencedor de 2019 pensou da mesma forma e nos trouxe algo totalmente inovador literária e culturalmente. O Cyber Awards 2019 vai para… O VILÃO REABILITADO É A ESPOSA, de Mori Katsu.

 

A Cyber TV se orgulha de lançar novos talentos e de impulsionar aqueles que já têm certa experiência com a escrita, nas diversas modalidades dramatúrgicas aqui promovidas. A categoria foi lançada em 2018, com a escolha do estreante Alberto Sant’Anna (da novela Doces Mentiras). A revelação de 2019 já é veterana no mundo literário e veio para a Cyber através da antologia Saber Amar, lançando uma minissérie em seguida. O Cyber Awards vai para… MORI KATSU.

 

Desde a fundação da Cyber em fevereiro de 2017, os contos Premium são destaque na programação. Geralmente exibidos aos sábados às 17h ou às 23h, eles deixam os leitores babando com histórias mais curtas. Cinco enredos maravilhosos, entre eles o diário de bordo de um personagem famoso de 2018, concorreram nesta categoria. Após A Oeste do Paraíso e Café, Bolo e Pimenta, o Cyber Awards vai para… EM BUSCA DA PERFEIÇÃO, de Raquel Machado.

 

No segundo semestre de 2018, Isa Miranda implementou uma nova ideia para cá: uma antologia chamada 00:00. A premissa é simples: estórias de terror, drama psicológico, suspense ou tudo junto cujo estopim é… a meia-noite. Teve de tudo — desde um retrato macabro de um jovem cabeludo até estradas nada tranquilas, passando por espelhos, bonecas e velas, num total de 15 contos de autores diversos da própria Cyber ou trazidos por Isa. Cinco deles foram escolhidos para votação, e o Cyber Awards de Melhor Conto de 00:00 vai para… REQUIESCAT IN PACE, conto de Raul Dias que fecha o pacotão do calafrio.

 

Assim que 00:00 terminou, em janeiro do ano passado, Isa criou uma segunda antologia, desta vez com outro tema: as muitas formas de amar. Os 18 contos passaram por amor-próprio, amor romântico, laços de família e até frades filosofando ao riacho sobre o amor fraterno, com mostras de resistência ao tempo e a reencarnações. Com base na seleção de jurados e nos votos dos leitores, o Cyber Awards de Melhor Conto de Saber Amar vai para… VOU BALANÇAR AO RITMO DO LUSTRE, de Margareth Brusarosco, que narrou a história de duas jovens em meio às convenções morais e sociais dos anos 1920.

 

Nas duas primeiras edições, as minisséries e as séries concorreram juntas. Assim, a primeira temporada de A Dama Negra (2017) e a de Incognoscível (2018) foram as campeãs até agora. Porém, com o aumento da quantidade de títulos — aliás, de qualidade inestimável —, decidiu-se colocar as duas espécies em categorias separadas. As minisséries possuem até 15 capítulos, enquanto as séries passam dessa quantidade. O Cyber Awards de 2019 vai para… a minissérie O VILÃO REABILITADO É A ESPOSA e a série MINHA DOCE PATROA – NEGOCIANDO COM ESPÍRITOS, obras de Mori Katsu e Yago Tadeu, nesta ordem.

 

Vamos à ultima categoria deste sábado. As novelas também são parte importante da Cyber TV. Com estrutura narrativa diferente das séries e minisséries, histórias de amor, vingança e ambição dão as caras no horário nobre. Garota de Ipanema é considerada o primeiro clássico cyberiano, tanto que levou o Awards em 2017. No ano seguinte, foi a vez de O Leão conquistar o prêmio. Nove histórias deram o ar da graça em 2019, e uma foi escolhida como destaque. Então o Cyber Awards vai para… EXCELSIOR, de Débora Costa com colaboração de Tai Andaluz.

 

Gostaram dos vencedores de hoje? Eu também. Pois amanhã vou revelar as demais categorias, relacionadas aos personagens e aos autores que encantaram no ano que passou. Espero vocês neste mesmo horário, 21h. Até lá!

POSTADO POR

Produção Cyber TV

Produção Cyber TV

Conteúdos originais Cyber TV

COMPARTILHAR

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on tumblr
  • >
    Rolar para o topo