Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on telegram

Cyber Backstage – Programa 74

Olá, querido(a) leitor(a) do Cyber Backstage! Estou de volta com a atração dominical cheia de fofocas e bastidores. Que tal retomarmos com o lançamento de uma nova novela? Lá vamos nós!

 


Amanhã (14) tem estreia na Cyber TV. Samuel Brito, autor de histórias como Psi e Judas, demarca novo território nas webnovelas. Pedra de Tropeço é a nova atração das 21h das segundas, quartas e sextas. Aproveitei para trocar umas palavrinhas com o autor. Confira agora:

1) Conta um pouco sobre a história de Pedra de Tropeço. Quem é a protagonista e qual é o principal conflito dela?
A trama é ambientada nos anos 60 no sertão nordestino, onde uma menina é vendida pelo pai por um punhado de sal, e após viver anos como acompanhante de luxo em Nova York volta à cidade natal para reencontrar a família, porém acaba se apaixonando pelo próprio cunhado gerando uma grande intriga. É uma trama forte e com uma protagonista muito ativa, Tiffany Montana é das minhas personagens a mais marcante, sem dúvidas…se eu a conhecesse me apaixonaria por ela.

2) Como surgiu a ideia de escrever a novela?
Inicialmente seria uma parceria com o autor Tales Dias, eu apresentei uma sinopse à ele e nós iríamos começar a desenvolver, até que decidimos não prosseguir com o projeto e eu arquivei a história, porém eu tive a idéia de criar uma protagonista que seria vendida pela coisa mais barata do mundo e regressasse sem a ambição de se vingar, para fugir desse estereótipo folhetinesco kk Foi daí que uni essa trama com alguns personagens da primeira sinopse, e reformulei tudo, surgindo assim a versão final de Pedra de tropeço.

3) Por que o título Pedra de Tropeço e que relação ele tem com a história principal?
Pedra de Tropeço é a figura que aparece na crise dos sete anos de casados para provar se a relação é verdadeira ou não. Essa é uma lenda nordestina, minha vó me contava dessa pedra de tropeço e eu achei genial pôr isso na sinopse, principalmente por ambientar a trama na minha Bahia, onde eu tenho familiaridade com esses temas mais ”rurais”. O título seria ‘Doce tentação’, mas era muito genérico, muitas webs já tinham usado algo similar, então decidir colocar ”Pedra de tropeço” acho mais autêntico, mais original.
A relação com a trama está na relação de Mariana e Inácio, um casal feliz, porém com a tristeza dela ser estéril. Daí surge uma Tiffany Montana, no auge de sua virilidade para provar essa relação no fogo. Acho importante ressaltar que a trama se passa nos anos 60, principalmente por essa carga meio retrógrada que a sinopse propõe, mas a abordagem de cada tema será bem atual.

4) Quais são suas expectativas de audiência e de repercussão com sua primeira novela na Cyber TV?
É muito difícil prever isso, eu disse pra Debby [Débora Costa] que substituir ela é o meu maior desafio, porque ela escreve novelas como ninguém, sabe? Ela é mestra nisso, tanto que sua carreira no MV é calcada nisso. Eu, Samuel espero que a trama agrade ao público e bata recordes de audiência, mas não posso e não criar esse tipo de expectativas, pois podem estragar minha experiência, o que é muito mais importante que números.

5) O que a novela tem de semelhante e de diferente com as tramas anteriores, entre elas Psi e Judas?
Não sei se vocês perceberam, mas eu sou muito eclético kkkk Eu não tenho uma linha de como desenvolver histórias, apenas as conto quando sinto a necessidade de contá-las. Acho que não conseguiria escrever só sobre um tema, só de um jeito, sabe? Kkk Mas acho que em todas as minhas obras há agilidade, prezo muito por isso, não quero enfadar meu leitor, então acho que essa é a única semelhança entre todas as obras que eu fiz.

6) Deixe seu recado para os leitores do Cyber Backstage.
Peguem leve comigo kkkk. É uma experiência nova pra mim, ainda é um desafio escrever em ritmo de novela, após tantas séries em simultâneo, mas vale a pena acompanhar. É um folhetim puro, porém cheio de vida, cheio de sentimentos que é o que move os personagens. Sentimentos bons ou ruins, eles nos movem. Não percam! Amanhã às nove da noite, Pedra de Tropeço.
A Débora Costa teve acesso ao primeiro capitulo de Pedra de Tropeço e comentou : “Eu gostei do capítulo, as falas são boas e as cenas são bem construídas.”.

Muito obrigado pela participação, Samuel! Desejo sorte no novo projeto. Tiffany há de substituir a maravilhosa Liz Camargo de E Vamos À Luta! com maestria.

 


  • Um Sonho Intenso entra na última semana com muitas emoções. Luiz Lisboa, o autor, disse que o capítulo 18, a ser exibido amanhã, promete explicar muitos acontecimentos da trama. Não perca. É às 18h.

  • Além de Samuel Brito, Vítor Rodrigues (Segredos de um Crime) também traz uma novela para breve. Mais informações nos próximos programas.

  • Círculo de Vidas: Almas Gêmeas tem conquistado índices altíssimos de audiência, o que surpreendeu a autora Fátima Friozi.

  • A WebTV lançou um pacotão de especiais para os feriadões: programas, contos e antologias são os principais destaques.

  • Hugo Martins (Incognoscível) anunciou afastamento temporário por motivos pessoais. Tomara que volte logo; é o que o Mundo Virtual deseja.

  • A cerimônia de premiação do Infinity Awards 2020 (OnTV) vai acontecer em 11 de outubro.
  • Weslley Fuchs (Maneiras de Ser) prepara uma nova novela, ainda sem emissora definida. Supervisão de Marcelo Delpkin (O Leão). Este vai lançar uma obra para a Cyber TV ainda em 2020.

  • O Raça 3 está a todo vapor nas noites de quarta da Megapro. Com apresentação de Everton Brandão, os participantes se envolvem em provas de escrita de dramaturgia, entretenimento e jornalismo e entram em barracos e polêmicas.

  • As novelas Estação Medicina e Divino Maravilhoso voltam com capítulos inéditos nesta semana.

 


O Backstage fica por aqui, mas na semana que vem tem mais. Uma ótima semana de leituras! Um abração!

COMPARTILHAR

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on tumblr

POSTADO POR

Marcelo Delpkin

Marcelo Delpkin

  • >