Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on telegram

Da Cyber Pra Você – 02: Luz e Sombra – O Templo da Luz, de Apollo Souza

Um pedaço de Luminus dentro de Dharkus, um oásis de incomparável beleza que Jonas se deixou admirar por alguns poucos minutos antes de seguir adiante.

Uma cascata de águas cristalinas caía do alto da montanha longínqua formando um pequeno lago rodeado de arvores frondosas. Era como se Jonas estivesse no céu. Próximo a ele, uma pequena construção chamava a atenção de quem passasse.

Lindo, não é? — Orion também contemplava o lugar com imensa admiração.

Sim. — Faltavam-lhe palavras para descrever o que ele estava sentindo. — Como isso é possível? Eu não esperava ver tamanha beleza aqui. Não depois de tudo o que me foi dito.

Você não viu nada parecido com isso?

Quando cheguei em Luminus, caí em uma espécie de pântano morto.

Pois é, assim como há sombras em Luminus, existe luz em Dharkus. Yin e Yang, luz e sombra, bem e mal.

Yon e Alfea. — Jonas completou.

Yon e Alfea. — Orion sorriu. — Um é o contraponto do outro.

Pensar nisso fazia a cabeça dele ferver. Yon e Alfea eram exatamente como deveriam ser, povos convivendo juntos em harmonia, independente do que são ou daquilo que acreditam. Mas por alguma razão é mais fácil odiar do que aceitar e respeitar as escolhas de cada um.

Vamos! — Orion chamou, — Ou seremos deixados para trás.

Yon já seguia um pouco mais à frente. Aquela paisagem parecia não ser novidade para ele. Yon adentrara na floresta sem se preocupar com qualquer outra coisa. Os dois o seguiram pelo mesmo caminho até se depararem com uma pequena cabana, construída em madeira e folhas.

A porta aberta era um convite a entrarem; o ambiente era aconchegante, transmitindo a eles a sensação de paz e tranquilidade. Lá dentro, Yon estava ajoelhado diante de uma estátua e a seu lado um homem estava de pé esperando.

O desconhecido fez um sinal para que eles adentrassem o local em silêncio. Orion fez uma pequena reverência antes de entrar. Mesmo sem entender, Jonas fez o mesmo, afinal ele não queria ser desrespeitoso.

Bem-vindos, andarilhos! — saudou ele assim que os dois homens terminaram suas preces ao senhor da luz. — Que Lumus os guie em sua jornada iluminando os caminhos a seguir e a deusa Darkus traga sombra protegê-los do mal que os espreita.

Se esse for o desejo dos deuses, que assim seja — respondeu Yon pondo-se de pê.

Quem é você, garoto? — perguntou o homem, voltando sua atenção para Jonas.

Meu nome é Jonas.

Jonas, sua parada aqui tem um propósito — disse ele, voltando sua atenção para a imagem a sua frente.

Vamos para o castelo da sombra salvar nossas migas — respondeu Orion.

Não, esse não é o propósito dele aqui — respondeu o homem. — O deus tem um recado para você!

Qual recado?

Um será luz, enquanto o outro se tornará uma sombra. Só você poderá escolher seu caminho.

O que isso quer dizer?

Você saberá a resposta quando estiver pronto — respondeu o homem, indo em direção à porta. — Agora vocês devem ir. Um exército se levanta contra vocês e sinto que ele ainda não está pronto.

Ele não está.

Que exército? — ele perguntou confuso. — Do que ele está falando, Yon?

Tudo a seu tempo, Jonas — ele responde sem olhar para ele, indo em direção à janela. — Tem certeza?

Tudo parece normal lá fora para ele.

Vocês não estão sentindo? — questionou o homem. — O equilíbrio foi alterado. As sombras estão em busca das chaves.

Precisamos sair daqui! — ordenou Yon. — Luz atrai a sombra, e aqui somos um alvo fácil.

 

Gostou da amostra do que o Apollo Souza está preparando? Em breve, esta história será contada por inteiro na nova temporada da minissérie PESADELO, aqui na Cyber TV.

POSTADO POR

Produção Cyber TV

Produção Cyber TV

Conteúdos originais Cyber TV

COMPARTILHAR

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on tumblr
>
Rolar para o topo