Da Cyber Pra Você – 04: Rótulos, de Anderson Silva

ATENÇÃO: A Cópia e reprodução deste conteúdo fora da plataforma Cyber TV sem autorização prévia da administração, é proibida e viola os direitos legais do autor.

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on telegram

[CENA 01 – PLANETÁRIO DO SISTEMA SOLAR/ DIA]
(alguns alunos estão fazendo uma visita ao planetário do Sistema Solar. BO-1325 está parado em frente ao holograma da Terra, com seu caderno nas mãos, fazendo algumas anotações do planeta azul. Os demais alunos acompanham a robô-guia, se afastam dele)
BO-1325 (narrando) A Terra era um planeta fascinante! Tão azul… tão bonito. A minha paixão por este planeta começou no dia 23 de Abril do ano 2045 (olha data anotada em seu caderno) Os dois últimos anos andei me dedicando a estudá-la. (caminha ao redor do holograma, anota algumas coisas) Deixou de ser habitável no ano 2826 d.c. Aliás, os terráqueos acreditavam em deuses. (ri) Cientificamente falando não foram encontrado nenhuma prova da existência desses deuses, embora algumas estátuas e imagens que representavam tais deuses, foram encontradas em explorações ao planeta. (caminha em direção ao grupo de alunos) Uma pequena população de humanos migrou para a galáxia mais próxima, Andrômeda. Um grupo de cientistas encontraram um pequeno planeta habitando um sistema binário de estrelas, com característica bem semelhante à Terra. (observa algumas anotações) Prevendo que a Terra logo se sucumbiria, eles planejaram uma forma de mudar de planeta. Os primeiros grupos de humanos chegaram aqui no ano 2539 d.c., do calendário terrestre. (observa a foto de Aquares-d, bem semelhante a terra, só que bem menor)
LY-1109 – (o cutuca, aponta para um curto vídeo da via láctea) Como é possível? Uma galáxia enorme dessa e só existir um único planeta habitável? Quer dizer, existia um único planeta habitável.
BO-1325 – É minha amiga. São os mistérios do universo. O mesmo se aplica a nossa galáxia. Os cientistas tiveram foi sorte de encontrar um planeta tão próximo como o nosso.
LY-1109 – Será mesmo que a Terra morreu? Vai que ainda existam humanos por lá.
BO-1325 – Não. Ao menos não o que a história nos conta. (segue o grupo)
LY-1109 – E você acredita nessa lavagem cerebral que eles fazem na população?!
BO-1325 – É claro que não acredito nessa história que querem colocar em nossa cabeça. (olha ao redor, se aproxima dela) Até porque é muito difícil acreditar que um planeta tão enorme como a terra tenha deixado de abrigar vida. (observa um vídeo da terra)
LY-1109 – Eu também acredito que ainda tenham humanos por lá. Ou alguma outra forma de vida, sei lá. Será que eles também têm rótulos igual a gente? (exibe o rótulo em seu pulso)
BO-1325 – Não, não. (folheia algumas páginas de seu caderno, até encontrar uma imagem de um corpo humano terrestre) Os humanos terrestres tinham em média 1.70 de altura. Obviamente, devido a evolução natural, no ano 2189 d.c., a altura média da população chegava à 2 metros.
LY-1109 – Eles eram tão baixinhos. (ri)
BO-1325 – Seus corpos eram lisos, com nenhuma marca ou rótulo. (folheia a próxima página e observa duas imagens de um homem e de uma mulher nus) Os homens e as mulheres eram tipicamente diferentes. (LY-1109 se aproxima dele, observa as imagens)
LY-1109 – Onde você conseguiu essas imagens? (BO-1325 fecha o caderno rapidamente, ao lembrar-se que não estava em um lugar seguro)
BO-1325 – Eu as consegui por aí. (guarda seu caderno, repara se ninguém estava olhando)
LY-1109 – Ah não, por que você guardou? Eu quero ver de novo.
BO-1325 – Eu mostro pra você depois. Aqui não. (repara em alguns guardas-robôs andando pelo ambiente. Os dois se afastam e voltam a caminhar com o grupo)

[CENA 02 – CASA DA FAMÍLIA “BO”/ Q. DE BO-1325/ TARDE]
(BO-1325 está deitado em céu quarto, olha para o teto exibindo um holograma da via láctea)
CASA – O que você está pensando?
BO-1325 – Nada demais! (volta a narrar) A conversa que eu tive com a LY hoje pela manhã me fez pensar uma coisa. (olha para seu rótulo) Como deve ser nascer sem uma marca em seu corpo, dizendo o que você vai ser pelo resto da vida? (foca-se na via láctea novamente) Desde que este planeta foi habitado, os cientistas queriam criar uma nova raça de humanos, diferentes daqueles que existiam na Terra. Graças ao avanço da biotecnologia e a evolução natural, isso foi possível. Todos aqui nascem com um rótulo dizendo seu nome, suas habilidades, o que combina ou o que não combina com seu material genético, estimativa de vida. Até nossos nomes já vem rotulado. Isso meio que já te separa ao qual grupo social você pertencerá. Eu por exemplo, pertenço ao grupo “BO”. Pessoas desse grupo tem tendência a serem investigativas. Normalmente atuam na área do jornalismo. Meus pais inclusive trabalham em um dos melhores jornais do planeta. (olha para seu rótulo novamente) Eu talvez siga a carreira dos meus pais. E faça alguma grande reportagem sobre o “Planeta Azul”.

[CENA 03 – PARQUE/ TARDE]
(BO-1325 está sentado embaixo de uma árvore artificial, LY-1109 está deitada ao lado dele)
LY-1109 – Anotando o que agora?
BO-1325 – Algumas informações sobre nossos dois sois.
LY-1109 – O que tem de especial neles?
BO-1325 – Nada demais. (continua escrevendo, LY-1109 senta-se ao lado dele)
LY-1109 – Queria focar em algo para estudar assim também. Só que tem nada de especial neste planeta.
BO-1325 – (ri, fecha seu caderno) Como não? Temos o privilégio de sermos a única nação inteligente do universo. Dos milhões de planetas descobertos, somos os únicos com vida.
LY-1109 – Eu não acredito nisso. (deita-se novamente, observa o céu) O universo é imenso, isso já foi comprovado. Deve existir seres pensantes por aí.
BO-1325 – Se acredita tanto nisso, acho que tá aí algo para você estudar.
LY-1109 – Eu não. Dar trabalho. E mesmo assim, existem pessoas para fazer isso por mim. (ri)
BO-1325 – (levanta-se) Só que aí não terá o mesmo gosto, quando você mesmo descobre. Pense nisso. (saí andando pelo parque, LY-1109 senta-se e o observa)

[CENA 04 – CASA DA FAMÍLIA “BO”/ COZINHA/ NOITE]
(BO-1325 está jantando sozinho, como seus pais são ocupados no jornal, quase não param em casa)
CASA – Você já fez sua lição de casa?
BO-1325 – Já sim. Na verdade falta uma coisa ainda. (olha para o teto) Pesquisa por favor o nome do primeiro grupo de família que nasceu com rótulo em nosso planeta.
CASA – Só um segundo. (exibe um site com a foto da primeira família com rótulo, assim como uma reportagem ao lado) A família “AN”. AN-1001 foi a primeira criança a nascer com um rótulo em seu corpo. Na época foi um grande avanço para a ciência, assim como para a humanidade. O primeiro rótulo continha as informações básicas da criança, como nome, tipo sanguíneo, estimativa de vida e as principais características biológicas. (a notícia desce um pouco, exibe a imagem do primeiro rótulo humano) Uma curiosidade: a ideia de rotular a humanidade não teve origem em nosso planeta. Isso é uma ideia já praticado pelos nossos ancestrais terrestres.
BO-1325 – Disso eu não sabia. (pega sua mochila que estava na cadeira ao lado, retira seu caderno e anota a informação que acabou de receber)
CASA – Como anda suas anotações sobre a Terra?
BO-1325 – De vento em poupa. Estou achando que vou precisar de um outro caderno. As folhas deste já estão acabando.
CASA – Significa que sua pesquisa tá cheia de fatos. Isso é bom.
BO-1325 – Muito bom. (fecha o caderno, presta atenção na reportagem novamente) O que mais diz a notícia?
CASA – Com o aperfeiçoamento da biotecnologia, em pouco tempo outras famílias começaram a originar com rótulos. A segunda família foram os “BO”.
BO-1325 – A minha?
CASA – Sim. A sua família foi a segunda a serem geneticamente modificados.
BO-1325 – Uau.
CASA – BO-1001 foi a segunda criança a nascer com rótulo. Uma menina saudável e forte. (a reportagem desce novamente, exibe a foto da menina) As duas crianças foram um sucesso e pioneiras para o desenvolvimento da geração que conhecemos hoje.
BO-1325 – Sendo bem claro, ela também deu origem a minha família.
CARA – Exatamente. Quer que envie está reportagem para você?
BO-1325 – (levanta-se, a cozinha retira as louças) Obrigado, casa! (saí da cozinha, com sua mochila no ombro)

Amanhecendo…

[CENA 05 – CENTRO DE ENSINO CELIUS-2/ SALA DE AULA/ DIA]
(BO-1325 está sentado na sala, vendo algumas reportagens sobre a Terra. LY-1109 o chama, ao lado dela está HU-1192)
LY-1109 – Ei, se liga no que acabamos de descobrir. (senta-se na frente dele, HU-1192 continua em pé ao lado. BO-1325 fecha as reportagens)
BO-1325 – O que?
LY-1109 – (olha para HU-1192) Conta pra ele.
HU-1192 – Cara, o que você faria se você pudesse ir para a Terra?
BO-1325 – Pode ter certeza, que se existisse essa oportunidade, faria qualquer coisa.
LY-1109 – Pois acredite que existe.
BO-1325 – Do que vocês estão falando? (LY-1109 e HU-1192 se entreolham)
HU-1192 – Não podemos comentar muito aqui. (repara ao redor, presta atenção nas câmeras) Mas depois da aula, vá até a zona limite da cidade. Lá te contaremos mais sobre isso.
BO-1325 – Vocês estão de brincadeira, né? Primeiro vocês me contam que tem uma forma de irmos para a Terra e agora querem que eu vá para a zona limite da cidade? É alguma pegadinha?
LY-1109 – (levanta-se) Vai por mim. Você irá gostar do que a gente descobriu. Nos encontre lá, hein. (saí da sala junto com HU-1192)
BO-1325 – (olha para os demais alunos, olha disfarçadamente para a câmera) Será?!

[CENA 06 – ZONA LIMETE DA CIDADE/ FLORESTA/ TARDE]
(BO-1325 caminha pela floresta que fica na zona limite da cidade. Este local é um pouco frio, sorte a dele que saiu agasalhado)
BO-1325 – LY? HU? Onde estão vocês? LY?
LY-1109 – (aparece ao lado dele, o assusta) Estamos aqui.
BO-1325 – Que susto!
HU-1192 – Sabíamos que viria.
BO-1325 – Então? (olha ao redor) Já que vocês querem conversar aqui. Como vamos para a Terra?
HU-1192 – Calma. Ainda não estamos num local apropriado.
BO-1325 – Mas apropriado que essa floresta?
LY-1109 – Nos acompanhe! (caminham em direção a uma trilha na floresta, BO-1325 os acompanha)

[CENA 07 – DEPÓSITO ABANDONADO/ TARDE]
(os garotos chegam até um depósito abandonado, entram e o local está totalmente vazio)
BO-1325 – Ok. Um depósito vazio. Confesso que não tem câmeras, então realmente não corremos o risco de alguém nos pegar.
HU-1192 – Calma, ainda não chegamos.
BO-1325 – Não?
HU-1192 – Abram a entrada! (uma entrada subterrânea se abre)
BO-1325 – (surpreso) Uow, como assim?! Que passagem é essa?
LY-1109 – Você precisa ver o que tem lá embaixo. (acompanha HU-1192, descem pela passagem. BO-1325 fica com receio de segui-los, mas não querendo ficar sozinho, desce pela a entrada. Após alguns segundos de uma longa escada, os garotos saem em um amplo observatório astronômico, só que subterrâneo)
BO-1325 – (boquiaberto com os diversos monitores espalhadores pela sala, mostrando imagens de diversos sistemas planetários, galáxias e uma exclusiva para a Terra) Que lugar é este?!
HU-1192 – Bem-vindo ao Observatório Astronômico Casulo! Ou de forma resumido, OAC.
BO-1325 – Um observatório? Debaixo da terra?
HU-1192 – Sabia que ia me fazer está pergunta. Bem, na atual situação que nos encontramos, seria impossível meros adolescentes como nós abrirmos um observatório lá em cima. O governo, principalmente os cabeças por trás de tudo, os “cientistas”, nos impediriam assim que notassem nossa presença. Então… numa simples busca pela grandiosa internet, encontramos este lugar praticamente escondido de todos.
ER-1240 – (se aproxima deles) Eu diria que este lugar é o ponto cego deste planeta.
BO-1325 – Ponto cego?
HU-1192 – Este é o cara que eu te falei que é fascinado pela a Terra.
ER-1240 – (se aproxima dele) Ah, é? Em que ano a Terra deixou de ser habitável?
BO-1325 – Segundo o calendário terrestre, no ano 2826 d. c.
ER-1240 – O que a deixou inabitável?
BO-1325 – Além das várias doenças que assolou metade da população mundial, a crise econômica e hídrica começou a gerar guerras entre a humanidade. No entanto, o que ocasionou o estopim de tudo, foi o descaso do homem com o meio ambiente. A natureza não tinha mais condições para abrigar vida.
ER-1240 – Impressionante. (se afasta dele, indo até um monitor que exibe o planeta Terra) Pensei que eu fosse o único apaixonado por este planeta. Esta geração atual esqueceu completamente de suas origens. Nós só estamos aqui, porque a Terra foi o nosso berço.
BO-1325 – Concordo. Mas que história é essa de ponto cego? Essa instalação é invisível para o governo?
ER-1240 – É quase isso. Deixa que eu explico. (caminha até um outro monitor, exibe o planeta atual) Sabemos que o nosso planeta é incrivelmente menor que a Terra. Seu período orbital e de rotação também são inferiores sendo, respectivamente, 298 dias para uma volta completa em torno de suas estrelas binárias, e 20 horas 56 minutos e 23 segundos para girar em torno de si mesmo. Com a sofisticada tecnologia que temos disponível, o governo tem uma visão ampla de todo o planeta, graças as dezenas de satélite orbitando nossa atmosfera. O erro do governo atual é que investiu mais em tecnologia para ver o espeço, do que para conhecer o próprio planeta.
BO-1325 – (caminha até ele) Devido sua semelhança com a Terra, os cientistas perderam o interesse de estudá-lo.
ER-1240 – E estão cometendo o mesmo erro que os humanos do passado. Se preocuparam em procurar vida pelo o universo, que acabaram esquecendo de cuidar do único local que já abrigava vida. (se afasta) Mas isso não vem ao caso agora. Graças a este descaso do governo em não querer estudar a estrutura interna do planeta, que foi possível criarmos este observatório sem sermos descobertos.
BO-1325 – Um observatório precisa de telescópios sofisticados para ver além do céu. Como vocês conseguem essas imagens, sendo que estão debaixo da terra?
ER-1240 – Isso é algo que também devemos agradecer ao Governo. Essas imagens são dos próprios satélites enviados para o universo.
BO-1325 – Vocês estão pegando imagens do governo então?
ER-1240 – Eu não diria pegando, já que as imagens também vão para eles. Digamos que estamos vendo o mesmo que eles.  Só que ao invés de passar por um filtro e ser compartilhado com a população, a gente consegue ver tudo. (fica um curto silêncio entre eles, BO-1325 caminha até o monitor exibindo a Terra)
BO-1325 – Essas imagens são atuais?
ER-1240 – Sim. De dois dias atrás.
BO-1325 – (analisa o planeta azul) E como vocês pretendem ir para a Terra? (vira-se para eles, que se entreolham. Todos encontram-se reunidos em uma mesa, ER-1240 está em pé, em frente do monitor)
ER-1240 – Libirus-a e -b, são duas estrelas gêmeas, que cientificamente falando, devem ter nascido juntas. Suas massas são iguais, e as duas equivale a 82% do Sol terrestre. Por isso o nosso planeta apresenta uma temperatura agradável, mesmo tendo duas estrelas.
BO-1325 – O que chamamos de equilíbrio perfeito.
ER-1240 – Exatamente. No Centro de Pesquisa de Nova América, descobrimos que os cientistas planejam enviar uma nave para a Terra nos próximos meses. Não descobrimos os detalhes 100% desta missão, mas acreditamos que seja para buscar humanos.
BO-1325 – Buscar humanos?
HU-1192 – Não sabemos o que os cientistas pretendem com estes humanos, mas parece que tem a ver com um novo rótulo.
LY-1109 – Em outras palavras, estão atrás de cobaias.
BO-1325 – Mas não tem humanos na Terra. Ela deixou de ser inabitada em…
ER-1240 – (interrompendo-o) Isso é o que o governo quer que acreditemos. No entanto, recebemos centenas de provas de que a Terra ainda é habitável. (exibe fotos de várias pessoas vivendo numa espécie de cidade pós-guerra)
BO-1325 – Essas imagens são reais?
ER-1240 – Sim. E a mais recente, tirada às 14:35 da tarde de ontem, é esta. (exibe a foto de uma garota escondida atrás de um carro queimado, olhando diretamente para a câmera)
BO-1325 – Por que o Governo não trouxe estes humanos para cá? Por que os deixaram viver neste lugar?
HU-1192 – Acho que você ainda não entendeu, meu caro. Os “cientistas” criaram uma população perfeita, onde eles podem controlar. (exibe seu rótulo) Uma população com uma marca, dizendo tudo sobre você.
ER-1240 – Os humanos da Terra não apresentam este rótulo, possivelmente, não podem ser controlados.
LY-1109 – Mas podem ser usados como cobaias!
BO-1325 – (um pouco incrédulo com todas aquelas notícias) Vocês falando desse jeito é como se o governo e os cientistas fossem algum tipo de vilão.
LY-1109 – E eles são?
ER-1240 – Você é inteligente, BO-1325! Você pertence a uma das famílias pioneiras deste mundo, está presente em seu material genético. Por que diabos um grupo inteligente de pessoas, que se denominam “cientistas” criaria uma nova “espécie humana com rótulo”, se não para ter o controle sobre eles?
HU-1192 – Sem contar que para todo o lugar que você anda, você verá uma câmera ou um robô policial de olho em tudo.
LY-1109 – Até em nossas próprias casas estamos sendo vigiados.
BO-1325 – (um pouco assustado) Gente, vocês estão falando como se estivéssemos em algum filme de ficção cientifica. Isso é vida real.
LY-1109 – Qual é, BO? Não vai me dizer que você nunca desconfiou dessa vigilância 24 horas por dia? Dessas pesquisas e pesquisas em torno de um rótulo “novo” para as pessoas.
BO-1325 – (levanta-se, confuso) Isso é muita loucura. Se o governo descobre este lugar, o que vocês estão fazendo, é capaz de todos morrerem aqui. (se afasta dele)
HU-1192 – (levanta-se) Para onde você vai?
BO-1325 – Eu vou embora.
HU-1192 – Não. Você não pode ir antes de dizer se está do nosso lado ou está do lado deles.
BO-1325 – (olha sério para ele) Eu não estou do lado de ninguém. Eu só quero ir embora.
ER-1240 – Deixe-o ir. (uma porta se abre) Ele tem que tomar está decisão por contar própria. (BO-1325 saí apressado da sala, todos se entreolham, apreensivos)

Anoitecendo…

[CENA 08 – CASA DA FAMÍLIA “BO”/ Q. DE BO-1325/ NOITE]
(BO-1325 está sentado em sua cama, observa seu caderno de anotações, ler e reler as várias informações sobre o seu fascinante “Planeta Azul”, se pergunta o que tanto daquelas informações seria verdade e o que seria mentira)
CASA – Preocupado com alguma coisa?
BO-1325 – (olha para o teto, lembra-se da conversa hoje à tarde, de está sendo vigiado 24 horas por dia) Está tudo bem. Só estou revendo minhas anotações.
CASA – Se precisar conversar, estou aqui.
BO-1325 – Obrigado. (volta a olhar suas anotações, sério)

Amanhecendo…

[CENA 09 – CENTRO DE ENSINO CELIUS-2/ SALA DE AULA/ DIA]
(BO-1325 se aproxima de LY-1109)
BO-1325 – (sério) Eu quero saber a verdade! (LY-1109 olha para ele, sorri)

[CENA 10 – OBSERVARTÓRIO CASULO/ SALA DE MONITORAMENTO/ TARDE]
(ER-1240 está contando tudo que descobriu sobre a “falsa” morte do planeta Terra. BO-1325 escuta tudo atentamente, assim como LY-1109 e HU-1192. Várias imagens e vídeos da Terra são exibidas. Assim como algumas gravações estranhas do governo. Em seguida, ele lhe conta seu plano para saírem do planeta)

Anoitecendo…

[CENA 11 – CASA DA FAMÍLIA “BO”/ Q. DE BO-1325/ NOITE]
(BO-1325 está fazendo um trabalho da escola, no entanto, sua mente está no plano que ER-1240 lhe contou hoje mais cedo. Deita-se na cama e observa o holograma de Andrômeda em seu teto)

Daqui alguns meses…

[CENA 12 – OBSERVATÓRIO CASULO/ SALA DE MONITORAMENTO/ TARDE]
(todos estão reunidos ao redor da mesa combinando os últimos detalhes para executarem o plano amanhã)
ER-1240 – Às 09:45 da manhã o setor das naves estará vazio, já que todos estarão focados com a missão denominada “Busca por vida em Andrômeda”.
HU-1192 – Quando na verdade a missão trata-se de “vamos raptar terrestres”.
ER-1240 – A espaçonave que iremos pegar é a Liros-45J. (exibe um holograma da espaçonave) Uma das mais rápidas já projetadas pela humanidade atual.
HU-1192 – Não vejo a hora de pilotar está belezinha.
ER-1240 – (aponta para algumas caixas no canto da sala) Os mantimentos para a longa viagem até a Terra estão aqui. Devemos ter cuidado para levar todos para dentro da estação, sem que ninguém nos pegue.
BO-1325 – Pode deixar que a nave da minha família cabe perfeitamente tudo.
ER-1240 – Quando todos estiverem atentos a missão do governo de amanhã, nós nos infiltraremos na nave Liros-45J, transferiremos todos os mantimentos de uma nave a outra e nos prepararemos para partimos juntos com o governo.
LY-1109 – Uma vez que neste momento, a barreira que fica ao redor do planeta será desativada.
ER-1240 – Exatamente. O que irá garantir sucesso nesta missão será justamente não sermos pegos pelos os sensores do governo durante a saída da barreira.
HU-1192 – Deixem comigo, que eles nem irão sentir a nossa presença.
ER-1240 – Como as duas naves irão para o mesmo planeta, vamos no separar horas depois de sairmos de Andrômeda. Vamos pegar um pouco carona do governo, economizando assim combustível para a nave. (todos sorriem) Assim que sairmos da galáxia, pegaremos uma rota diferente para a Via Láctea. O tempo estimado de nossa viagem será de 2 anos terrestre.
BO-1325 – Chegaremos lá no ano 4989 d.c. (se anima, ansioso pelo o que encontrará)
ER-1240 – Exato meu caro! Possivelmente é questão de tempo para sentirem a nossa ausência. Espero que até sentirem a nossa falta, estejamos bem longe daqui.
HU-1192 – Pra mim esse plano tá perfeito.
LY- 1192 – Pra mim também. (todos olham para BO-1325)
BO-1325 – (levanta-se, ergue sua mão a frente) Que a ciência nos dê sorte amanhã! (todos levantam-se, colocando suas mãos sobre a de BO. ER-1240 se aproxima deles, coloca sua mão também. Todos se entreolham, confiantes)

Dia seguinte…

[CENA 13 – ESTAÇÃO ESPACIAL NOVA AMÉRICA/ DIA]
(uma multidão de pessoas estão do lado de fora da estação, aguardando a imensa nave que “irá” fazer uma busca por Andrômeda atrás de vida. Do outro lado da estação, existe um entra e saí de espaçonaves. Várias emissoras estão presentes, assim como vários jornalistas. Mesmo num mundo tão tecnológico, a esperança de encontrar vida pelo universo ainda é uma notícia que reúne multidões. A nave de BO-1325, como pertence a uma das famílias mais respeitada do mundo jornalístico, entra com facilidade na estação, sem chamar atenção das dezenas de robôs-guardas)

[CENA 14 – ESTAÇÃO ESPACIAL NOVA AMÉRICA/ CORREDORES – SETOR DA NAVES/ DIA]
(HU-1192 caminha disfarçadamente pelos corredores da estação. Mantém o cuidado das câmeras não filmarem seu rosto, por isso está andando de cabeça baixa, mexendo no celular. Ao se afastar das pessoas, indo na direção a setor das naves, seu cuidado agora era conseguir desviar dos robôs-segurança. Ao ver dois de patrulha, ele rapidamente se esconde e espera saírem dali. Com o perímetro limpo, continua seu caminho em direção a sala. Como hoje é um dia especial, os robôs estão preocupados com a população, deixando alguns setores sem proteção. HU-1192 chega ao seu destino, conversa com ER-1240)
HU-1192 – Cheguei ao local. Libera o acesso. (ER-1240 que está na nave da família de BO, está digitando algo em seu computador. Segundos depois a porta se abre, HU-1192 entra. Lá dentro, ele fica fascinado com a quantidade de espaçonaves) Caramba! Estou no paraíso.
ER-1240 – Mantenha o foco. Encontrou a nave Liros-45J?
HU-1192 – Estou de olho nessa belezinha agora.
ER-1240 – Beleza. Irei liberar o acesso dela pra você. (digita algo) Prontinho. (a porta da espaçonave se abre, HU-1192 entra nela todo contente)
HU-1192 – Uau. Que máquina incrível.
ER-1240 – Foco no plano, HU. Sabe o que fazer agora, né?
HU-1192 – Sei sim. Não se preocupa. (começa a apertar alguns botões)

[CENA 15 – RUA/ DIA]
(várias pessoas estão na rua comentando sobre a missão espacial pela galáxia Andrômeda. Nas principais avenidas da cidade, estão sendo exibidas esse grande momento)
BO-1302 (pelo telão) – O governo fará um breve pronunciamento antes da espaçonave Nine-L3 partir para o espaço. A espaçonave levará um grupo de astronautas que tem como missão encontrar vida em nossa galáxia. Ou, encontrar um outro planeta possivelmente habitável, como o nosso. Estes astronautas ficarão um período de 05 anos fora do planeta, coletando informações e mapeando Andrômeda. (várias pessoas estão paradas no meio da rua, prestam atenção na reportagem)

[CENA 16 – ESTAÇÃO ESPACIAL NOVA AMÉRICA/ ESTACIONAMENTO – SETOR DA NAVES/ DIA]
(BO-1325 também está vendo a reportagem de sua mãe, os demais estão focados na missão. No setor das naves, CP-1156 e MZ-1123 entram para preparar a espaçonave Nine-L3)
MZ-1123 – (para em frente dela) Que linda. Essa é uma das melhores espaçonaves já feitas pelo o HU-1136. (os dois estão tão concentrados na espaçonave, que nem perceberam que uma estava faltando. Liros-45J entrou no modo invisível, que deixou um espaço vazio onde está)
HU-1192 – (responde baixinho dentro da espaçonave Liros-45J) Claro, foi a minha família que fabricou, otários.
CP-1156 – E pensar que ela ficará 05 anos fora do planeta. Eu daria tudo para estar nessa missão.
MZ-1123 – Eu também. Mas, vamos parar de conversa, temos que levar está incrível nave lá para fora. (CP-1156 entra na espaçonave, MZ-1123 abre o teto, para a Nine-L3 sair. HU-1192 se prepara e também liga a Liros-45J no modo silencioso. Experiente e pertencente da família certa, consegue sair logo atrás da Nine-L3. MZ-1123 espera por alguns segundos antes de fechar o teto novamente. Ao fechá-lo, caminha em direção a saída e repara em algo faltando) O que é isso? Cadê a Liros-45J. (caminha até o espaço vazio, imaginando que talvez ela estivesse invisível) Ela não está aqui. Como assim? (pega seu tablet e tenta rastreá-lo, caminha em direção a saída) Alerta! Espaçonave roubada! Alerta geral.

[CENA 17 – PARQUE/ DIA]
(BO-1325 saiu do estacionamento da estação e foi para o parque perto dali. Procuram um lugar para estacionar, recebem um sinal da nave Liros-45J)
ER-1240 – Ele tá ali. (BO-1325 desce o carro ao lado da espaçonave, saem do carro em seguida)
HU-1192 – (desce da nave) Sucesso meus amigos. Agora vamos abastecer esta belezinha.
ER-1240 – Temos que ser rápido, pessoal. É questão de tempo para notarem a falta dela.
HU-1192 – Duvido muito. Duvido que aqueles bocós sintam falta dessa nave. Se duvidar, a gente volta da Terra e eles ainda nem perceberam nada.
LY-1109 – Não seja tão autoconfiante, hein. Se formos pegos, nossa missão já era. (todos começam a abastecer a espaçonave. Com tudo pronto, BO-1325 esconde o carro de sua família na mata e entra na nave)
HU-1192 – Todo mundo em seus lugares?
BO-1325 – Sim.
LY-1109 – Tudo certo.
ER-1240 – Pronto
HU-1192 – Pois vamos lá, rumo à Terra. (a nave entra no modo invisível mais uma vez, e parte em direção ao lançamento da Nine-L3)

[CENA 18 – ESTAÇÃO ESPACIAL NOVA AMÉRICA/ NAVE LIROS-45J – NAVE NINE-L3/ DIA]
(a nave Liros-45J encontra-se flutuando em cima da base de lançamento da estação. A nave se encontra no modo repouso, para não chamar atenção)
ER-1240 – (mexe em seu computador) É… parece que já deram por falta de uma nave.
LY-1109 – Viu só.
HU-1192 – Relaxa, eles não irão nos encontrar aqui.
ER-1240 – Você desativou o código de rastreio, né?
HU-1192 – Você está falando com um profissional.
LY-1109 – Como se já tivesse feito uma viagem fora da galáxia. (enquanto todos estavam focados na missão, BO-1325 estava assistindo sua mãe na TV)
BO-1302 (pelo monitor) – Os astronautas já embarcaram na espaçonave, em questão de minutos partirão para o espaço.
[NAVE NINE-L3]
(a tripulação se prepara para partirem, estão verificando os últimos ajustes, suprimentos e capsulas para trazerem humanos da Terra. Tudo pronto, eles vão para a sala de controle)
HU-1166 – Coloquem o cinto, pessoal.
HU-1180 – Vamos acenar para a população e vamos partir.
MZ-1109 – Não podemos simplesmente acenar para eles e depois sairmos deste planeta? Quero logo sair daqui.
HU-1180 – Calma, não podemos deixar que desconfiem da nossa missão original.
HU-1166 – Ele tem razão. Por isso é bom seguir todos os procedimentos. (liga o microfone e a TV)
BO-1302 (pelo monitor) – Vamos entrar em contato agora com os astronautas. Vamos ver se eles estão tão ansiosos quanto a gente por esta missa galáctica.
HU-1180 – (entra ao vivo) Bom dia população de Nova América! Por aqui estamos prontos. Nave abastecida para os próximos 05 anos. E desejamos encontrar vida ou quem sabe, um planeta possivelmente habitável.
BO-1302 – Vocês já têm algum ponto específico da galáxia para iniciarem a busca?
HU-1180 – Específico, específico ainda não. Mas assim como a Via Láctea, Andrômeda é enorme. Existem alguns sistemas planetários vizinhos, que valem a penas darmos uma olhada. Então, iremos começar por lá.
BO-1302 – E caso encontrem vida fora daqui, quais são as estratégia de contato vocês tem em mente?
HU-1180 – (ri) Olha, primeiramente não sabemos que tipo de vida iremos encontrar. Pode existir desde vida microscópicas até grandes nações superdesenvolvidas.
HU-1166 – Isso em uma das piores hipóteses.
HU-1180 – Mas estamos levando um pouco da nossa cultura para o espaço. Música, dados históricos, imagens da nossa civilização. E sem dúvida, essa missão é de levarmos a paz entre os povos intergalácticos.
BO-1302 – Olha só, gente. Todos nós desejamos boa sorte a vocês. Que estes anos no espaço passem rápido e em breve vocês retornem para casa.
HU-1180 – Obrigado. (a transmissão se encerra, desliga o microfone)
MZ-1109 – Será que podemos partir agora?
HU-1180 – Calma. Vamos ver o que eles irão falar da gente. (observa o monitor)
BO-1302 – É o que vocês acabaram de ver pessoal. Então? Será que realmente estamos sozinhos no universo? A missão liderada pela a equipe de pesquisa do laboratório Genes irá tentar responder está pergunta pra gente.
[NAVE LIROS-45J]
LY-1109 – Será que sua mãe não vai parar de puxa o saco desses caras?
BO-1325 – Ela está fazendo o trabalho dela.
ER-1240 – Mantenham o foco na nossa missão. Olhem lá, a nave já vai partir.
HU-1192 – Não se preocupa. (liga a nave) Que eu estou de olho neles.
[NAVE NINE-L3]
HU-1166 – Propulsores ligados.
HU-1180 – Entrando em contato com a base de comando para liberar a barreira.
HU-1166 – Barreira liberada.
HU-1180 – Senhores, estamos prontos para partir. (a nave decora segundos depois. Uma multidão que cercava a base comemora a partida deles. Os garotos na Liros-45J se apressam para alcançar a nave, que era um pouco mais rápida que eles)
[NAVE LIROS-45J]
ER-1240 – Mais rápido, HU. Eles vão sair e a barreira será ativada novamente.
HU-1192 – Relaxa que vai dar tudo certo. (acelera ao máximo, tenta acompanhar Nine-L3. Com um pouquinho de sorte, Liros-45J consegue sair segundos após os astronautas. Os garotos comemoram, mas logo fazem silêncio para a próxima etapa. Acoplar uma nave na outra, sem serem descobertos)

[CENA 19 – ESTAÇÃO ESPACIAL NOVA AMÉRICA/ SETOR DAS ESPAÇONAVES/ DIA]
(vários robôs-policiais estão no local, investigando como uma nave grande igual a Liros-45J desapareceu magicamente. Alguém do governo entra no salão)
GT-1121 – O que aconteceu aqui?
MZ-1123 – Senhor uma das espaçonaves sumiu.
GT-1121 – E como isso aconteceu?
MZ-1123 – Não sabemos ainda. Quando viemos buscas a espaçonave Nine, a Lirus não estava aqui.
ROBÔ-POLICIAL – Coletamos as imagens da câmera de segurança. Alguém suspeito entrou aqui antes da Nine ser levada.
GT-1121 – Quem?
ROBÔ-POLICIAL – Infelizmente quem fez isso, manteve o cuidado de não revelar seu rosto. (mostra as imagens para o governador)
GT-1121 – Eu quero que analisem estas imagens e descubram quem é este rapaz.
ROBÔ-POLICIAL – Sim, senhor. (saí da sala)
GT-1121 – Mas alguém sabe disso?
MZ-1123 – Não, senhor.
GT-1121 – Que bom. Que isso não chegue até a impressa está bem. Ainda bem que eles estão entretidos lá fora. (saí em seguida, sério. MZ-1123 fica parado, sem saber o que fazer.

[CENA 20 – ESPAÇO/ NAVE NINE-L3]
HU-1180 – (recebe a notícia do desaparecimento da Lirus) Uma espaçonave sumiu.
HU-1166 – Como assim sumiu?
HU-1180 – Estão tentando investigar, mas tudo indica que foi momento antes da Nine ser buscada.
HU-1166 – Precisamos voltar. A Lirus é a segunda melhor espaçonave inventada por nossa família. Temos que encontrá-la.
MZ-1109 – Não vamos voltar para lugar nenhum. Temos uma missão pela frente.
HU-1180 – MZ tem razão. E mesmo assim, não tivemos ordem de retorno. Vamos continuar nossa viagem.
HU-1166 – Mas e se precisarem da gente?
HU-1180 – Eles têm bons reforços lá embaixo. Vão saber encontrar a nave sozinhos. Bem, vamos acelerar. Apertem os cintos.

[CENA 21 – ESPAÇO/ NAVE LIRUS-45J]
(todos estão comemorando por estarem no espaço)
LY-1109 – Conseguimos, pessoal! Driblamos o Governo e estamos no espaço.
BO-1325 – (observa seu planeta pela janela da nave, fascinado com tamanha semelhança com a Terra) É lindo. É bem mais azul do que a Terra, isso não se pode negar.
ER-1240 – Nosso planeta realmente é lindo. Eu gosto de chamá-lo de “Mini-Terra”. Bem melhor do que o nome que deram para ele, Aquares-d.
HU-1192 – Espero que tenham tirado fotos a vontade, mas peço que apertem seus cintos que vamos acelerar. Precisamos acompanhar aquela nave ali. (todos se seguram em suas cadeiras, HU acelera a nave tentando acompanhar Nine)

[CENA 22 – ESTAÇÃO ESPACIAL/ CENTRAL DE CONTROLE/ DIA]
(o governador foi convocado até a central de controle, parece que descobriram quem levou a Lirus)
GT-1121 – (entra na sala, sério) Espero que tenham finalmente descoberto quem levou a espaçonave.
ER-1189 – Descobrimos senhor. Fizemos uma análise em 360° nas imagens, e conseguimos ver o resto do suspeito. (exibe o rosto para o governador)
GT-1121 – A que família em pertence?
ER-1189 – Como ele estava todo encapuzado não conseguimos identificar seu rótulo de início. Mas, graças ao acesso ao banco de dados, descobrimos que ele pertence à família HU. Este é o rotulo dele! (o governador observa atentamente o rótulo de HU-1192)

 

FAMÍLIA: HU                    NOME: HU-1192

SEXO: Masculino              VIDA ESTIMADA: 75 anos

HABILIDADES:                 DEFEITOS:

– Manuseio de Comandos    – Vulnerabilidade emocional.

  Espaciais;

– Números e Cálculos;

– Liderança;

– Controle e Perspicácia.

TIPO SANGUÍNEO: A+

FAMÍLIAS GENÉTICAS: GT – IV

PROFISSÃO ADEQUADA: Piloto / Exército do Governo

 

[CENA 23 – ESPAÇO/ NAVE LIRUS-45J]
(HU-1192 continua tentando acompanhar a espaçonave Nine-L3. Pelo visto, a nave é mais potente do que eles imaginavam)
ER-1240 – (segura-se com força na poltrona) Tudo bem aí, HU?
HU-1192 – Tudo certo. Apenas se segurem que irei acelerar mais.
BO-1325 – Mais? (segura-se mais forte, quando a nave acelera. Bem mais rápido e correndo o risco de chamar atenção, já que desativou o modo silencioso, HU-1192 consegue acompanhar Nine-L3. Bem próximo dela, diminui a velocidade, ativa o modo silencioso novamente)
HU-1192 – Estão todos bem?
BO-1325 – Acredito sim. Se nenhuma parte do meu corpo não ter ficado pra trás.
LY-1109 – Mais alguém aí está com vontade de vomitar?
ER-1240 – Conseguiu acoplar?
HU-1192 – Vou fazer isso agora. (próximo a Nine, HU consegue igualar Lirus abaixo dela. Com tranquilidade, ativa os acopladores e tenta se aproximar com calma, da mesma maneira que tenta permanecer no mesmo ritmo que a nave)
ER-1240 – Com cuidado, HU. Se eles descobrirem a gente aqui, está tudo acabado.
HU-1192 – Será que tem como ficarem em silêncio e deixar eu trabalhar. (HU começa a suar, também está com medo de ser descoberto, isso o deixa nervoso)
BO-1325 – (baixinho) Devagar. Devagar. Devagar. (cruza os dedos, torce para HU conseguir)

[CENA 24 – ESPAÇO/ NAVE NINE-L3]
MZ-1190 – (na janela da nave, observa a imensidão do espaço) Aqueres-d parece um pontinho azul visto daqui.
HU-1166 – (se aproxima dele) E olha que nem estamos tão distantes assim. Isso mostra o quão pequeno é o nosso planeta.
HU-1180 – Por que ao invés de ficarem aí vendo o espaço pela janela, não vão verificar os demais setores da nave.
MZ-1190 – Ouviu o chefe, né. Vamos trabalhar. (os dois saem da sala de controle, HU-1180 fica sozinho)

[CENA 25 – ESPAÇO/ NAVE LIRUS-45J/ SALA DE CONTROLE]
(HU-1192 continua tentando acoplar Lirus, mas está sendo uma tarefa difícil  acompanhar a velocidade de Nine e acoplar sem ser descoberto)
HU-1192 – Anda espaçonave, ajuda aê. Eu sei que você é capaz de bem mais que isso. (os demais cruzam os dedos, torcem para dar tudo certo)

[CENA 26 – CASA DA FAMÍLIA “BO”/ SALA – COZINHA/ DIA]
(os pais de BO-1325 chegam em casa após acompanharem o lançamento da Nine-L3)
CASA – Bem vindos, senhores. Como foi o lançamento?
BO-1302 – Foi tranquilo. Esperava alguma manifestação de algum rebelde, mas tudo ocorreu tranquilamente.
AN-1385 – Esperamos que esta missão tenha sucesso, né. Porque passar 05 anos fora, e não encontrar nenhum sinal de vida, é dinheiro indo ralo abaixo.
BO-1302 – (se aproxima dele) Espero que estejamos lá para acompanhar esse momento de sucesso…
AN-1385 – …ou de grande fracasso. (os dois sorriem, se beijam)
BO-1302 – Onde está o BO-1325?
CASA – Ele ainda não chegou, senhora.
BO-1302 – Ainda não chegou? Estranho.
AN-1385 – Ele deve estar na casa da LY. Verifica isso por favor.
CASA – Ligando para a casa da família LY. (os dois caminham até a cozinha, minutos depois a casa já tem uma resposta) BO também não está na casa da LY-1109.
BO-1302 – (desconfiada) Não está?
CASA – LY-1109 também não se encontra em casa.
AN-1385 – Viu só. Os dois provavelmente devem estar juntos.
BO-1302 – Sim, mas aonde eles estão?

[CENA 27 – ESPAÇO/ NAVE LIRUS-45J/ SALA DE CONTROLE]
(HU-1192 continua tentando acoplar Lirus, mas está sendo uma tarefa difícil)
HU-1192 – (suado) Anda querida, precisamos só ficar igual a eles. Você consegue.

[CENA 28 – ESPAÇO/ NAVE NINE-L3/ SALA DE CONTROLE]
(após verificarem se estava tudo certo nos demais setores da nave, MZ e HU retorna para a sala de controle)
MZ-1190 – Tudo certo na ala leste, senhor.
HU-1166 – Tudo certo também na ala oeste.
HU-1180 – Ótimo. Agora sentem-se que vamos dar uma aceleradinha nesta viagem. (os demais se sentam e apertam os cintos) Se segurem, que vamos deixar o nosso sistema binário em 3, 2, 1… (acelera ao máximo a espaçonave, que saí universo adentro num piscar de olhos. Lirus-45J fica para trás, os garotos boquiabertos com a velocidade que a nave sumiu)

[CENA 29 – ESPAÇO/ NAVE LIRUS-45J/ SALA DE CONTROLE]
ER-1240 – É… por essa eu não esperava.
BO-1325 – E agora, pessoal?
LY-1109 – Parece que temos que ir pra Terra do jeito mais difícil.
HU-1192 – (decepcionado) Faltava tão pouco! Tão pouquinho e eu conseguia.
ER-1240 – A culpa não é sua HU. Não imaginávamos que a Nine fosse tão rápida assim. Você fez o seu melhor.
HU-1192 – Eu devia ter sido mais rápido. Faltava isso aqui… (faz sinal com a mão) … para eu conectar as duas naves.
LY-1109 – Não deu certo, HU. Nem tudo saí como o planejado. Agora, devemos planejar como chegaremos na Terra sem gastar todo o nosso combustível.
ER-1240 – A LY tem razão. Estávamos tão confiantes que iriamos pegar carona para sair de nossa galáxia com a espaçonave do governo, que nem nos preocupamos em trazer muito combustível.
BO-1325 – O combustível que temos só dar para uma viagem de ida até a Terra. Não teremos combustível para voltar.
ER-1240 – (pensativo) A gente pensa como voltar depois. Se temos combustível suficiente para continuar nossa viagem, nós vamos em frente.
HU-1192 – (centrado) Não se preocupem galera, eu não vou falhar dessa vez. (todos se posicionam corretamente em suas cadeiras) Todos prontos?! (todos respondem)
TODOS – Sim!! (a nave acelera pelo o espaço)

Semanas depois…

[CENA 30 – ESPAÇO/ NAVE LIRUS-45J/ SALA DE CONTROLE]
(o pessoal estão alguns meses no espaço e ainda não saíram da galáxia)
BO-1325 (narrando) – (sentado ao lado da janela da nave, observa a escuridão do universo) Hoje completa três meses que estamos viajando pelo o espaço. Ainda continuamos em Andrômeda. Devido aquele imprevisto com a Nine tivemos que alterar algumas coisas durante a nossa viagem. O tempo estimado que seria de 2 anos, se amplia para uns 3 e meio. Não podemos ir rápido demais com a Lirus, porque não queremos arriscar em acabar rápido o combustível em estoque. Fora este problema, também corremos o risco de ficarmos sem comida suficiente para até o final da viagem. Começamos a racionar tem alguns dias e em breve entraremos no modo hibernação, assim que sairmos da galáxia. A previsão era dormirmos por um período de 1 ano, mas como nossa viagem foi ampliada, teremos que dobrar este período. Não temos informações suficientes de como ficaremos após dormir por um período tão longo assim. Se sairmos vivos disso, possivelmente entraremos para a história. (olha pela janela, observa a escuridão do espaço) O espaço traz uma sensação de paz, quando observado de perto. É tranquilo aqui em cima. Como será que estão as coisas em Aquares-d? Será que estão sentindo muito a nossa falta?

[CENA 31 – CASA DA FAMÍLIA “BO”/ SALA/ DIA]
(o governo e alguns robôs-policiais estão na sala da família BO. Desde que os garotos sumiram com uma das espaçonaves do governo, eles fizeram quarentena nas famílias BO, HU, ER e LY)
GT-1121 – (irritado) Não é possível que após esse tempo todo, nenhum dos garotos tenham entrado em contato. Onde eles se meteram com aquela nave?
BO-1302 – Tenha certeza, senhor Governador que se soubéssemos contaríamos para vocês. BO em nenhum momento deixou escapar pra gente que planejava isso.
GT-1121 – Os robôs-policiais continuaram aqui de quarentena, para qualquer contato de BO, interceptar na mesma hora. Ele e a casa foram conectados, portanto, também saberão de tudo que for discutido nesta casa. (se aproxima dela) Se em algum momento eu descobrir que vocês estão ocultando informações e estão protegendo esses moleques, eu mesmo farei questão de antecipar o vencimento do rótulo de vocês! (saí de casa, AN-1385 se aproxima de BO, a consola)
AN-1385 – Eles irão ficar bem, querida.
BO-1302 – (chora) Eu só quero meu filho, amor. Eu só o quero aqui comigo.

[CENA 32 – ESPAÇO/ NAVE LIRUS-45J/ SALA DE CONTROLE – SALA DE REUNIÃO]
(todos estão em seus lugares, se preparam para saírem de Andrômeda)
HU-1192 – Segurem-se pessoal, vamos dar uma acelerada. (pisa fundo no acelerador, Lirus percorre em alta velocidade espaço a fora. Minutos depois, saem da galáxia. Aos poucos vai desacelerando)
ER-1240 – (vibra de sua cadeira) Conseguimos! Parabéns HU, conseguimos.
LY-1109 – Agora partiu Via Láctea.
HU-1192 – Calma pessoal, que até lá temos um pouco mais de 2 milhões de ano-luz de distância pela frente.
ER-1240 – Verdade. Agora que estamos definitivamente no vazio do espaço, temos que planejar a nossa rota daqui em diante. (todos estão na sala de reunião agora) Temos uma longa viagem pela frente até chegarmos a Via Láctea. Se continuamos numa velocidade constante, aumentando-a um pouco em um ciclo contínuo, estimo que em 2 anos e meio, no máximo 3 chegaremos.
BO-1325 – Nossa, tanto tempo assim?
ER-1240 – É porque estou usando o nosso calendário. Mas se basearmos nossa viagem no calendário terrestre, chegaremos em um pouco mais de 2 anos.
BO-1325 – Sim, eu esperava isso.
ER-1240 – Por enquanto a nossa preocupação é chegarmos lá bem. Como o HU é o único que tem a habilidade para pilotar a nave, ele não entrará em modo hibernação primeiro. Eu estava pensando na LY ou em você BO.
BO-1325 – Eu não planejo hibernar agora.
LY-1109 – Por mim tudo bem ser a primeira.
ER-1240 – Beleza. A LY irá hibernar primeiro. Você irá dormir por 8 meses. Após este período, iremos te acordar e outra pessoa hibernará. Iremos ficar trocando de turno, beleza. Tecnicamente, como sempre terá uma pessoa dormindo, significa que terá três pessoas acordadas na nave. Isso permite que ampliemos por um período maior a comida disponível.
HU-1192 – Eu possivelmente serei o último a hibernar.
ER-1240 – Eu andei pensando nisso. Caso você se sinta cansado, basta você ensinar eu e o BO que iremos ficar no seu lugar.
HU-1192 – Ok.
ER-1240 – Uma outra coisa me preocupa, mas quero debater isso em um outro momento. Por enquanto, queria definir este assunto com vocês.
LY-1109 – Por mim tudo bem.
HU-1192 – Eu também estou de acordo.
BO-1325 – Combinado então.
ER-1240 – Ótimo. Precisamos preparar seu corpo para entrar em hibernação, LY. Serão oito meses sem comer, sem se movimentar, precisamos deixá-la pronta pra isso.
LY-1109 – (um pouco nervosa) Pensando bem, acho que me arrependi de querer ir primeiro.
ER-1240 – Relaxa viu, eu vou te mostrar tudo que precisa fazer. (segura nas mãos dela, confiante)

Semanas Depois…

[CENA 33 – ESPAÇO/ NAVE LIRUS-45J/ SALA DE CONTROLE]
(nas últimas semanas ER passou preparando o corpo de LY para a hibernação. Ela foi a primeira a hibernar e os demais garotos continuam a viagem normalmente)
BO-1325 (narrando) – (sentado ao lado da janela, observa o espaço) LY-1109 está em seu terceiro dia de hibernação. Eu e ER estamos aprendendo tudo sobre como pilotar uma espaçonave. Confesso que até que não é tão difícil assim. Vamos aproveitar esses próximos meses e aprender as habilidades de cada um. Assim, quando um estiver hibernando, não fará tanta falta assim. (olha algumas estrelas) Mesmo no espaço as estrelas parecem tão brilhantes. (pega seu caderno) Fico imaginando como é a visão do céu noturno da Terra.
HU-1192 – (o cutuca) BO… vamos lá para mais uma aula?
BO-1325 – (fecha o caderno) Vamos lá. (levanta-se, seguindo-o)

Meses depois…

[CENA 34 – ESPAÇO/ NAVE LIRUS-45J/ SALA DE CONTROLE]
(dois anos se passaram, HU quem está hibernando dessa vez, será despertado em poucos meses. Por enquanto, BO e ER estão revezando no controle da nave)
ER-1240 – (olha o mapa do universo) Estamos quase lá. Acho que uns 4 meses ainda, até chegarmos a Via Láctea.
LY-1109 – Gente, não me levem a mal, mas é sério não aguento mais ficar nessa nave. Preciso conhecer gente nova e pra já.
ER-1240 – Relaxa LY, em pouco tempo você estará um planeta novo, cheio de pessoas para você fazer amizades.
LY-1109 – Tomara.
BO-1325 (narrando) – (pilota a nave) Um planeta novo, cheio de pessoas. Quando eu era criança, costumava me deitar no jardim da minha casa e observar as estrelas à noite. Sempre me perguntava se realmente estávamos sozinhos no universo. Algo em mim dizia que em algum lugar nessa vasta escuridão, deveria existir alguma população que também olhava para as estrelas atrás de respostas. Será que nesse momento, tem alguém deitado em seu quintal, olhando para o céu noturno de seu planeta e se fazendo essa mesma pergunta?! (solta um leve sorriso ao imaginar isso)

Meses depois…

[CENA 35 – ESPAÇO/ NAVE LIRUS-45J/ SALA DE CONTROLE]
(após longos 3 anos e 8 meses de viagem, os garotos finalmente chegaram a Via Láctea, ambos comemoram assim que a veem pertinho)
HU-1192 – Chegamos pessoal. Bem-vindos a Via Láctea.
BO-1325 – (observando-a fascinado) Ela é tão linda pessoalmente quanto por hologramas.
LY-1109 – Eu que o diga!
HU-1192 – Bem, espero que tenham a admirado bastante, porque vamos acelerar um pouquinho agora. Se segurem. (pisa fundo no acelerador, Lirus vai reto em direção a galáxia)

[CENA 36 – JORNAL BOM DIA AMÉRICA/ DIA]
(BO-1302 está dando uma reportagem sobre a missão do governo de encontrar vida pela galáxia)
BO-1302 – Agora mais notícias sobre a missão Buscando Vida por Andrômeda. Recentemente o Governo liberou algumas imagens tiradas da nave Nini-L3. (a foto de um planeta aparece ao lado da tela) Esse grande planeta rochoso é um grande candidato para abrigar vida. Ele foi nomeado como Nine-43b e os cientistas já planejam futuras explorações a ele. (a foto desaparece, ela muda de câmera) Será que encontramos um novo lar? (fica séria de repente, as fotos dos garotos aparecem na tela) Já se passaram quase 04 anos que estes garotos desapareceram junto com a nave Lirus-45J. (a foto da nave aparece logo acima) Até então não tivemos nenhuma notícia de onde eles estão. Estamos aqui novamente, pedindo a ajuda de todos para caso saibam de alguma informação, por favor entre em contato com a gente. (sente vontade de chorar) São quatro famílias desesperadas querendo notícias de seus filhos. (a câmera vai focando o rosto dela) Garotos… caso vocês estejam vendo este jornal, por favor, por favor voltem para casa. Suas famílias estão preocupadas. Todos estão. Voltem para o lar crianças. (fica alguns segundos em silêncio) O Jornal Bom Dia América fica por aqui. Até amanhã! (o jornal se encerra com as fotos das quatro crianças na tela e telefones para contato abaixo delas)

[CENA 37 – ESPAÇO/ NAVE LIRUS-45J/ SALA DE CONTROLE]
(os garotos entram na Via Láctea. O próximo passo agora é chegar ao Sistema Solar)
LY-1109 – (animada) Gente, isso é real? Realmente estamos na Via Láctea? Alguém me belisca para ver se eu não estou sonhando.
ER-1240 – Relaxa, LY. Deixa para fazer isso quando chegarmos a Terra.
HU-1192 – Eu tava pensando em acelerar um pouco, pessoal. O que vocês acham?
ER-1240 – Acelerar?
HU-1192 – Sim. Isso reduziria nossa estimativa de 9 meses, para uns 7 ou 6.
LY-1109 – Sim, assim como acabaria rápido nosso combustível.
HU-1192 – Eu tô querendo dizer que o pior já passamos. Estamos em uma outra galáxia, a milhares de quilômetros do nosso planeta. Não custa nada acelerarmos um pouquinho e sairmos logo desta nave.
ER-1240 – Realmente queremos sair da nave, mas temos que ser precavidos, HU. Não podemos arriscar tudo e ficarmos perdidos numa galáxia desconhecida. Viemos de muito longe e precisamos agir com calma daqui em diante. Principalmente quando chegarmos a Terra. Possivelmente a tripulação do governo estarão lá.
BO-1325 – Andei pensando nisso.
ER-1240 – Precisamos pousar longe deles, assim como manter o cuidado de não sermos descoberto.
LY-1109 – Verdade, HU. Vamos com calma, está bem. Todo mundo aqui está cansado, sabemos disso. Mas estamos quase no final já. Podemos aguentar um pouquinho.
HU-1192 – Ok.
ER-1240 – (levanta-se) Eu vou pegar o mapa da Via Láctea e descobrir a nossa localização. (saí da sala de controle)

[CENA 38 – ESTAÇÃO ESPACIAL/ SALA DE CONTROLE/ DIA]
(o governador está andando de um lado para o outro, preocupado. Tem um bom tempo que não recebeu nenhuma notícia da Nine-L3. A última informação que tiverem é que haviam chegado a Via Láctea. Desde então não soube mais de nada. Dia e noite ele tem visitado a base de controle, para saber de alguma informação, mas ultimamente não tem chegado nada)

[CENA 39 – ESPAÇO/ NAVE LIRUS-45J/ SALA DE REUNIÃO – SALA DE CONTROLE]
(os garotos estão na sala de reunião, com o mapa da via láctea na mesa)
ER-1240 – Estamos aqui. (circula no mapa) O Sistema Solar está aqui. (faz outro círculo poucos cm do anterior)
LY-1109 – Bem próximos.
ER-1240 – Sim, tivemos sorte. Então só continuamos em linha reta chegaremos lá.
BO-1325 – Qual o tempo estimado?
ER-1240 – Pelo os meus cálculos 5 meses.
HU-1192 – Quatro se acelerássemos mais.
ER-1240 – (pensativo, olha para o mapa) Não podemos duvidar da sorte, HU. Embora tenhamos entrado num ponto próximo ao Sistema Solar, devemos tomar todo o cuidado. Não sabemos o que podemos encontrar aqui. (todos se entreolham, minutos depois estão na sala de controle)
HU-1192 – Todos prontos?
LY-1109 – Sim.
BO-1325 – Pronto.
HU-1192 – Sistema Solar aí vamos nós! (acelera a espaçonave, desaparecendo em questão de segundos)

Meses depois…

[CENA 40 – ESPAÇO/ NAVE LIRUS-45J/ SALA DE CONTROLE]
(após longos meses de viagem os garotos finalmente chegam ao sistema solar. De longe já conseguem ver Netuno)
BO-1325 – (na janela da nave, feliz) Chegamos pessoal! (aponta para um ponto azul crescendo conforme se aproximavam) Vejam. Aquele parece ser o planeta Netuno! (todos caminham até ele, com exceção de HU, que continua pilotando a nave)
ER-1240 – Sim. Realmente é o planeta Netuno. (a nave vai se aproximando, chegam próximo do planeta, fazem uma pausa)
HU-1192 – (todos estão ao lado da janela da nave, admiram o planeta) É tão azul quanto Aquares-d.
ER-1240 – Né. Bem, depois desse ainda temos quatro planetas pela frente. (toca no ombro dele) Que tal aquela ideia de darmos uma acelerada?
HU-1192 – (um sorriso cresce em seu rosto) Você tá falando sério?
ER-1240 – Lógico.
HU-1192 – (corre até sua cadeira) Todos para os seus lugares que vamos acelerar. (todos correm para suas cadeiras, colocam o cinto e se seguram) Vamos lá bebê, chegou a hora de você mostrar seu potencial. (Lirus-45J se afasta de Netuno rapidamente)

Semanas depois…

[CENA 41 – ESPAÇO/ NAVE LIRUS45-J/ SALA DE CONTROLE]
(após algumas semanas em viagem pela o Sistema Solar conhecendo alguns planetas, como o grande gasoso Júpiter e os bonitos anéis de Saturno, os garotos finalmente chegam em Marte)
BO-1325 – (fascinado) O planeta vermelho! Será que poderíamos visitá-lo?! Pelo menos sobrevoar sobre ele?
HU-1192 – Eu acho melhor não, BO. Se entrarmos na atmosfera deste planeta, talvez não tenhamos condições para sair e ir para Terra.
ER-1240 – Quem sabe na volta, BO. Vamos para a Terra, vamos coletar suprimentos, muito combustível e na volta damos uma passadinha em marte.
BO-1325 – Quanto tempo até a Terra?
ER-1240 – Bem, se eu acelerar um pouco, em algumas horas. (olha para ER, que confirma com a cabeça) Se segurem aí. Próxima parada, planeta Terra! (BO volta para sua cadeira, todos se seguram firme, Lirus-45J acelera)

[CENA 42 – ESTAÇÃO ESPACIAL/ SALA DE CONTROLE/ NOITE]
(o governador foi chamado às pressas, após a estação receber uma gravação da nave Nine-l3. Ele chega à sala de controle, caminha até ER-1189)
GT-1121 – Finalmente eles mandaram algo. O que foi?
ER-1189 – O senhor precisa ver isso atentamente. (dar play no vídeo)
HU-1180 (por vídeo) – Acho que devem estar se perguntando porque ficamos tanto tempo sem mandar notícia. Pedimos desculpa, mas é que alguns imprevistos ocorreram. O ponto que entramos na Via Láctea não foi o planejado. Tivemos que criar uma nova rota para chegarmos ao Sistema Solar. Bem, mas com muito trabalho chegamos aqui. (filma a Terra) Lá está o grande planeta azul. Em algumas horas entraremos na atmosfera do planeta. Possivelmente a próxima mensagem que enviaremos… (de repente, a Terra se explode no meio da gravação) … Mas o que? O que foi isso? (o impacto da explosão do planeta chega até a Nine, que a empurra para trás, girando-a várias vezes. As imagens que o governador ver por alguns segundos são da nave girando e girando, como as vozes dos astronautas)
HU-1166 (apenas áudio) – Se segurem.
HU-1180 (apenas áudio) – Cuidado, os fragmentos estão vindo até nós. (alguns fragmentos de pedra passam pela nave)
ER-1189 – Vou avançar um pouco. (avança um pouco o vídeo, a Nine consegue voltar ao controle, estão próximo da explosão)
HU-1180 (apena áudio) – (assustado) O que aconteceu aqui? (observa vários fragmentos do que parecia ter sobrado da Terra) Como isso aconteceu? (segundos depois se escuta um barulho assustador vindo atrás deles, a nave vira-se e grava uma grande espaçonave se aproximando) O que é aquilo?
HU-1166 (por áudio) – Aquela nave está se aproximando da gente. Temos que fugir, HU!!
HU-1180 (por áudio) – Todos para os seus lugares. (a nave continua gravando tudo, Nine-L3 acelera seu máximo, porém parecia não sair do lugar) Não estamos nos afastando. Parece que formos pegos por algum campo gravitacional.
HU-1166 (por áudio) – O que vamos fazer? Seremos levados pela aquela nave. (a grande nave começa se aproximar lentamente) Temos que fazer alguma coisa, HU. O que vamos fazer? O que vamos fazer? (HU-1180 continua em silêncio, parecia assustado, assim como o governando observando as imagens. Aos poucos a nave Nine-L3 vai sendo levada para dentro da gigante espaçonave. Assim que entram, tudo fica escuro e em silêncio)
GT-1121 – (assustado) O que foi que aconteceu?
ER-1189 – Acreditamos que eles tenham sido levados por alguma civilização muito mais evoluída, senhor.

[CENA 43 – ESPAÇO/ NAVE LIRUS-45J/ SALA DE CONTROLE]

(HU-1192 deixou a nave no piloto automática e estão todos na janela. Afinal, este é o grande momento da jornada deles, finalmente irão conhecer a Terra pessoalmente. No entanto, tem algumas horas que se afastaram de Marte e até então não viram nenhum planeta azul)

ER-1240 – (desconfiado) Já deveríamos ter visto a Terra, não acham?
BO-1325 – (observa alguns fragmentos de pedra) Será que erramos a rota?
HU-1192 – Não. Eu programei a nave para seguir a viagem corretamente. Estamos na zona da Terra.
ER-1240 – Pois já era para está visível para nós.
BO-1325 – Tem alguma coisa errada. É normal esse tanto de detritos nessa área?
LY-1109 – Talvez estivéssemos errados, pessoal. A Terra talvez não exista mais.
ER-1240 – Não, não é possível. Coletamos diversas imagens do governo. Aquelas imagens eram reais. A Terra tem que estar por aqui. (caminha pela as janela, a procura do planeta) E a missão do Governo? Eles também mandaram uma nave para cá? Deviam estar aqui.
LY-1109 – Ou talvez nem vieram para cá? Vai que a missão de procurar vida em Andrômeda era verdade. Como a Terra não existe mais, precisamos de um outro lugar para morar.
ER-1240 – Não, eu não acredito nisso. A Terra está aqui, ele tem que está aqui. Não acredito que fizemos essa viagem toda, passamos por aquele perrengue todo, pra no fim encontramos um bando de rochas espaciais. (todos ficam em silêncio, BO-1325 continua olhando para onde deveria ser a Terra)
BO-1325 (narrando) Eu também não queria acreditar nisso. Mas as evidências estão claras. Não há nenhum indício de planeta algum aqui. Só um bando de detritos espaciais de alguma explosão. A Terra não existe mais. Meu planeta azul existe agora só em hologramas, fotos, vídeos… (olha para seu caderno) … e fatos históricos. (olha para janela novamente) Arriscamos tanta coisa para chegarmos até aqui. Para quem pensava em fazer uma grande reportagem, esse parece ser o fim. Não temos como voltar para casa, o combustível logo acabará e ficaremos vagando por uma galáxia, completamente perdidos. (olha para seus amigos e ver a cara de decepção em ambos) Se a nossa civilização tivesse se desenvolvido com base nas crenças religiosas e não focado exclusivamente para a ciência, seria este o momento que cruzaríamos nossas mãos, teríamos o que os terráqueos chamam de fé e esperaríamos por um milagre para nos tirarmos daqui! (volta a observar o vazio a sua frente)

FIM

POSTADO POR

Produção Cyber TV

Produção Cyber TV

Conteúdos originais Cyber TV

COMPARTILHAR

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on tumblr
  • Muito bom! História interessante, com uma mensagem muito legal que mostra que nossa sociedade não é tão diferente da Nova América, e um final triste… Estava torcendo por eles. Parabéns!

    • Valeu, Tales. Fico feliz que tenha gostado. É, infelizmente, pelo menos na ficção, os humanos do futuro não aprenderam muito com os erros do passado, evoluiram como civilização, mas continuam ambiciosos e sedentos pelo poder. E embora pareça que os garotos chegaram ao fim, na verdade a aventura deles apenas começou. 😉

      Semestre que vem, talvez vem novidade por aí!

  • >
    Rolar para o topo