Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on telegram

Destinos Cruzados – Capítulo 2

CYBER TV                                                                                                              CAPÍTULO2

DESTINOS CRUZADOS

NOVELA DE:

UELITON ABREU

ESCRITA POR:

UELITON ABREU

DIREÇÃO DE NÚCLEO:

ANDERSON SILVA

CENA 1. BOATE. INTERIOR. NOITE 

ABRE EM PEDRO JÁ REAGINDO AOS DESAFOROS DE SAMUEL 

PEDRO              chega! Levem-no! 

SAMUEL É LEVADO PELOS AGENTES. NATHI O ACOMPANHA

CORTE RÁPIDO

CENA 2. DELEGACIA.SALÃO. INTERIOR. NOITE 

MOVIMENTAÇÃO. BIPE DO ELEVADOR QUE SE ABRE. PEDRO, SAMUEL SEGURADO POR DOIS AGENTES E NATHALIA CHEGANDO POR ALI

PEDRO              levem-no direto para cela! 

SAMUEL É LEVADO PRA CELA. PEDRO SEGUE RUMO A SUA SALA. NATHALIA VAI ATRÁS DELE 

CORTE RÁPIDO 

CENA 3. DELEGACIA. SALA DE PEDRO. INTERIOR. NOITE 

PEDRO ENTRA, SEGUIDO POR NATHI JÁ FALANDO COM O IRMÃO 

NATHI           por favor, irmão, ele nãé assim, só ficou com raiva. Solta ele!

PEDRO          não, Nathi. Eu não vou voltar atrás. Ele me desacatou, fiz mais que minha obrigação, não podia ficar ouvindo tantos desaforos por nada!

NATHI               meu Deus! A mãe dele vai pirar. Mano, ela disse que era pra ele tá de volta em casa à meia noite e ponto 

PEDRO          é. meia noite ele não volta, talvez volte ao meio dia de amanhã, ou se alguévier pagar a fiança dele, né?Óbvio

NATHI           que chato. Posso falar com ele pelo menos?

PEDRO          cê tem um minuto!

NATHI           afe! Tá de sacanagem, né? Só pode

PEDRO           é isso, ou nada! E aí, qual vai ser?

                                NATHI            tá, né. Nãtem outra alternativa. Até mais 

PEDRO           até. Se cuida na volta pra casa 

NATHALIA SAI

CORTE PARA

CENA 4. DELEGACIA. SALETA. INTERIOR. NOITE 

NATHI À ESPERA. SAMUEL É TRAZIDO POR UM AGENTE 

SAMUEL        amiga!

CORRE PRA ABRAÇÁ-LA 

NATHI           seu louco! Por que fez isso, hein? você não devia ter o confronta daquela forma 

SAMUEL         sei lá. Fiquei com ódio desse seu irmão. Vai me desculpar, mas ele é um idiota, que se acha 

NATHI           não fale isso, você não o conhece, ele nãé assim. Vocêcutucou, ele apenas fez seu trabalho, como policial 

SAMUEL           tá. Mas e aí? Minha mãe, ela vai me matar, se eu não tiver a meia noite em casa. Ah! Se arrependimento matasse… nem teria colocado os pés naquela boate maldita 

NATHI           eu já fiz de tudo para o Pedro te soltar, mas foi em vão, ele é do tipo que não volta atrás em suas decisões. Implorei, fiz de tudo. Nada resultou 

SAMUEL           droga! Ferrou… e agora, o que a gente faz? 

NATHI           sei que é difícil, mas calma. Calma! 

CORTE PARA

CENA 5. BARRACO DE LOBÃO. INTERIOR. NOITE 

LOBÃO E CÉSAR 

LOBÃO          e aí, seguiu o moleque? O que ele fez? Como e com quem usou a droga?

CESAR           sim, chefia. Ele usou com seu irmão, o Samuel 

LOBÃO          (REAGE FORTE) como que é?! 

CÉSAR            ele colocou alguns pacotes no bolso dele, para incriminá-lo e acionou a polícia. Sorte foi que eu consegui livra-lo da droga toda. Só que seu irmão, um tanto esquentadinho, desacatou um policial e acabou sendo preso 

LOBÃO             filho da puta! Se a dona Rosa souber disso, ela vai ficar “P” da vida. Tenho um serviço pra ti, César! 

CÉSAR           opa! Já é. Qual o serviço? 

LOBÃO          quero que você dê uma boa sova naquele otário, para ele aprender a não se meter comigo ou com alguém da minha família 

CÉSAR           falou, chefia! 

CÉSAR SAI. LOBÃO PEGA SEU CELULAR E CONTRATA UM ADVOGADO PARA SAMUEL. ELE VAI PAGAR A FIANÇA DO IRMÃ

CORTE PARA

CENA 6. DELEGACIA. SALÃO. INTERIOR. NOITE 

MOVIMENTAÇÃO. ALAN EM SUA MESA, TRABALHANDO. BIPE DO ELEVADOR, QUE SE ABRE. UM HOMEM DE TERNO, NO QUAL CHAMAREI DE LEONARDO, VEM ENTRANDO. VAI ATÉ ALAN 

LEO                boa noite! Sou Leonardo Pessoa. Sou advogado de Samuel 

ALAN            Samuel?

PEDRO          (O.S) é meu o caso! 

CÂM NA APROXIMAÇÃO DE PEDRO 

PEDRO              olá(ESTENDE A MÃO), sou o policial Pedro! 

LEO               (CUMPRIMENTA) Dr. Pessoa

PEDRO          então, veio solta-lo?

LEO               exato. (ENTREGA-LHE O DOCUMENTO) Aqui sua fiança paga! Quero meu cliente livre, sr. Policial 

PEDRO          ok. Será! Me acompanhe até minha sala, por favor. Alan, vá até a cela do Samuel e o traga até minha sala, por favor

ALAN                  ok

PEDRO VAI INDO PRA SUA SALA ACOMPANHADO PELO ADVOGADO. ALAN VAI RUMO ÀS CELAS 

CORTE PARA

CENA 7. DELEGACIA. CELAS. INTERIOR. NOITE 

ABRE EM SAMUEL ALI SENTADO NO CHÃO, RECOSTADO NA PAREDE. ALAN CHEGA POR ALI

ALAN             Samuel, você foi preso por que, mano?

SAMUEL        desacatei um policial babaca aíveio fazer o quê aqui?

ALAN            vim te buscar. Você tá livre

SAMUEL         como?

ALAN            seu advogado está aíNão sei de mais detalhes. Só pediram pra vir te buscar. vamos 

ALAN DESTRANCA A CELA E LEVA SAMUEL ATÉ PEDRO

CORTE PARA

CENA 8. DELEGACIA. SALA DE PEDRO. INTERIOR. NOITE 

ALAN ENTRA APÓS BATER À PORTA TRAZENDO SAMUEL 

ALAN             com licença, senhoresAqui está o Samuel 

PEDRO           obrigado, agente!

ALAN            de nada! Com licença! (SAI) 

PEDRO          tá livre, moleque! pode comemorar, sua fiança foi paga

SAMUEL           quem lhe mandou aqui, doutor?

LEO                isso não importa, o que importa é que você está livre agora, garoto!

SAMUEL           você tem razão. Que bom que eu vou sair desse inferno. Aleluia, senhor!    

LEO                bom, é isso. Obrigado, senhor policial 

PEDRO          nada. Agora, é só seu cliente andar na linha e não sair por aí desacatando autoridades. Tenha um ótimo final de noite, doutor 

SAMUEL         (SUSSURRA) babaca!

PEDRO             é o que é, rapaz? O que cê falou? 

SAMUEL        não falei nada! Só pensei alto aqui comigo mesmo

LEO                    bom, melhor irmos andando… já está tarde e você precisa voltar logo pra sua casa antes que sua mãe der por sua falta 

SAMUEL           claro, vamos sim. Passar bem policial 

E VÃO EMBORA

CORTE PARA 

CENA 9. STOCK-SHOTS. EXTERIOR. NOITE/ DIA

CENA 10. CASA DE SAMUEL. COZINHA. INTERIOR. DIA 

ROSA À MESA, TOMANDO SEU CAFÉ. SAMUEL ENTRA. ROSA SÉRIA 

SAMUEL          bom dia, mãe!

ROSA             o que eu lhe disse ontem, hein, rapazinho?

SAMUEL         o quê, mãe? a senhora disse que era pra eu voltar meia noite, e eu voltei

ROSA             é, voltou. Meia noite e dez minutos. E o que eu falei pra você? Hum? Meia noite, sem acréscimos! 

SAMUEL        nossa, mas foram só dez minutos de atraso. O que há de mal nisso?

ROSA                tudo. E, ó, não vai ter próxima, fique ciente. E outra, já fiquei sabendo por fontes que você foi preso por desacatar um PM 

SAMUEL          quem lhe contou?

ROSA             não importa! Que feio, tretar com um policial. Que foi? Bebeu chazinho de maconha? Essa não foi a educação que eu te dei, garoto 

SAMUEL        eu? Claro que não, mãe. Só me defendi, aquele policial que é um retardado, que já veio logo pra cima de mim querendo me revistar. Tenho sangue de barata, não, dona Rosa 

ROSA            uhm! Espero que isso não se repita, tá me ouvindo? Nunca mais. Não criei filho meu pra andar por aí metido em confusões 

SAMUEL        ah, com certeza, não haverá próxima, amor. É. Deixa ir. Tchau. Beijos 

SAMUEL DÁ BEIJINHO NELA E SAI 

ROSA             tchau. Boa aula. Se cuida! 

CORTE PARA

CENA 11. UNIVERSIDADE. CORREDORES. INTERIOR. DIA

ABRE NA CHEGADA DE SAMUEL SENDO OBSERVADO POR TODOS OS ESTUDANTES. ELE ESTRANHA. VAI AO ENCONTRO DE NATHI. SEGUEM CAMINHANDO, ENQUANTO FALAM

NATHI            amigo, você foi solto? Quem conseguiu te liberar? 

SAMUEL          alguém misterioso me ajudou. Nem pergunte. Não faço ideia de quem seja, juro. Só mandou seu advogado com a fiança paga. Ponto

NATHI            que bom, né? Maravilha! E. Ah, todos já estão sabendo do ocorrido, por isso estão a te olhar desse jeito… 

SAMUEL        tô com minha consciência tranquila, querem jugar? Que juguem. Tô fodendo por isso. Vamos pra aula?

NATHI           bora. Que bom que você saiu. Estava…. 

SEGUEM FALANDO FORA DE ÁUDIO 

CORTA PARA

CENA 12. COLÉGIO. SALA DE AULA. INTERIOR. DIA 

HUGO EXPLICA MATÉRIA FORA DE ÁUDIO. NOTA DOIS ALUNOS COCHICHANDO ENTRE SI, VENDO ALGO NO CELULAR. CHAMA ATENÇÃO 

HUGO            ei, os dois, o que vocês tanto leem aí, nesse celular, heinCreio que já devem saber que é proibido o uso de aparelhos celulares dentro de sala de aula 

ALUNO1         tá sabendo, não, fessor? O professor Samuel foi preso.parece que estava num local com drogas  

TODOS OS ALUNOS SE MOSTRAM SURPRESOS 

HUGO            deixa eu ver isso aqui, vai!

ALUNO2         nosso professor é um traficante, galera!

HUGO             que isso, rapaz? O Samuel nãé disso, e quem convive e é amigo dele de verdade, sabe disso. Isso aqui deve ter sido um engano, melhor, deve se tratar de uma Fake News.

ALUNO1        o que “diachos” é isso, fessor Hugo? 

HUGO            são notícias falsas que são vinculadas em mídias sociais, como: facebook, WhatsApp… esses meios sociais. São mentiras, sem veracidade alguma, histórias falsas, criadas por pessoas que não buscam checar se de fato aquilo, que se noticia, é real. Verídico… 

SONORIZAÇÃO: SINAL TOCA 

HUGO                e isso é um bom tema pra pesquisa. Quero que busquem sobre esse tema. Valerá nota. Já estão liberados

OS ALUNOS DEIXAM A SALA. HUGO PEGA SEUS MATERIAIS E SAI 

CORTE PARA

CENA 13. COLÉGIO. SALA DOS PROFESSORES. INTERIOR. DIA 

HUGO ENTRA NA SALA. ALGUNS PROFESSORES COMENTAM SOBRE A PRISÃO DE SAMUEL. E UM DELES JÁ VAI QUESTIONAR HUGO: 

JOÃO             e aí, Hugo, que você achou da prisão do seu amigo, Samuca?

HUGO            Cara, eu não sei de fato o que aconteceu, mas também, não irei julga-lo. E vocês deveriam ter um pouco de empatia, não acham? O que tá acontecendo com ele, poderia ser com qualquer um de nós. Beleza? Bom dia pra vocês! (SAI) 

CORTE PARA

CENA 14. RUA. EXTERIOR. DIA 

CAIO VEM CAMINHANDO TRANQUILO PELA CALÇADA. CÉSAR MAIS DOIS CAPANGAS O CERCAM. CLIMA TENSO

CAIO             que foi? O que vocês querem?

CÉSAR           nada. Viemos apenas te dar um presentinho

CAIO                  presentinho? Que seria?…  

CÉSAR               seria isso aqui! 

CÉSAR DAR UM SOCO FORTE NO ESTÔMAGO DE CAIO. OS OUTROS DOIS, SOCAM A CARA DELE, QUE COM O IMPACTO ACABA PERDENDO O EQUILIBRIO E CAI NO CHÃO. CLIMA TENSO. DEFEREM CHUTES E PONTAPÉS CONTRA CAIO. INSTANTES. SANGUE ESPIRRADO PRA TODOS OS LADOS. NOTA-SE VÁRIOS HEMATOMAS SOBRE CAIO

CÉSAR               chega. Hora de vazar! Simbora! 

E VÃO EMBORA DALI. CAIO VAI SE ARRASTANDO ATÉ UMA PAREDE. LEVANTA COM MUITA DIFICULDADE. SENTE MUITA DOR. E ISSO MEIO QUE ESTAR O IMPEDINDO DE ANDAR. ELE VÊ UM TÁXI SE APROXIMAR. ACENA COM A MÃO. TÁXI PARA. ELE SALTA PRA DENTRO. O VEÍCULO PARTE EM SEGUIDA

CORTE PARA

CENA 15. MANGUEZAL. GALPÃO. EXTERIOR. DIA

ABRE EM LOBÃO ALI PRÓXIMO A UMA MESA QUE É ILUMINADA POR UMA LUZ DE CENTRO. OUVE-SE PASSADAS. MISTÉRIO. SUSPENSE. ALGUÉM SE APROXIMA. É UMA MULHER, POIS OUVE-SE O XIAR DO SALTO. SE APROXIMA DA MESA, LENTAMENTE. CÂM MOSTRA EM PRIMEIRO MOMENTO O SALTO, AS PERNAS, E POR FIM TODA A SILHUETA DE LÍDIA

LOBÃO          ora, ora vejam só quem voltou!

LÍDIA            isso tudo são saudades minhas, lobão? 

LOBÃO           de você não, do que traz aí, consigo, sim. Trouxe tudo certinho? Hum?

LÍDIA            claro. Tá aqui a nova remessa da droga, é de qualidade 

ABRE SUA BOLSA E DESPEJA PACOTES DE DROGAS SOBRE A MESA

LOBÃO          uau! boa garota! É disso que eu gosto! Uhuu! 

LÍDIA            eu sei disso, eu sou um arraso! 

LOBÃO          ah, tá bom, convencida! aqui sua parte da grana! 

A ENTREGA UM MAÇO DE DINHEIRO

LÍDIA             obrigada! vou aproveitar esse dinheirinho e vou fazer compras no shopping, que estou precisando renovar meu closet 

CÉSAR CHEGA POR ALI, TRAZ NOVIDADES 

CÉSAR           olha só, a vadia apareceu!

LÍDIA            vadia éa senhora sua mãe, seu idiota!

CÉSAR               não mais que você, fofinha! 

LOBÃO          não briguem, meus discípulos. E aímano, fez tudo certinho lá, com aquele playboyzinho

CÉSAR           como o chefe pediu. Arrebentei o moleque

LOBÃO          é isso aí, ele tem que aprender que com “nois” ninguém brinca! 

LÍDIA            e essa é a minha deixa pra ir embora! Tchauzinho, meninos. A gente se esbarra por aí

LOBÃO              vai pela sombra, galega! 

LÍDIA                vou sim… tchau, César

ACENA UM TCHAUZINHO E SAI 

CÉSAR                  tchau… vadia!… 

LOBÃO                para! eu ouvi o que cê disse! 

CÉSAR                  mas não é novidade nenhuma que ela é… 

E CONTINUAM A FALAR FORA DE ÁUDIO

CORTE PARA

CENA 16. COLÉGIO. CORREDOR. INTERIOR. DIA 

SAMUEL CHEGANDO VAI INDO PRA SALA DOS PROFESSORES

CORTE PARA 

CENA 17. COLÉGIO. SALA DOS PROFESSORES. INTERIOR. DIA

SAMUEL ENTRA. A SECRETARIA DE OLIVIA JÁ ALI A SUA ESPERA

SECRET            Samuel, a senhorita Olivia deseja falar com você! 

SAMUEL,          mas agora? 

SECRET            sim, ela me pediu pra avisa-lo assim que você chegasse ao colégio 

SAMUEL           tá, valeu. Obrigado. Já tô indo lá! 

SECRET            tá (SAI) 

SAMUEL           (INTRIGADO) que será que ela tem pra falar comigo? 

CORTE PARA

CENA 18. COLÉGIO. SALA DA DIRETORIA. INTERIOR. DIA 

OLIVIA A TRABALHAR. BATIDAS À PORTA A IMTERROMPE

OLIVIA              entra! Pode entrar! 

SAMUEL           (NA PORTA) bom dia, srta. Olivia! Mandou me chamar? 

OLIVIA              sim, professor Samuel. Por favor, entre. Sente-se aqui. Precisamos conversar sobre os últimos acontecimentos no qual seu nome está envolvido 

SAMUEL           sim, claro. com sua licença! 

JÁ ENTRA E SENTA DE FRENTE PARA ELA

OLIVIA              Já estou ciente dos ocorridos ao seu respeito. Soube que você foi preso por estar usando drogas, melhor dizendo, portando-as         

SAMUEL           sim, de fato, fui preso, mas não por esse motivo. Fui preso porque acabei me excedendo e desacatando um policial ontem à noite numa boate 

OLIVIA              Isso agora não importa. É o seguinte: Samuel, os alunos estão comentando em todos os cantos sobre isso. Alguns estão até com medo de você, outros já até comunicaram seus pais. E esse telefone, aqui, já tocou umas centenas de vezes. Infelizmente, você não pode continuar aqui, a escola tem um nome a zelar. Sei que está falando a verdade, vejo isso nos seus olhos, mas não vejo outra alternativa, ao não ser demiti-lo. É com muito pesar que estou fazendo isso. Sinto muito

SAMUEL           não vou contra-atacar seus argumentos, pois sei que a senhora está certa. Euno seu lugar, faria o mesmo, mas, enfim… é isso. De boa. Foi bom trabalhar aqui, aproveitei cada momento, é como se dizem: vida que se segue. Tenha uma ótima tarde, srta. Olívia       

OLIVIA              igualmente, professor Samuel! Boa sorte! E que encontre um bom emprego logo, logo

SAMUEL           obrigado. Bom, vou indo. Até mais! 

OLIVIA              até querido! 

SAMUEL DEIXA A SALA 

CORTE PARA

CENA 19. COLÉGIO. ANTESSALA DA DIRETORIA. INTERIOR. DIA

SECRETÁRIA OUVINDO MÚSICA EM SEU FONE. SAMUEL SAINDO DA SALA AOS PRANTOS. HUGO APARECE POR ALI

HUGO                ei, o que aconteceu? Por que você tá chorando, cara? 

SAMUEL           eu… eu fui demitido, Hugo? 

SAMUEL O ABRAÇA. REAÇÃO DE HUGO

HUGO                quê?! 

CORTE PARA 

FINAL DO CAPÍTULO 2

COMPARTILHAR

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on tumblr

POSTADO POR

UELITON ABREU PASSOS

UELITON ABREU PASSOS

>