Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on telegram

DESTINOS CRUZADOS – CAPÍTULO 3

CENA 1. COLÉGIO. ANTESSALA DA DIRETORIA. INTERIOR. DIA 

HUGO REAGINDO DIANTE DE SAMUEL 

HUGO                que absurdo! Eu sei que tudo aquilo é mentira, eu te conheço, cara, você não usaria isso. Eu vou lá falar com a Olívia, ela tem de me ouvir 

SAMUEL           não! Deixa. É melhor assim, preciso desse tempo. E ela também está certa, tem de zelar o nome da escola

HUGO                ô meu amigo! Vai dar tudo certo, viu. Logo, logo, você arranja outro emprego. E, ó, vou te recomendar, tá, a alguns colegas diretores de escola

SAMUEL           obrigado, Hugo. Vocêé um grande amigo. Obrigado. Vou indo. A gente se esbarra por aí

HUGO                ok. Se cuida. Tchau!

SAMUEL           tchau 

VAI EMBORA. FECHA EM HUGO TRISTE

CORTE PARA

CENA 2. APART. PEDRO. INTERIOR. DIA

PEDRO A BRINCAR COM PETRA. NATHI VEM DO CORREDOR 

NATHI               irmão, tô de saída, tá

PEDRO              vai aonde?

NATHI               vou ver o Samuel, ele perdeu o empregou, viu, por causa de toda aquela confusão de ontem à noite na boate 

PEDRO LANÇA-LHE UM OLHAR SÉRIO 

PEDRO              e a culpa é minha agora? Você tá querendo dizer que sou o responsável por ele ter sido despedido? É isso?

NATHI               não… mas por um lado sim, né? afinal, foi você que o prendeu 

PEDRO              porque ele me desacatou. Fui insultado! 

NATHI               ah, chega! (VAI INDO RUMO À PORTA) Não quero discutir. Fui, tá. (SOLTA BEIJINHOS) Beijos princesa! 

SAI PRA RUA 

PEDRO              (GRITA) se cuida! 

E VOLTA A BRINCAR COM PETRA

CORTE PARA

CENA 3. CASA DE SAMUEL. INTERIOR. DIA 

ABRE EM ROSA ABRINDO A PORTA PARA NATHI 

NATHI               oi, Rosa. O Samu/ 

ROSA                 (CORTA) Ih, já vi. Entra!

NATHI ADENTRA E SENTA-SE NO SOFÁ AO LADO DE SAMUEL 

ROSA                 aprontaram, nãfoi? Samuel passou a tarde quase toda no quarto, só saiu agora, e Nathi me surge aqui, é porque algo aconteceu. Quem começa?

NATHI               então, Rosa…

SAMUEL           (INTERROMPE) deixa, Nathi. Eu conto!

NATHI               tá. Sorte!

ROSA                 bora, bora! Tô ouvindo. Vamos, que eu tenho muita roupa pra lavar

SAMUEL           eu fui demitido! 

ROSA                 Jesus! Já até sei o motivo. Sua prisão, né? Eita. Eita! Nem sei o que falar. Agora façà Glória Pires: sou incapaz de opinar 

NATHI               é, Rosa, é isso 

ROSA                 sinto muito, filho. Mas, ó, vai dar tudo certo, viu. Breve você encontra outro emprego melhor que esse, até

O ABRAÇA FORTE

SAMUEL           obrigado, mãe. Deus lhe ouça! Te amo!

ROSA                 também te amo, filho. (CHAMA) Vem, Nathi. você tambéé como se fosse da família! 

NATHI ENTRA NO ABRAÇO DOS DOIS. TEMPO NO ABRAÇO DOS TRÊ

CORTE PARA

CENA 4. APTO DE HUGO. QUARTO. INTERIOR. DIA 

HUGO E LÍDIA NAMORAM, DEITADOS NA CAMA. LÍDIA QUER IR ALÉM DOS BEIJOS, SÓ QUE HUGO MOSTRA NÃO ESTAR MUITO A FIM DE SEXO. ESTÁ COM A CABEÇA EM SAMUEL 

LÍDIA                Ih! Que foi, hein?

HUGO                desculpa, mas eu não estou no clima hoje, meu amor

LÍDIA                vem cá, você tá me traindo? Quem é ela? Ou ele, né? Afinal, eu já sei que é bissexual, curte as duas coisas 

HUGO                não! Não tem ninguém não. Só tô triste, porque um amigo, colega de trabalho, foi despedido. O Samuel, sabe, eu sempre falo dele pra ti 

LÍDIA                sério? Sim, mas ele não foi preso ontem por porte de drogas?

HUGO                foi, mas não foi por usar drogas, foi porque ele desacatou um policial. Aí, criaram toda uma mentira, fazendo parecer que ele é um traficante

LIDIA                 triste, né. Tadinho! (SALTA DA CAMA) Vou tomar banho agora. Você vem? 

HUGO                não, não. Pode ir! 

LÍDIA                tá. Até já entã

LÍDIA VAI PRO BANHO. HUGO PERMANECE NA CAMA, PENSATIVO 

CORTE PARA

CENA 5. STOCK-SHOTS. EXTERIOR. DIA 

CLIMA TENSO 

CENA 6. APTO DE ERIC. SALA. INTERIOR. DIA 

ABRE EM ERIC SENTADO NO SOFÁ. NA MESINHA DE CENTRO: UM NOTEBOOK. TRANSFERE ALGUM ARQUIVO DO CELULAR PARA O COMPUTADOR. A TRANSFERÊNCIA É CONCLUÍDA. ELE ABRE O ARQUIVO E NA TELA DO NOTEBOOK É VISTO FOTOS DE ALAN AOS BEIJOS COM DIEGO, CARINHA DA BOATE. ERIC CRIA UM E-MAIL COM UM PSEDÔNIMO E ENVIA UMA CHANTAGEM PARA O E-MAIL DE ALAN 

ERIC                  foi! agora você tá na minha mão, kitten! 

RI OLHANDO PARA AS FOTOS EM SEU COMPUTADOR 

CORTE PARA 

CENA 7. DELEGACIA. SALÃO. INTERIOR. DIA 

ABRE EM ALAN, QUE LÊ ALGUNS E-MAILS EM SEU COMPUTADOR. CHEGA UM NOVO E-MAIL NA CAIXA DE ENTRADA. ALAN CLICA E SE DEPARA COM O MENSAGEM 

E-MAIL ON: 

“VOCÊ TEM 48 HORAS PRA TRANSFERIR 1OO MIL PRA CONTA ABAIXO, OU VOCÊ FAZ ISSO OU TODOS RECEBERÃO ESSAS FOTOS. INCLUINDO SEU CHEFE E, CLARO, SEU MELHOR AMIGO PEDRO. O TEMPO TÁ PASSANDO. TIC-TOC, TIC-TOC. MELHOR SE APRESSAR. CONTA: 223 8011 2904 5673  

E-MAIL OFF: 

ALAN EM CHOQUE E SURPRESO COM A CHANTAGEM. PEDRO SE APROXIMA. ALAN RAPIDAMENTE FECHA O E-MAIL

PEDRO              ei… que foi, mano? Que cara é essa? Tá parecendo que você viu fantasma! 

ALAN                 (SECO) nada, não foi nada. O que você quer? 

PEDRO              cara, você tá bem? Tô te achando estranho, meio tenso, sei lá. Tá tudo bem? 

ALAN                 (EXALTA-SE) porra! Já falei, nãé nada, cara!

PEDRO              calma, brother! Ou. Pra quê isso? só estava preocupado com você… não precisa ficar bolado 

ALAN                 desculpa, véi. De verdade. É que estou com uns problemas aí e acabei descontando em ti, foi mal

PEDRO              pode falar comigo, se quiser. Sou teu amigo, pô! Esquece disso não! 

ALAN                 obrigado. Preciso sair agora, você me cobre aqui?

PEDRO              claro. Vai lá. Tá de boa! Vai na paz! 

ALAN VAI INDO PRO ELEVADOR SOB O OLHAR DE PREOCUPAÇÃO DE PEDRO 

CORTE PARA

CENA 8. CASA DE SAMUEL. INTERIOR. DIA 

ROSA JÁ ATENDENDO A PORTA 

ROSA                 pois não? (ESTRANHA) polícia, aqui? 

ALAN                 olá, senhora! Eu sou o Alan, lembra de mim?

ROSA                 ah, claro! O peguete do Samuel dos tempos de colegial, né? Lembro, lembro sim. Entra fica à vontade. (CHAMA) Samuel!!!

ALAN                 com licença!

ALAN ENTRA E FICA À ESPERA DE SAMUEL SENTADO NO SOFÁ

ROSA                 quer tomar alguma coisa, água, suco, refri…? Não refri, não, porque não tem. Sóágua mesmo! 

ALAN                 pode ser a água mesmo, obrigado! 

ROSA                 tá, vou buscar! Já volto, lindinho 

ROSA SAI PRA COZINHA. SAMUEL VEM DE SEU QUARTO. JÁ VAI CUMPRIMENTAR O AMIGO 

SAMUEL           Alan, então, o que veio fazer aqui? Veio me prender não, né?

ALAN                 Não. Na verdade, eu quero que você me ajude. Alguém me viu com o Diego naquela boate, aos beijos e nos fotografou. Agora, hoje mais cedo, me enviou este e-mail 

MOSTRA O E-MAIL JÁ ABERTO EM SEU CELULAR. SAMUEL VISUALIZA 

SAMUEL           gente, quem será que está por trás disso, hein? Você… você não vai entrar nisso não, né?

ALAN                 se eu não pagar, ele divulga as fotos. Não, mano, eu não quero isso pra minha vida. Eu vou pagar. Vai ser difícil levantar essa grana toda, mas eu vou pagar 

SAMUEL           Alan, sinceramente, eu acho que você não devia cair nessa chantagem. Seja mais rápido, assuma aquilo que vocêé. Assuma pra todos que vocêé gay e pronto 

ALAN                 não! E minha carreira? Hum? Como fica? Um gay na polícia? Vou ser motivo de chacota lá dentro. Você não tem noção, o delegado parede é extremamente homofóbico. Odeia gays, lésbicas… tem ódio 

SAMUEL           cara, para com isso, sua sexualidade não interferirá em nada na sua carreira, o que conta é a sua coragem, determinação e seu amor pela profissão. Só isso. Pense. Faça isso, se livre dessa vida de mentiras, men. Seja quem vocêé. Seja feliz! 

ALAN                 já estou decidido, Samuel. Eu vou pagar pra essas imagens não serem vazadas. É isso

SAMUEL           amigo, a decisãé sua, apenas dei o meu ponto de vista em relação a isso. Agora, a decisão final, é toda sua. Cabe a você decidir o que é melhor ou não

ROSA VEM DA COZINHA COM A ÁGUA DE ALAN 

ROSA                 licença! (ENTREGA) Aqui sua água, rapaz 

ALAN                 obrigado!

ROSA                 assim, não querendo ser intrometida, mas, assim, é… eu meio que ouvi a conversa de vocês. E eu concordo com o Samuel, acho que você deveria chutar o balde e se estrear, sabe? O Samuel, por exemplo, ele não se assumiu, ele se estreou gay. E eu, claro, amei, apesar das desconfianças já, né. Enfim, brincadeiras à parte, filho, é isso. Assuma-se. Seja você. Desculpa, falei demais.

ALAN                 não, de boas. valeu pelo conselho

ROSA                 nada! Se quiser pagar, “nois” aceita… 

SAMUEL           (REPREENDE) mãe! 

ROSA                 tá. Já vou! 

VOLTA PARA A COZINHA 

SAMUEL           desculpa aí, tá, véi minha mãe… 

ALAN                 que isso. Ela é bem divertida, sabe, já estou acostumado. (LEVANTA) Bom. Deixa-me ir. Mais uma vez, obrigado, por me ouvir 

SAMUEL JÁ VAI O ACOMPANHANDO ATÉ PORTA 

SAMUEL           nada! Sempre que quiser conversar, estarei aqui, tá bom? E… ver se pensa tá, em tudo que eu e dona Rosa te falamos? Não haja de cabeça quente, pense, reflita, viu! 

ALAN                 certo. Falou, irmão. Tchau! 

ALAN VAI EMBORA. SAMUEL FECHA A PORTA E VAI PRA COZINHA

CORTE PARA

CENA 9. CASA DE SAMUEL. COZINHA. INTERIOR. DIA 

ROSA TRABALHANDO. SAMUEL VEM DA SALA, JÁ FALANDO 

SAMUEL           mãe, vou indo, tá

ROSA                 tá, mas pra onde você vai mesmo?

SAMUEL           apê da Nathi, marcamos de fazer lá, um trabalho da faculdade. Volto antes do anoitecer, beleza? 

ROSA                 tá bom. Se cuida!

SAMUEL           pode deixar. Te amo! 

DÁ UM BEIJÃO NELA E SAI. ROSA CONTINUA A TRABALHAR 

CORTE PARA

CENA 10. APART DE PEDRO. SALA. INTERIOR. DIA. 

NATHI JÁ RECEBENDO SAMUEL. CUMPRIMENTOS IMPROVISASADOS. JÁ VÃO SE SENTANDO À MESA, QUE ESTÁ CHEIA DE LIVROS E COM UM NOTEBOOK 

SAMUEL           eita, já estava no esquenta era? 

NATHI               pois é, estava aqui escolhendo o melhor livro, sabe. Você quer tomar alguma coisa?

SAMUEL           aceito uma água

NATHI               vou ali na cozinha pegar pra ti. Já venho! 

SAI PRA COZINHA. SAMUEL AJEITA SEU MATERIAL NA MESA. NATHI VOLTA COM A ÁGUA  

NATHI               (ENTREGA) sua água! 

SAMUEL           obrigado. E aí, já decidiu qual livro vai ser?

NATHI               estou em dúvida entre esses dois, olha. (MOSTRA OS DOIS LIVROS) Me ajuda. Qual? Hum?

SAMUEL           os dois são excelentes! Vamos ficar com esse: as regras do método sociológico de Émile Durkheim. Importante socióloga, uma mestra da sociologia 

NATHI               jáé! partiu!          

NATHI E SAMUEL INICIAM SEUS TRABALHOS, PASSAM A DISCUTIR O TEMA ENTRE SI FORA DE ÁUDIO. TEMPO 

FUSÃO PARA 

CENA 11. APART PEDRO. INTERIOR. DIA – FINAL DE TARDE 

HORAS MAIS TARDE… ABRE NA CHEGADA DE PEDRO QUE DÁ DE CARA COM SAMUEL EM SEU APART E JÁ REAGE

PEDRO              o que esse moleque tá fazendo aqui?! 

SAMUEL           um trabalho?… (A NATHI) Ele é cego, ele? 

PEDRO              (RISPIDO) cala a boca! Não estou falando contigo! 

NATHI               Pedro, olha só: o Samuel veio apenas pra gente fazer um trabalho da faculdade. Só isso!

PEDRO              por que não me avisou? Esse apart aqui é meu, tá? não sei se a senhora lembra… 

NATHI               mas ele tambéé meu, lindo. Esqueceu que metade disso aqui é meu também? E eu recebo quem eu quiser. Ele é meu amigo. Foi convidado! 

SAMUEL           amiga, calma. Olha só, melhor eu ir. A gente remarca esse trabalho lá pra casa, tá? (JÁ VAI ARRUMANDO SUA MOCHILA) O que eu não quero é que você crie conflitos com esse… seu irmão por minha causa 

PEDRO              isso mesmo, sai da minha casa! Mete o pé! 

NATHI               Ei! Não fale assim, Pedro!

SAMUEL           eu já tô indo, tá, amiga! A gente se vê. O que vem desse idiota não me atinge 

SAMUEL PEGA SUA MOCHILA.  PÕE NAS COSTAS. DÁ UM BEIJO EM NATHI E SEGUE ANDANDO RUMO À PORTA. NO MEIO DO CAMINHO, PEDRO O SEGURA FORTE PELO BRAÇ

PEDRO              (SISUDO) você chamou do quê?! 

SAMUEL           é, já vi que é surdo… de idiota, foi disso que eu te chamei. (ENCARA) Vai fazer o quê agora? Hã? Me prender por desacato a autoridade? Imbecil! 

SOLTA-SE DA MÃO DELE. PEDRO IRADO, O PEGA PELO BRAÇO, O EMPURRA CONTRA A PORTA E TORCE SEU BRAÇO PARA TRÁ

SAMUEL           Ah, me solta! tá machucando, cara! 

PEDRO              ué, nãé tão marrento? Cadê a sua marra agora? Hum? Cadê? Mostra pra mim! 

NATHI               Pedro. Para! Solta ele! Você tá machucando-o! 

PEDRO              isso é pra tu aprender a não vir me insultar na minha própria casa, seu moleque atrevido! 

SAMUEL PISA NO PÉ DE PEDRO QUE O SOLTA 

PEDRO              filho de uma puta, meu pé. Argg! 

SAMUEL           doeu? Nem senti! Isso aqui é por ter xingado a minha mãe! 

O CHUTA NO SACO, ABRE A PORTA E SAI CORRENDO. NATHI RI CONTIDAMENTE DO IRMÃ

PEDRO              Ahhh! Desgraça! Puta que pariu! 

SE JOGA NO SOFÁ, SENTINDO DOR 

CORTE PARA

CENA 12. CASA DE SAMUEL. INTERIOR. DIA 

SAMUEL ENTRANDO EM CASA. DEPARA-SE COM SUA MÃE A CONVERSAR COM LOBÃO. AMBOS BEM ENTROSADOS NO SOFÁ

SAMUEL           mãe? O que esse cara tá fazendo aqui? 

CLOSES ALTERNADOS NAS REAÇÕES DE SURPRESA E SUSTO DE LOBÃO E ROSA QUE SE ENTREOLHAM. NISSO,

CORTE PARA 

FINAL DO CAPÍTULO 3

POSTADO POR

UELITON ABREU PASSOS

UELITON ABREU PASSOS

COMPARTILHAR

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on tumblr
>
Rolar para o topo