Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on telegram

E Vamos À Luta! Capítulo 25

E Vamos Á Luta!

Novela de Débora Costa

Escrita Por

Débora Costa 

Baseado Na Novela: A Fábrica de

Geraldo Vietri

Colaboração

Tainá Andaluz

Direção Artística

Wellyngton Vianna

Núcleo

Cyber TV

Personagens 

ALEX

ALFREDO

AMANDA

BRUNO

CAMILA

CÉLIA

CÉSAR

CLARICE

DANIEL

DENISE

EDUARDA

ERASMO

FÁBIO

GABRIEL

ISADORA

IVAN

JOSÉ

JOSIVALDO

JULIANA

KIRA

LIZ

LÚCIA

MANUELA

MARTA

NICOLAS

OTAVIANO

PATRICIA

RENATO

Caro leitor, o capítulo a seguir não teve a revisão da pontuação, portanto você irá encontrar alguns erros referente a essa parte, mas nada que prejudique a história. Peço desculpas, e agradeço por estar acompanhando a novela.

Cena 1/Int./Mansão Camargo/Quarto de Kira/Dia.

Liz encara Kira, com raiva, as lágrimas escorrem.

KIRA

Liz, eu posso explicar/

LIZ

(tom alto) Explicar o que, Kira? (aponta as fotos) Está tudo ai! E fora os vídeos! Não existe desculpa que vai me fazer acreditar, que a amante do meu marido, não era você! Como você foi capaz de fazer isso comigo? 

KIRA

(altiva) Quer saber, cansei de ficar fazendo teatrinho, Liz. Isso mesmo, tudo isso que você viu, ouviu, é verdade sim, eu era a amante do Mauricio, mas isso porque você atravessou o meu caminho mais uma vez, e ao invés de se casar comigo, quis ficar com você.

LIZ

Eu atravessei o seu caminho? Quem te apresentou o Mauricio, fui eu! Vocês não se conheciam.

KIRA

Eu já conhecia o Mauricio antes de você! Mas daí bastou a princesinha aparecer e ele se encantou!

LIZ

Quer saber, eu não sou obrigada a ficar aqui te ouvindo/

KIRA

(raiva) Agora você vai me ouvir sim! Você sempre foi uma pedra no meu caminho, desde que te conheci, você me ofusca, tudo que eu desejava, você tinha e com a maior facilidade… Quando o Mauricio, te escolheu, foi a gota que faltava, eu tinha que ter ele pra mim, e consegui, mas não era o suficiente, ele tinha que se separar de você, uma pena ele ter morrido, porque eu teria o maior prazer em ver ele te deixando, pra ficar comigo! (bate no peito) Comigo, Liz!

Liz dá um tapa no rosto de Kira.

LIZ

(raiva; triste) Minha admiração por você, nunca permitiu que eu visse o tipo de ordinária que você é.

Kira tenta bater em Liz, que segura e torce o braço de Kira.

LIZ

(as lagrimas escorrem) Vai embora da minha casa!

KIRA

(raiva/ tom alto) Me solta! Você está me machucando!

LIZ

É pra machucar, Kira, porque você merece!

Liz empurra Kira, pega as fotos de Kira e Mauricio, começa a rasgar, Kira fica desesperada, chora, tenta impedir Liz, mas não consegue, Kira segura Liz, pelos braços.

KIRA

Para com isso! Mesmo porque não adianta você rasgar as fotos, tudo de bom que vive com o (ênfase) seu marido, está na minha memória!

Liz fica com raiva, se solta se Kira, dá dois tapas no rosto dela, puxa o segura o cabelo de Kira.

LIZ

Eu mandei você sair, você não foi por bem, agora vai ser do meu jeito.

Liz sai do quarto puxando Kira pelo cabelo.

Cena 2/Int./Mansão Camargo/Sala/Dia.

Denise entra, Marta se aproxima preocupada.

DENISE

Que cara é essa, Marta?

MARTA

Eu ouvi Kira e Liz, discutindo, mas não quis me meter.

DENISE

(sorri) Você deve ter ouvido mal, acho difícil as duas brigarem.

Marta e Denise veem Liz puxando Kira pelo cabelo no alta da escada, ficam surpresas, Kira está tentando se soltar.

KIRA

(chora; raiva) Me solta cretina!

LIZ

Só vou te soltar lá fora!

Kira empurra Liz, se desiquilibra, cai e rola pela escada até o chão, Denise e Marta se aproximam.

DENISE

(preocupada) Kira, você está bem?

Liz desce as escadas, Kira se senta, coloca a mão no braço, chora.

LIZ

(altiva) Vocês não vão ajudar ela.

Liz levanta Kira, pelo braço.

LIZ

Sai logo da minha casa!

MARTA

Liz, o que aconteceu?

LIZ

(triste) Eu descobri que a Kira, era amante do Mauricio!

KIRA

(ri maldosa) Isso essa velha já sabia, ela cansou de ver a gente juntos.

MARTA

É verdade, Liz, eu já sabia.

LIZ

(inconformada) E por que você não me falou?

MARTA

Porque você não iria acreditar, bastava uma cena dela, e eu iria sair como mentirosa.

Liz empurra Kira.

LIZ

É incrível como carinho e admiração, somem de uma hora para outra, agora estou sentindo muita raiva de você, Kira… Nojo.

KIRA

(sarcástica; hipócrita) Se você soubesse como isso me abala. (raiva) Eu quero que você se exploda, igual aconteceu com o seu paizinho. (ri maldosa)

Liz fica irada pela Kira pelo cabelo novamente, a leva até a porta.

LIZ

Pra mim você morreu!

Liz empurra Kira para fora, bate a porta, tem uma crise de choro, Denise fica com pena, Marta se aproxima rapidamente, abraça Liz a consolando.

Cena 3/Int./Tecelagem Santa Isabel/Sala de Segurança/Dia.

Nicolas está vigiando a porta enquanto Célia, olha os vídeos gravados pelas câmeras.

NICOLAS

Vai Célia, daqui a pouco os seguranças vão voltar.

CÉLIA

Fica tranquilo, ninguém vai pegar a gente, e se pegar eu dou um jeito, afinal não estamos fazendo nada demais.

NICOLAS

Esqueceu que pode ser armação de alguém, e se for de quem eu tô pensando, é perigoso.

Célia encontra o vídeo onde aparece Kira.

CÉLIA

(empolgada) Olha, a Kira!

Célia vê Kira, se aproximar de Fábio, pedir ajuda, vê quando Kira, beija Fábio.

CÉLIA

(sorri) Aqui Nicolas, o Fábio está falando a verdade!

NICOLAS

Então pega logo isso aí, e vamos embora.

Célia passa o vídeo para seu celular, se aproxima de Nicolas. 

CÉLIA

Agora vamos mostrar isso para a dona Liz.

NICOLAS

Por que: Vamos? Eu não vou.

CÉLIA

Vai sim, não quero ir sozinha até lá, e eu gosto de ter você por perto.

NICOLAS

(sorri) Gosta?

CÉLIA

(sorri) Gosto, e muito.

NICOLAS

Vamos continuar a conversa, mas longe daqui.

Célia e Nicolas, saem. 

Cena 4/Int./Mercadinho/Dia.

Fábio e Manuela, estão conversando.

FÁBIO

(triste) Não tive como me defender, dona Manu, tava tudo ali, na frente da Liz.

MANUELA

Isso tá na cara que foi armação, e dessa Kira.

FÁBIO

Disso não tenho dúvida, e tem dedo do Alex, também.

MANUELA

E você vai ficar de braço cruzado? Não vai nem tentar provar que está falando a verdade?

FÁBIO

A Célia, ficou de ver mais coisa gravada lá, e tomara que ela ache, só assim a Liz, vai acreditar.

MANUELA

Você não ficou com raiva da Liz, pelo o que aconteceu?

FÁBIO

Claro que não, se fosse eu no lugar dela, teria a mesma reação… 

Lúcia entra.

LÚCIA

Oi dona Manu, oi Fábio.

FÁBIO

Oi Lúcia.

LÚCIA

Dona Manu, eu vim comprar umas coisinhas porque quero fazer um jantar especial para o Josivaldo e a Denise, e vocês estão convidados.

FÁBIO

(desanimado) Obrigado Lúcia, mas não tô bem, fica pra outro dia.

Fábio sai, Lúcia não entende a reação de Fábio.

LÚCIA

O que deu nele?

MANUELA

Não vou entrar em detalhes, porque é ele que tem que contar, mas ele está triste por um monte de coisa que aconteceu na tecelagem. E me fala o que vai querer.

Manuela vai para trás do balcão. 

Cena 5/Int./Casa de Alex/Sala/Dia.

Kira está andando de um lado para o outro, nervosa, Alex entra.

KIRA

Até que enfim! Que demora é essa?

ALEX

Eu estou no meu horário de trabalho.

KIRA

(nervosa) A Liz, descobriu que eu era a amante do marido dela, e me expulsou da mansão!

ALEX

(ri) Como isso foi acontecer?

KIRA

Não tem graça não! É muito sério! Porque agora não tem a menor chance de ficar vigiando ela de perto, como vocês queriam que eu fizesse.

Kira anda de um lado para o outro, manca, Alex a observa. 

ALEX

Por que você está mancando?

KIRA

(séria) Porque Liz, só aparenta ser fraca, ela é bem forte, aquela desgraçada me bateu, e ainda por cima eu cai da escada, estou toda dolorida!

ALEX

Kira, eu achei que você fosse inteligente, deixar a Liz, descobrir isso agora, foi uma burrice e tanto.

KIRA

Eu não tive culpa, ela nunca foi pra casa tão cedo, e antes dela chegar eu estava vendo umas fotos minhas com o Maurício, deixei em cima da cama e ela viu.

ALEX

O plano não era que você se fizesse de vítima pra ela? É claro que a Liz, iria chegar cedo em casa.

KIRA

Não importa, agora eu vou ficar aqui na sua casa.

ALEX

Não vai, ninguém pode saber que estamos juntos, aqui perto tem um ótimo hotel.

KIRA

(raiva) Mais que inferno hein! Ainda vou ter que ficar sozinha. E pode mandar um daqueles idiotas irem até a casa da Liz, e buscar as minhas coisas.

ALEX

(sorri) Você fica ainda mais sexy, brava desse jeito.

KIRA

(se senta) Não é hora pra isso.

ALEX

(pensativo) Kira… Agora vai ficar mais fácil colocar o documento para Liz, assinar.

KIRA

Por que?

ALEX

Ela não vai ter cabeça para ler tudo que for assinar.

KIRA

A Célia, lê.

ALEX

E quando ela não estiver vendo, eu coloco a folha que precisa da assinatura da Liz, por último, elas não vão perceber.

KIRA

(maldosa) Gostei, eu quero estar lá com vocês quando forem falar para a Liz, que ela não é mais dona de nada.

Cena 6/Int./Mais Tarde/Mansão Camargo/Sala/Noite.

Alejandro está sentado no sofá, Liz está deitada com a cabeça no colo de Alejandro, olhando a aliança que Fábio deu pra ela.

LIZ

Tudo num dia só Alejandro, a pessoa que eu amo me traiu, e eu descubro que quem eu amava também me traia e com a mesma pessoa, Kira, que eu tinha como uma irmã.

ALEJANDRO

Não fica assim Liz, eles não merecem.

LIZ

É fácil falar, quem está sentindo sou eu, é uma mistura de dor, com ódio, eu me enganei com todos eles.

ALEJANDRO

Acontece que você é uma pessoa boa, e acha que todo mundo é igual a você.

LIZ

Eles souberam me enganar isso sim, acreditei na Kira a vida toda, no Mauricio, e agora no Fábio…

Alejandro acaricia o rosto de Liz.

ALEJANDRO

Tenta pensar em outra coisa, vamos jantar, eu fiz algo para você.

LIZ

Não quero ser má educada, mas estou sem apetite.

A campainha toca, Liz se senta, Marta vai abrir, Célia e Nicolas entram, Liz se levanta.

LIZ

O que estão fazendo aqui?

CÉLIA

Dona Liz, eu tenho uma coisa importante para te mostrar.

LIZ

Hoje não Célia, não tenho cabeça para mais nada.

NICOLAS

É um vídeo que prova que Fábio está falando a verdade.

LIZ

(se interessa) Então mostra logo.

Alejandro se levanta, se aproxima, Célia pega o celular, mostra o vídeo para Liz, que fica inconformada ao ver Kira beijando Fábio.

LIZ

Como ela foi capaz de/(fica feliz; sorri) Não foi o Fábio, foi armação da Kira, ele não me traiu.

CÉLIA

(sorri) Não.

LIZ

(séria/ preocupada) Eu preciso pedir perdão á ele, será que ele não está com raiva de mim?

NICOLAS

Só indo na casa dele pra saber.

LIZ

Tem razão, eu vou lá.

Liz vai saindo apressada.

LIZ

Obrigada aos dois.

Liz sai, Nicolas e Célia se olham felizes, Alejandro cruza os braços, está chateado.

ALEJANDRO

Vocês poderiam ter esperado mais tempo para mostrar esse vídeo… Pelo menos eu poderia ficar com a Liz, um pouco.

Cena 7/Int./Casa de José/Sala/Noite.

Isadora está de saída, Lúcia se aproxima.

LÚCIA

Isadora, você não vai ficar para jantar?

ISADORA

Eu vou jantar com o Alfredinho.

LÚCIA

Nossa hein, você gosta mesmo dele?

ISADORA

Gosto né, se não, não tava com ele.

LÚCIA

Então traz ele aqui qualquer dia.

ISADORA

(sorri) Gostei da ideia! Vou falar pra ele hoje.

LÚCIA

(sorri) Bom jantar maninha.

Isadora sai, José entra.

JOSÉ

Ué, ela vai onde?

LÚCIA

Jantar com o Alfredo.

JOSÉ

E eu que pensei que isso não ia longe.

Amanda se aproxima, está de saída.

AMANDA

Eu já tô indo mãe.

JOSÉ

Pera ai, você ta indo? Onde?

AMANDA

Na casa da Patrícia, a gente tá criando uns modelos super legais juntas, e a mãe dela, a Eduarda, me deixou dormir lá.

JOSÉ

É na casa dela mesmo?

LÚCIA

José, você quer parar de desconfiar da menina! Eu mesma falei com a Eduarda, é verdade sim.

JOSÉ

Tá bom, então pode ir.

AMANDA

(sorri) Valeu, já tô indo.

Amanda sai, Lúcia fica brava.

LÚCIA

Eu já falei pra você parar de agir assim.

JOSÉ

É mais forte do que eu.

A campainha toca, José abre a porta, Denise e Josivaldo entram.

DENISE

(sorri) Boa noite.

LÚCIA

Oi! Bem-vindos.

JOSIVALDO

Obrigado.

JOSÉ

(alegre) A gente fez uma comida especial pra vocês.

DENISE

Obrigada seu José.

JOSÉ

Para com isso menina, me chama de: José.

DENISE

(sorri) Está bem, José.

JOSÉ

Eu fiquei muito feliz por vocês terem me escolhido para ser padrinho de casamento de vocês, e a Lúcia, madrinha, eu to num orgulho só.

LÚCIA

Acho que o Zé, já contou pra família toda.

DENISE

(ri) Isso me deixa muito feliz, Josivaldo escolheu bem.

JOSÉ

Bora comer, gente?

JOSIVALDO

Agora.

Lúcia, José, Denise e Josivaldo, vão para a cozinha.

Cena 8/Int./Mercadinho/Corredor dos apartamentos/Noite.

Liz bate na porta do apartamento de Fábio, que abre a porta, se surpreende ao ver Liz.

FÁBIO

Liz… Eu não esperava te ver aqui.

LIZ

(chateada; preocupada) Eu preciso muito falar com você.

FÁBIO

Pode entrar.

Liz entra. 

Cena 9/Int./Mercadinho/Apartamento de Fábio/Noite.

Liz olha Fábio.

LIZ

(Sem jeito) Eu quero te pedir perdão por ter te batido, por ter te acusado injustamente. (nervosa) Eu vi você beijando a Kira, foi impossível não acreditar nas imagens, mas você estava certo, ela te beijou.

FÁBIO

Ela te falou a verdade?

LIZ

Não, Célia e Nicolas, foram até a minha casa e me mostraram outro vídeo, com certeza alguém… Kira, editou o vídeo… Claro, se ela foi capaz de me enganar esses anos todos, uma coisa assim, é fácil pra ela. (chora) Você tinha razão, Kira, nunca foi a minha amiga.

FÁBIO

Liz, tá tudo bem, não precisa chorar.

LIZ

Eu estou chorando desde o momento que descobri que a Kira tinha um caso com o meu marido.

FÁBIO

Quem te contou?

LIZ

Eu vi muitas fotos dos dois juntos.

FÁBIO

Pelo menos ela para de te fazer de trouxa.

LIZ

(séria) Sua delicadeza me espanta.

FÁBIO

Mas é verdade, se você quer saber, faz tempo que essa sua falsa amiga, vive atrás de mim, mas eu nunca quis ficar com ela.

LIZ

(triste) Eu sinto muito por ter duvidado de você, e mais uma vez peço perdão.

FÁBIO

Não precisa me pedir perdão, porque o que eu mais queria, era ter você de volta, nem que eu tivesse que te conquistar de novo, sei lá, mas só de você tá aqui, me deixa muito feliz.

Liz beija Fábio.

FÁBIO

Agora tô mais feliz ainda.

LIZ

(sorri) Hoje o meu dia foi horrível, mas agora estou me sentindo melhor, pelo menos você estava falando a verdade, não me enganou como Kira, que eu tanto amava e confiava, e Mauricio, que nem brigar com ele posso, porque ele já morreu.

FÁBIO

Por isso não, a gente vai no cemitério, e tira tudo quanto é flor que tiver no tumulo dele, xinga e vem embora.

LIZ

(ri) Ele foi cremado.

FÁBIO

Melhor ainda, só jogar as cinzas na privada e dar descarga. 

LIZ

(ri) Gostei da ideia, bem que ele merecia.

Liz e Fábio se beijam, Liz olha Fábio nos olhos.

LIZ

Sabia que eu não quero ir embora.

FÁBIO

(sorri) Vai passar a noite aqui comigo?

LIZ

Vou, se você quiser, claro.

FÁBIO

E você acha que eu não quero, madame?

Liz sorri, beija Fábio.

Cena 10/int./Casa de Alex/Sala/Noite.

A campainha está tocando, Alex, com sono, vem abrir a porta, Fátima entra, está nervosa.

FÁTIMA

Eu quero saber onde está a minha filha!

Alex com sono, sem entender.

ALEX

Você se enganou de casa, não faço a mínima ideia de quem você seja, e nem sua filha.

FÁTIMA

(nervosa) Sabe sim! Ela me disse que estava vindo pra cá, e depois não consegui mais falar com ela.

ALEX

De quem você está falando?

FÁTIMA

Ângela! Ângela, é minha filha, e eu quero saber onde ela está!

Alex encara Fátima, pensativo.

Fim do Capítulo

POSTADO POR

Débora Costa

Débora Costa

COMPARTILHAR

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on tumblr
>
Rolar para o topo