Escândalo – Capítulo 11

 A Cópia e reprodução deste conteúdo fora da plataforma Cyber TV sem autorização prévia da administração, é proibida e viola os direitos legais do autor.

CENA 01. APARTAMENTO DE BRENO. SALA. INT. DIA.

Continuação imediata do capítulo anterior.

César acorda assustado. Sérgio se aproxima, preocupado. César se dá conta de que foi um pesadelo e põe as mãos na cabeça.

CÉSAR
Pensei que fosse… Tive um sonho horrível.

SÉRGIO
Imaginei. Você estava se debatendo aí e/

CÉSAR
Sonhei que alguém me perseguia e que eu tinha que me jogar no penhasco, mas lá embaixo tinha ponta pra todo lado.

SÉRGIO
Fica assim, não. Lava o rosto, depois bebe alguma coisa.

CÉSAR
É o que vou fazer mesmo.

César se levanta e sai pelo corredor, atordoado. Sérgio volta para a mesa do notebook.

CORTA PARA

CENA 02. MANSÃO DE RUGGERO. SALA. INT. DIA.

Continuação da cena 20 do capítulo 10. Fausto e Melita conversam no sofá sobre Ruggero.

MELITA (assustada)
Tem certeza, doutor?

FAUSTO
Certeza, ainda não tenho. Preciso que seu marido faça mais alguns exames. Se as suspeitas se confirmarem, é possível prolongar a vida dele.

MELITA
Que Deus ajude! É uma esperança a mais.

FAUSTO
Mas, como falei, ele não pode saber de nada por enquanto. (pega um papel na maleta) Aqui está a lista de exames. (entrega a Melita)

RUGGERO (entra)
Se veio me jogar mais cedo no caixão, perdeu seu tempo.

Ruggero se senta no sofá. Fausto se levanta para cumprimentá-lo, mas Ruggero desdenha. Fausto volta para o sofá.

MELITA
Meu marido sempre indelicado.

FAUSTO
Já conheço a fera.

RUGGERO
Daqui só saio depois que terminar a maior pirâmide que o mundo já viu.

FAUSTO
Como?

MELITA
Ele chamou uma moça pra escrever uma biografia.

FAUSTO
Algo faraônico, suponho. (a Ruggero) Vim pedir mais uns exames pra você. Estão com ela.

MELITA
Amanhã mesmo começa a fazer. Vou pedir pra Yoná marcar com o laboratório, com a clínica/

RUGGERO
Meu dinheiro no lixo! Não vou fazer! Já estou morto mesmo.

Melita faz o sinal da cruz. Fausto repreende Ruggero com o olhar.

CORTA PARA

CENA 03. REDE SONHO DE TELEVISÃO. ESTÚDIO. CAMARIM DAS ATRIZES. INT. DIA.

Várias atrizes trocam de roupa pelo salão, com ajuda das camareiras. Mônica está sentada no sofá só de lingerie e lê uma notícia de jornal. Destaque para a foto de Jairo na manchete principal ao lado de uma foto menor de Lilian. O título: “Ator da Sonho preso por bater em jornalista da Bomba!”.

CLOSE em Mônica, que lê curiosa. Uma atriz (60 anos, conservada, loira) se aproxima e comenta.

ATRIZ
Você viu? Sabia que ia dar nisso.

MÔNICA
Ele tem cara de quem bate em mulher mesmo.

ATRIZ
Sempre falei com as meninas, mas ninguém acreditou em mim. Olha aí. Esse Jairo nunca respeitou mulher. Fui sogra dele em duas novelas, mas preferia nem ter conhecido. Lembra do Paraíso Astral, aquela novela do Sérgio?

MÔNICA
Lembro.

ATRIZ
Ele quase deu um murro na cara da Bárbara porque ela reclamou que ele estava tentando beijar de verdade na cena do casamento… e ela só dá beijo técnico. É evangélica, casada…

MÔNICA
Não ligo de beijar de verdade, mas se ele mete a mão na minha cara, faço pior do que a jornalista. Mando fazer churrasquinho dele na cadeia.

CLOSE na foto de Jairo.

CORTA PARA

CENA 04. RUA. EXT. DIA.

Rua pouco movimentada. Sérgio anda com uma pasta. Está apressado. Segundos.

=== SONOPLASTIA: SUSPENSE ===

Sérgio para ao ver Nara e Nando juntos a uns cinquenta metros de distância. Está inconformado. CAM em Nara e Nando, um de frente pro outro.

NARA
Janta comigo hoje à noite?

NANDO
Tem um restaurante ótimo. Não sei se você conhece. É o Japataki. Abriu tem uma semana.

NARA
Vou adorar conhecer.

CAM em Sérgio.

NANDO (O.S.)
Te pego que horas?

NARA (O.S.)
Às nove é muito tarde?

NANDO (O.S.)
Não. Te pego às nove.

CAM em Nara. Quando está pra beijar Nando, ela vê Sérgio e se assusta. Sérgio atravessa a rua. Nara tem o impulso de ir atrás dele, mas fica com Nando.

NANDO
O que foi?

NARA
Disfarça. Olha lá.

NANDO (vê Sérgio)
Droga!

NARA
Não, tudo bem. Deixa que com ele eu me resolvo. Me beija.

Nando e Nara se beijam. Sérgio se afasta ainda mais, revoltado.

CORTA PARA

CENA 05. PRAÇA. EXT. DIA.

=== SONOPLASTIA: VIOLINO ===

Lilian estaciona o carro em uma vaga em torno da praça. Sai do carro e anda por ali. Nota o som do violino e fica atraída.

CAM em Miguel tocando violino na parte central da praça. De longe vem Lilian, atenta à música. CAM alternada entre CLOSE em Lilian e PLANO MÉDIO com ela, Miguel e uma dezena de espectadores. Algumas pessoas põem dinheiro no chapéu que está no chão. Segundos. Troca de olhares entre Lilian e Miguel.

=== SONOPLASTIA OFF ===

CORTA PARA

CENA 06. REDE SONHO DE TELEVISÃO. ESTÚDIO. PROGRAMA DE AUDITÓRIO. INT. DIA.

Gravação de programa de entretenimento. Entre os convidados está Mônica, sentada numa das cadeiras. Auditório lotado de pessoas de 20 a 40 anos e de poucas com mais que isso.

=== SONOPLASTIA: VINHETA DO PROGRAMA ===

Enquanto toca a música, o apresentador Caio entra no estúdio e se posiciona diante da câmera. A música termina. CAM em Caio.

CAIO
O Sabadão Animado está de volta, e aqui está a beleza de uma linda atriz que será a protagonista da nova novela das nove: Mônica Fischer. (aplausos e assobios) Como vai, Mônica?

CAM alternada entre PLANO PRÓXIMO em Mônica, PLANO PRÓXIMO em Caio virado para a moça e PLANO CHEIO focando em todo o palco, até o fim da cena.

MÔNICA
Muito bem, obrigada. É uma alegria estar aqui no seu programa.

CAIO
Conta pro pessoal de casa como será sua personagem.

MÔNICA
Suzana é uma garota que vive com muitas dificuldades na favela e que sonha em melhorar de vida. Ela é madrinha de bateria numa escola de samba e conhece o grande amor no desfile na Sapucaí. Eles se desencontram, ela volta pra São Paulo e aí acontece um monte de coisas.

CAIO
E as gravações?

MÔNICA
Bem corridas. Mas o pessoal tem me ajudado muito: o César Rinaldi, o Breno, o Júlio, que é o diretor…

CAIO
Ainda não temos cenas da superprodução, mas o público não perde por esperar. Começa na segunda depois do carnaval, não é isso?

MÔNICA
Isso mesmo. Ai, eu tô amando! Vocês também vão adorar. (aplausos)

CAIO
Você acredita em destino?

MÔNICA
Acredito, sim. Mas acredito também que é a gente que faz o destino acontecer.

CAIO
Interessante. (à câmera) O que será que as cartas reservam para a Mônica? Com a gente está a taróloga Marta Klotz.

CAM em Marta. Aplausos.

CORTA PARA

CENA 07. REDE SONHO DE TELEVISÃO. CANTINA. EXT. DIA.

Breno e César lancham sanduíche natural e suco. Eles estão de pé no balcão.

CÉSAR
O que deu no Sérgio pra mudar o nome da novela a essa altura?

BRENO
Não foi ele, não. Foram ordens superiores.

CÉSAR
Do diretor de dramaturgia?

BRENO
Pior. Doutor Ruggero. Já vai se acostumando, que/

CÉSAR
Trabalhei aqui antes de ir pra Europa, esqueceu? Quanto mais velho fica, mais capricho tem.

BRENO
Tem que dar um desconto, que o velho já está com mais de oitenta. Daqui a pouco bate as botas.

CÉSAR (com jeito misterioso)
Que seja o quanto antes.

BRENO
Você fala como se quisesse se livrar/

CÉSAR
É isso mesmo. (bebe suco) O nome da novela é podre, hein!? Pior que novela mexicana.

BRENO
Nisso tenho que concordar.

CORTA RÁPIDO PARA

CENA 08. REDE SONHO DE TELEVISÃO. ESTÚDIO. PROGRAMA DE AUDITÓRIO. INT. DIA.

A gravação do programa continua. Marta e Mônica sentadas uma de frente para a outra, com uma mesa com cartas de tarô no meio. Caio de pé ao lado da mesa.

CAIO
A Corrente do Amor é o nome da novela de Sérgio Freitas. A nossa convidada, Mônica Fischer, é a protagonista da história. O que será que as cartas reservam pra ela? Sucesso na carreira? Amor duradouro? Filhos? Isso quem responde é Marta. (à mística) Quando quiser.

MARTA
Mônica, embaralha, por favor. (Mônica obedece às instruções) Agora corta em três montes. (tempo) Desvira a primeira carta de cada monte.

MÔNICA (após cumprir a ordem)
Pronto!

MARTA (analisa)
Vejamos… Hum! Temos boas novidades na carreira. Você vai fazer o maior sucesso nessa novela. Só se falará em você neste ano. Será alçada ao mesmo nível de alguém muito poderoso. É uma moça de muita sorte. Todos vão querer ficar perto de você, se aproveitar da sua presença magnética pra se energizar e ter uns minutos de fama. Aproveita, que a Roda da Fortuna veio muito positiva.

MÔNICA
Lutei muito pra chegar até aqui.

MARTA
E será recompensada. Mas não desperdiça, tá? A carta do Enforcado aqui no meio vai atrair alguns seres invejosos, recalcados, que podem querer te derrubar. Mas existe um mago de proteção — ou uma maga — que vai te livrar de alguns percalços. Mesmo assim fica de olho. (pausa) No amor… (preocupada)

MÔNICA
O que tem?

MARTA
É seu ponto fraco. Você está com alguém?

MÔNICA
Sim, tô namorando… um homem maravilhoso.

MARTA
Mas vocês não se amam. Isso não é bom, e logo o castelo de areia de vocês cai com um vendaval.

MÔNICA (pensando em Sérgio)
Sim, tem um homem querendo separar a gente.

MARTA
O que vejo aqui na última carta está mais pra uma mulher. Alguém muito forte que ama o seu namorado e que vai ser correspondida. Tudo que você fizer com ela pode se voltar para você e… Cuidado com ela. Se você quiser mesmo seu par, terá de amá-lo e cultivá-lo de verdade, ou sofrerá as consequências. É o que diz a carta da Morte.

Em Mônica, que disfarça a tensão.

CORTA RÁPIDO PARA

CENA 09. CARTOMANTE. SALA DE ATENDIMENTO. INT. DIA.

CLOSE em Raúla, assustada. CAM na mesa onde ela, Lilian e outra cartomante estão.

RAÚLA
Repete. O que quer dizer essa carta da… Morte?

CARTOMANTE
Que você precisa tomar muito cuidado com quem se envolve daqui pra frente. Antes de se entregar, conheça muito bem o seu par, ou pode sofrer com uma tragédia.

RAÚLA
Mas eu não tenho par nenhum, estou solteira.

LILIAN
E aquele das flores…?

RAÚLA
Ah, é só um admirador secreto.

CARTOMANTE
A carta do Julgamento aliada à da Morte mostra que você deve ficar de olho em alguém muito próximo. Tem alguém sofrendo no seu círculo de amizades, na família?

RAÚLA (pensa)
Tem o meu irmão.

CARTOMANTE
Dê todo o apoio que ele precisar, e vocês serão recompensados. Algo pode acontecer a ele, mas você pode evitar.

RAÚLA
Você fala de tragédia?

CARTOMANTE
Não tenho certeza, mas/

RAÚLA
Não fala mais nada, que já tô ficando nervosa. Lili, sua vez.

A cartomante recolhe as cartas para embaralhar. CORTA. Lilian coloca a terceira carta na mesa. A cartomante analisa. Lilian curiosa.

CARTOMANTE
Vejo alguns homens importantes na sua vida. (pausa) Você rompeu recentemente, não foi?

LILIAN
Terminei o noivado.

CARTOMANTE
Ele te quer de volta a todo custo. Mas o verdadeiro amor já está no ar e logo ele sentirá você. Vai demorar um pouco pra ele se transformar no seu príncipe, mas com paciência tudo se resolverá. (Lilian comemora) Mas precisará enfrentar a fúria de uma mulher. Uma pessoa muito ambiciosa e feroz. Mas você saberá enfrentar e derrotar as armadilhas da serpente. Vejo também uma luta com seu amado. (pausa) Uma atitude de revolta do seu amado também vai tentar separá-los, mas você a driblará com sabedoria e doçura. É o que diz a carta da Imperatriz.

LILIAN
E esse Imperador aí do lado quer dizer o quê?

CARTOMANTE
O que te lembra um imperador… um líder?

LILIAN (pensa)
Não sei… Não faço a menor id… O Ruggero! Estou escrevendo a biografia dele.

CARTOMANTE
Vai desvendar inúmeros segredos. Eles te levarão ao verdadeiro imperador. Vejo aqui na conjunção dele com a Imperatriz. Uma aliança. Talvez até um casamento. (pausa) Confia no teu destino, porque ele será de prosperidade e abundância.

RAÚLA (a Lilian)
Você é uma gata de sorte! Só saiu coisa boa.

LILIAN
Nem tanto, né? Essa serpente…

Lilian e Raúla se entreolham.

CORTA PARA

CENA 10. ESTRADA DA ANHANGUERA. EXT. NOITE.

=== SONOPLASTIA: Primeiros Erros – Mikefoxx ===

Anoitece. Imagens do congestionamento na estrada.

CORTA PARA

CENA 11. MANSÃO DE RUGGERO. SALA DE TV E MÚSICA. INT. NOITE.

Melita pega um monte de compactos de vinil na estante de música e leva tudo para o sofá. Senta e olha um a um. Entre eles aparece um disco com a foto de Benjamin, ainda jovem, na capa. Melita separa dos outros. Coloca o monte no chão e leva o disco selecionado consigo. Ela se senta no sofá e analisa bem a foto, nostálgica.

MELITA
E pensar que te conheci assim, meu amor.

Sorri. Olha alguns detalhes na contracapa. Ela se levanta e vai até o toca-discos numa prateleira da estante. Liga o aparelho. Tira o disco da capa e coloca o disco para tocar.

=== SONOPLASTIA: Introdução de uma música do início dos anos 80 ===

CORTA PARA

CENA 12. APARTAMENTO DE LILIAN. SALA DE JANTAR. INT. NOITE.

=== SONOPLASTIA OFF ===

Laura e Benjamin jantam.

BENJAMIN
Naquela época todo mundo formava banda e gravava disco. Daí pro programa do Chacrinha era um pulo.

LAURA
E depois pro programa do Bolinha. Lembra?

BENJAMIN
Como se fosse hoje. Nem sei como consegui chegar lá.

LAURA
Todo mundo gostava das tuas músicas. Elas tocavam em tudo que era rádio. A Lili vivia cantando na escola com as amiguinhas.

BENJAMIN
E você deixava? Essa, você não me contou. Com certeza elas falavam mal da minha voz de gralha.

LAURA
Você sempre cantou muito bem.

BENJAMIN
Meu filho canta muito melhor do que eu. Sem comparação. Sua opinião não conta, você é minha amiga.

LAURA
E a da Melita? Conta?

BENJAMIN (nostálgico)
Melita… Bons tempos. Pena que/

LAURA
Ela foi embora e você quis parar de cantar.

BENJAMIN
Parei de cantar porque o Nelson Rubens me queimou no Sílvio Santos.

LAURA
Aham, sei. Quem não te conhece que te compre. Aliás gostaria muito que você gravasse algo novo; eu e seus filhos.

BENJAMIN
Deixo a missão pro Renato.

CORTA PARA

CENA 13. MANSÃO DE RUGGERO. SALA DE TV E MÚSICA. INT. NOITE.

=== SONOPLASTIA: música da cena 11 em FADE – voz de BENJAMIN ===

O disco para automaticamente e o braço volta para a posição inicial. Ao mesmo tempo Yoná entra e vê Melita distraída.

YONÁ
Que música linda! (Melita olha para ela) Nunca tinha escutado. Quem canta?

MELITA
Benjamin, um cantor antigo.

YONÁ
Posso ver? (pega a capa do disco com Melita) Bem charmoso.

MELITA
Fez o maior sucesso na época. Ia em tudo que era programa.

YONÁ
Nessa época eu nem tinha nascido, e minha mãe só ficava no Roberto Carlos e no Benito di Paula. (olha a capa de novo) Ih! Acho que ele me lembra alguém, mas não estou lembrando.

MELITA (expectativa)
Vai ver é conhecido de algum ex seu.

YONÁ
Isso! Conhece o Renato Monte, não conhece?

MELITA
Claro que conheço. Ele é cantor também, irmão da Raúla Negri.

YONÁ
Sim, e esse Benjamin é o pai dos dois.

MELITA
Não, não pode ser.

RUGGERO (entra)
Melita?

MELITA (susto)
Sim?

RUGGERO
Será que morri por acaso? Ficou branca só de me ver. Tenho uma reunião no Pancho Club, e Ciro vai comigo.

MELITA (nervosa; tenta disfarçar)
Você vai assim tão de repente?

RUGGERO
Por que não? (pausa) Não vou jantar e não volto cedo.

MELITA
Ruggero, você tem exames pra fazer amanhã cedo/

RUGGERO
Eles que esperem. (sai)

MELITA
Ruggero? (pausa) Yoná, meu amor, não queira um marido como o meu.

YONÁ
Com todo respeito, não quero mesmo. (as duas riem) Vou colocar o outro lado.

Yoná vira o disco no aparelho de som. Melita pensativa.

CORTA PARA

CENA 14. BOATE. SALÃO. INT. NOITE.

=== SONOPLASTIA: TECHNO ===

César e Mônica sentados à mesa. Ela está com a cara emburrada.

CÉSAR
Está se sentindo bem?

MÔNICA
Por quê?

CÉSAR
Você tá tão pra baixo.

MÔNICA
Não foi nada. Só umas coisas que aconteceram no programa.

CÉSAR
O Caio não deu em cima de você, deu?

MÔNICA
Não, claro que não. E também ele não faz meu tipo. Foi uma cartomante lá, e ela falou umas coisas.

CÉSAR
Essa gente não sabe o que fala. Tudo charlatã.

MÔNICA
É, pode ser.

Ao fundo, Lilian e Pedro entram sem serem notados por César e Mônica. Um garçom encaminha os primeiros ao balcão de bebidas.

CÉSAR
Não fica assim, não. Abre o sorriso que eu gosto de ver. (Mônica sorri) Agora você ficou a diva em quem me amarro.

MÔNICA
Repete, vai.

CÉSAR
Diva!

MÔNICA
Assim eu piro.

CÉSAR
O que acha de você dançar pra mim e mostrar o furacão que você é?

MÔNICA
Só se for agora.

Mônica e César se levantam de repente, ao mesmo tempo em que uma garçonete esbarra nele e suja-lhe a camisa.

GARÇONETE
Perdão, moço!

MÔNICA
(raiva) Não olha por onde anda? Droga! (a César) Te sujou todo.

CÉSAR
Dou uma lavada no banheiro. Isso sai.

GARÇONETE
É, sai sim.

MÔNICA
Eu devia pedir sua cabeça, sua animal!

CÉSAR (à garçonete)
Tá tudo bem. Não se preocupa. Mônica, vai pro palco, que eu vou no banheiro e já te vejo lá.

Mônica olha a garçonete com ódio e segue para o palco. César vai ao banheiro. CAM em Mônica na pista. Ela dança sensualmente e logo chama a atenção dos presentes. CAM em Pedro e Lilian. Ele fica distraído com a dança de Mônica. Lilian guarda o celular na bolsa.

LILIAN
A Melita mandou mensagem pra ir mais tarde na casa dela, que o Ruggero vai ao médico, algo assim. (nota a reação de Pedro) Você tá me ouvindo, Pedro?

PEDRO
Olha lá. (aponta)

Lilian se vira para olhar Mônica. CAM na apresentação de Mônica. Segundos.

CORTA PARA

CENA 15. PANCHO CLUB. CORREDOR. INT. NOITE.

Ciro usa o celular. Na tela aparece o saldo bancário de Ruggero com o valor “R$ 585.238.221,02”. Em Ciro.

=== SONOPLASTIA: SUSPENSE ===

CIRO
Em pouco tempo, tudo isso será meu. O falso carcamano que me aguarde… a sete palmos do chão.

Ruggero sai do banheiro. Ciro fecha o aplicativo rapidamente e desliga o celular.

RUGGERO (enquanto isso)
Pronto! Podemos ir.

CIRO
Acho que o doutor deveria voltar pra casa.

RUGGERO
De jeito nenhum! Vou jogar na cara desses oportunistas que ainda estou vivo. Andiamo!

CIRO
Já que insiste…

Ruggero e Ciro andam pelo corredor e saem pela maior porta.

=== SONOPLASTIA OFF ===

CORTA PARA

CENA 16. PANCHO CLUB. SALA DE REUNIÕES. INT. NOITE.

Ruggero e Ciro sentados a uma mesa longa, rodeados por mais de dez empresários posudos e arrogantes. À cabeceira, o presidente da sessão, um descendente de japonês.

PRESIDENTE
Doutor Ruggero, entenda bem. Não há mais espaço no mercado para um empresário ultrapassado como o senhor. É preciso gente jovem, com garra, com vontade de dar o sangue. O mundo está cada vez mais veloz e/

RUGGERO
Está dizendo que não sirvo mais porque estou ancião, mas não estou. Você não me conhece.

PRESIDENTE
Senhor advogado, por favor, convença seu cliente a/

RUGGERO
Quem você pensa que é pra mandar no que faço ou deixo de fazer com minhas empresas?

CIRO
Doutor, se controla/

RUGGERO
Você não passa de um moleque. Só porque é japonês, se acha o dono do mundo; mas não sabe de nada do ramo. (burburinho)

PRESIDENTE
O senhor está me ofendendo.

RUGGERO
Estou mesmo. Devia ter vergonha de sentar aí e vir com ideias de rato. Trabalho com televisão desde antes de você nascer.

EMPRESÁRIA LOIRA (mais calma)
Doutor Ruggero, só queremos discutir ideias/

RUGGERO
Não discuto negócios com mulheres!

EMPRESÁRIA LOIRA
O senhor é quem perde.

RUGGERO
Abaixa a crista, que você só serve pra abrir um puteiro.

CIRO (a todos)
Peço desculpas. Meu cliente não está no melhor dia.

RUGGERO
(a Ciro) Não sou obrigado a me humilhar pra um monte de antas. (aos demais) Sabem de uma coisa? Eu me retiro… antes que corte eu mesmo a cabeça de um por um.

Todos se assustam. Ruggero se levanta furioso e sai, seguido por Ciro.

EMPRESÁRIA LOIRA
Eu disse que ele era doido varrido. Ninguém acreditou…

ADVOGADA NEGRA
Tenho pena da mocinha que está escrevendo a biografia dele. O que ela não deve passar?

Cochichos generalizados.

CORTA PARA

CENA 17. BOATE. SALÃO. INT. NOITE.

=== SONOPLASTIA: Primeiros Erros – Mikefoxx ===

Mônica continua a dançar. Pedro assiste encantado, com Lilian ao lado.

LILIAN
Já que tá curtindo a gatona aí, vou ao toalete.

Lilian se levanta. CAM a acompanha até o corredor. Quando Lilian se aproxima da porta do banheiro feminino, César sai distraído e esbarra nela. César e Lilian se viram.

CÉSAR e LILIAN
Desculpa!

=== SONOPLASTIA: Quero Mais – Patrícia Marx ===

César e Lilian se desviram, mas logo se dão conta e se olham nova e atentamente. Troca de olhares.

Efeito de fim de capítulo: imagem de Lilian e César congela; efeito de flash de fotografia; imagem fica em preto e branco.

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on tumblr
Tumblr

LEIA TAMBÉM

>
Rolar para o topo
Suporte Cyber TV
Precisa de ajuda?
Olá!
Como podemos lhe ajudar?
Estamos sempre disponíveis.
Powered by