Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on telegram

Escândalo – Capítulo 19

CENA 01. RESTAURANTE. INT. NOITE.

Continuação imediata do capítulo anterior.

=== SONOPLASTIA: TENSÃO ===

César e Lilian sentados à mesa. Lilian estranha a reação de César.

LILIAN
Falei alguma coisa errada?

CÉSAR
Eu não gosto desse sujeito.

LILIAN
Eu também não sou fã dele, mas/

CÉSAR
Esse desgraçado quase acabou comigo.

LILIAN
Como assim? Me explica.

CÉSAR
É melhor que você não saiba.

LILIAN
Por que não? Eu posso te ajudar.

CÉSAR
Trabalhando pra ele é que não vai me ajudar mesmo.

LILIAN
Não é porque escrevo o livro que vou aceitar tudo que ele pensa. Eu sei separar as coisas.

CÉSAR
Mas ele não. Lilian, fica longe desse cara ou/

LILIAN
O que tá acontecendo? (César vai embora) Não faz assim, César.

GARÇOM (se aproxima)
A senhora deseja mais alguma coisa?

LILIAN
Não. (aflita) Traz a conta.

GARÇOM
Sim, senhora.

O garçom se afasta. Lilian fica pensativa.

=== SONOPLASTIA OFF ===

CORTA PARA

CENA 02. REDE SONHO DE TELEVISÃO. ESTÚDIO. SALA DE JÚLIO. INT. NOITE.

Júlio conversa com Mônica e Jairo à mesa.

JÚLIO
Você teve sorte, meu rapaz. Estava mesmo precisando de um ator pro papel novo.

MÔNICA
Jairo não é perfeito?

JÚLIO
É, Mônica. Mas precisamos ter certeza. (a Jairo) Disposto a passar pelo teste?

JAIRO
Claro. Não vejo a hora de/

JÚLIO
Dei uma fuxicada nos seus trabalhos depois que a Mônica te indicou. Gostei de você. (a Mônica) Será que pode deixar a gente sozinho?

MÔNICA
Claro. (a Jairo) Boa sorte! (a Júlio) Você vai ver como ele é bom.

Jairo leva Mônica à porta. Após ela sair, Júlio tranca a porta e se senta ao lado de Jairo; olha-o com desejo.

JÚLIO
Agora a conversa é entre nós.

JAIRO
E o teste?

JÚLIO
Começa agora.

Júlio sorri safado. Jairo estranha a atitude do outro.

JAIRO
O que quer de mim?

JÚLIO
Não adivinha? Nem adianta me esconder, que sei que já fez outras vezes.

CLOSES alternados entre Jairo e Júlio.

CORTA PARA

CENA 03. APARTAMENTO DE LILIAN. COZINHA. INT. NOITE.

Lilian pega uma jarra de água na geladeira e enche um copo em cima da bancada. Laura prepara chá no fogão, chocada com a reação de César.

LAURA
Ele te largou sozinha? Não posso acreditar.

LILIAN
Ficou todo transtornado quando falei no Ruggero.

LAURA
O que não justifica tamanha grosseria. Onde já se viu?

LILIAN
O que me deixou mais boba foi quando ele disse que o velho tentou acabar com ele; o ódio que vinha dos olhos. Parecia outra pessoa.

LAURA
E precisava te largar por causa disso?

LILIAN
Não, claro que não. (pensativa) Aí tem…

LAURA
Depois dessa, o César não te merece.

LILIAN
Se merece ou não, agora não importa. Tenho que descobrir o que aconteceu entre eles.

LAURA
Filha, toma cuidado pra não mexer num vespeiro.

LILIAN
Eu sei com o que tô lidando. Não se preocupa. (bebe água)

CORTA PARA

CENA 04. SÃO PAULO. EXT. DIA.

=== SONOPLASTIA: Kandy Krush – Kim Wilde ===

Amanhece. Imagens do estádio do Pacaembu, do prédio do MASP, do trânsito na Avenida Celso Garcia, nesta ordem.

CORTA PARA

CENA 05. AVENIDA CELSO GARCIA. EXT. DIA.

Raúla anda pela calçada. César vem no sentido oposto, cabisbaixo e sem notar a moça. Raúla o aborda e abraça.

=== SONOPLASTIA EM FADE ===

RAÚLA
César!

CÉSAR
Como vai?

RAÚLA
Nossa! Que astral! Lili me contou que vocês/

CÉSAR
É… Ela disse uma coisa que não gostei, e reagi mal.

RAÚLA
Você teve uma atitude estranha, mas relaxa, que ela não ficou chateada. Depois vocês conversam e resolvem.

CÉSAR
Tenho que me desculpar. Descontei nela o ódio que tenho do velho carcamano.

RAÚLA
Vem cá… O que você tem contra ele? A Lili falou que ele quis te prejudicar.

CÉSAR
Quase morri por causa dele. Mas ele vai me pagar por tudo que/

RAÚLA
Não fala assim. Qual é? Tá a fim de vingança?

CÉSAR
Vingança ainda é pouco pra aquele sórdido. Quero que ele sofra do pior jeito que existe no mundo: cortado em pedacinhos… vivo.

Raúla chocada com a expressão de ódio de César.

CORTA PARA

CENA 06. REVISTA DE FOFOCAS. SALA DE NARA. INT. DIA.

Nara em reunião com Isolda.

NARA
O que tem pra hoje?

ISOLDA
O grande show do Renato Monte aqui em São Paulo já tem data, mas o empresário ainda não divulgou.

NARA
Tenta arrancar dele o que puder. O que mais?

ISOLDA
Ele vai marcar casamento com a noivinha songa-monga. A Raúla Negri tá com admirador secreto… A Mônica Fischer armou o maior barraco na praça, e o César meteu o pé nela. A Lilizinha tava junto. Depois o César trocou a escandalosa pela loira azeda, mas pelo visto o lance já desandou. Ela falou do Ruggero, e ele deixou sozinha na boate. Dizem que o santo dele não bate com o do velho.

NARA
Ele está certíssimo. Só a Lilian que não enxerga.

CORTA PARA

CENA 07. REVISTA DE FOFOCAS. REDAÇÃO. INT. DIA.

Pedro pesquisa algo no notebook dele. Michele vê Pedro e se aproxima curiosa.

MICHELE
Tá vendo o quê?

PEDRO
(minimiza a janela do navegador) Nada. (a Michele) Só uma pesquisada rápida pro meu irmão.

MICHELE
Tá me escondendo nada, não?

PEDRO
Por que esconderia? Não é nada de importante. Relaxa.

MICHELE
Tá bom, acredito. Vem cá. Tá sabendo que o César Rinaldi deixou a Lilian sozinha na boate por causa do Ruggero Fontana?

PEDRO
Quem te falou isso? Ah, já sei: a Isolda.

MICHELE
Mas não é esquisito?

PEDRO
É, sim. Não estive com a Lili ainda, se não ela tinha me contado. Depois vou ligar pra ela. (pensativo) Só espero que ele não venha empacar…

MICHELE
Empacar o quê?

PEDRO (se dá conta)
Nada não. Me deixa trabalhar.

Michele olha desconfiada para Pedro e vai pro banheiro feminino.

CORTA PARA

CENA 08. REVISTA DE FOFOCAS. BANHEIRO FEMININO. INT. DIA.

Michele conversa com Isolda em frente ao espelho, enquanto elas retocam a maquiagem e o cabelo.

ISOLDA
Ele te falou isso?

MICHELE
Com todas as letras.

ISOLDA
Mas que safada! Aposto que tá fazendo de tudo pra esconder a informação. Mas eu vou descobrir e jogar no ventilador. O velho não perde por esperar. A Lilizinha que me aguarde.

Isolda se vira para a câmera. CLOSE.

CORTA PARA

CENA 09. APARTAMENTO MÔNICA. SALA. INT. DIA.

Jairo sentado no sofá com cara de desânimo. Mônica de pé em frente a ele. Ela gargalha.

JAIRO
Tá achando graça do quê? Não tem graça nenhuma, porra!

MÔNICA
Já tô imaginando a cena. (gargalha) Você e o Júlio/

JAIRO
Só fiz porque tenho que trabalhar.

MÔNICA
Fez porque gosta. Você não vai ser o primeiro nem o último, né?

JAIRO
Faz parte. Se não fosse assim/

MÔNICA
Que é? Vai dar ataque de machinho agora?

JAIRO (se levanta e encara Mônica)
Eu sou macho. Mais do que você pensa.

MÔNICA
É mesmo? Então prova.

Jairo agarra Mônica pelos cabelos e a beija à força. Ela se debate um pouco, mas acaba cedendo.

CORTA PARA

CENA 10. CASA DE HAILA. SALA. INT. DIA.

Haila abre a porta para Lilian, com quem troca beijos de rosto.

HAILA
Que bom te ver!

LILIAN
O Renato tá aí?

HAILA (fecha a porta)
Tá sim. Senta aí, que vou chamar.

LILIAN (obedece)
Obrigada.

Haila sai pelo corredor. Lilian repara na decoração. Haila e Renato voltam juntos. Lilian se levanta e cumprimenta Renato. Os dois se sentam no sofá.

HAILA
Um cafezinho?

LILIAN
Sim, obrigada.

RENATO
Pra mim também. (Haila sai) Tava mesmo querendo falar com você.

LILIAN
Eu também.

RENATO
Tem um pessoal me ligando pra participar do meu show e pra eu participar do show de outros cantores. Você sabe que minha agenda tá lotada; aí vou ter que escolher alguns.

LILIAN
No auge da fama, as coisas são assim mesmo.

RENATO
Não sei se você pode, se não está cheia de compromissos também, mas eu ia gostar muito se me ajudasse. Você conhece tanta gente, até mais do que eu.

LILIAN
Posso dar uma força, sim. Conta comigo. Vou amar. (lembra-se) Tenho uma amiga que pode ajudar a gente. Ela é produtora e crítica musical; amigona da Camila.

RENATO
Camila?

LILIAN
É, aquela que teve um tititi com a Giselle. Saíram no tapa na festa da Rah, lembra?

RENATO
Na Arara Night, né? Lembro sim.

Haila entra com uma bandeja de café e coloca na mesinha de centro; senta-se ao lado de Renato e o abraça, enquanto ele e Lilian pegam xícaras.

LILIAN
Obrigada. Nada como um café. Amo.

RENATO
E você? O que queria?

LILIAN
Sabe que até esqueci. A gente tava lembrando da festa da Rah… Ah, lembrei. Teu pai foi lá em casa ontem e falou que você esteve com o Márcio Vergueiro.

RENATO
Foi. Um cara incrível. Quer o contato dele?

LILIAN
Quero sim. Não perco por nada a chance de entrevistar ele.

RENATO
Aproveita, que ele tá pra ir embora no sábado. (pega o celular) Vou te passar pelo zap.

LILIAN
Você nem imagina o bem que está fazendo.

CORTA PARA

CENA 11. CASA DE SÉRGIO. SALA. INT. DIA.

A casa não é grande e está vazia. Paredes em tons de branco e amarelo. Janela larga por toda a parede do fundo.

Sérgio conversa com Breno, ambos de pé.

SÉRGIO
Uma pintura, e fica pronto pra mudar.

BRENO
Aqui é um bom lugar. Perto da Sonho. Dá até pra ir a pé pra lá.

SÉRGIO
E silencioso. Não tem bar, boate, nada que atrapalhe. Até o mês que vem, este vai ser o meu lar, doce lar! Vamos ver o resto.

Sérgio e Breno saem pelo corredor.

CORTA PARA

CENA 12. SÃO PAULO. EXT. NOITE.

=== SONOPLASTIA: Echo – Cyndi Lauper ===

Anoitece. Imagens do trânsito congestionado na Avenida Santos Dumont e na Avenida Paulista. O relógio de rua mostra “18:57”. Pessoas andam na calçada. Uma mulher coloca a bolsa no ombro esquerdo e anda apressada. Um casal de estudantes anda e conversa; a moça bebe um milk shake pelo canudo. Fachada de uma lanchonete; depois a de uma pastelaria.

CORTA PARA

CENA 13. APARTAMENTO DE LILIAN. SALA. INT. NOITE.

=== SONOPLASTIA OFF ===

Lilian e Pedro conversam no sofá.

PEDRO
Conseguiu falar com o músico?

LILIAN
Marquei pra amanhã. Vou assim que terminar no Ruggero.

PEDRO
E depois a gente tem que descobrir qual é a relação dele com o César.

LILIAN
Xi! Nem fala. O pior é que o César não quer se abrir pra mim. Pelo contrário: quis até que eu parasse de trabalhar na biografia, tamanho o ódio que tem pelo Ruggero.

PEDRO
Pra ele agir assim, alguma coisa aconteceu e ele não quer que descubram. Tá com medo.

LILIAN
Com medo de quê? Já sei! Vou ligar pro Breno. De repente, ele sabe de alguma coisa.

PEDRO
Esquece. Se ele conta pro César, você perde o cara pra sempre.

LILIAN (cai pra trás, encostando na almofada)
É isso que me mata. Já não bastasse a Mônica, agora tem o Ruggero pra separar a gente.

PEDRO
Não queria estar na tua pele.

LILIAN
Nem eu. (pensa) Só que não vou desistir. O César vai ter que aceitar e entender que o que estou fazendo é pra ajudar.

PEDRO
O Ciro também não tá muito a favor dessa biografia. Acha que vai expor muito a imagem do patrão e blá-blá-blá…

LILIAN
Sabe o que tenho notado no teu irmão?

PEDRO
O quê?

LILIAN (pensa)
Pensando bem, não importa. Ele só tá agindo como advogado. É a função dele. Descobriu mais alguma coisa?

PEDRO
Descobri, sim. A noiva do Miguel di Capri se chama/ (toca a campainha)

LILIAN
Quem será? (levanta-se e abre a porta) César?

CÉSAR
Posso entrar?

LILIAN
Claro. Entra.

CÉSAR
Com licença.

Lilian fecha a porta. Pedro se levanta e cumprimenta César.

CORTA PARA

CENA 14. MANSÃO DE RUGGERO. ESCRITÓRIO. INT. NOITE.

Ciro e Yoná se beijam e agarram, encostados à estante de livros. A porta está entreaberta.

CIRO
Um mês.

YONÁ
Um mês pra quê?

CIRO
Pra isso tudo ser meu… nosso.

YONÁ
Você não vale nada mesmo.

CIRO
Não?

YONÁ
Nadinha. Só quero ver o dia em que o fantasma do velho puxar teu pé.

CIRO (ri)
Acredita nisso? Pensei que fosse mais esperta. Fantasmas não existem.

YONÁ
Debocha mesmo. Vai ver o que vai te acontecer.

CIRO
E o que vai me acontecer?

YONÁ
Antes do fantasma do doutor aparecer aqui…

Yoná beija Ciro com desejo. Melita entra e fica chocada com o que vê. O casal continua se beijando, até que Yoná vê Melita e se assusta.

MELITA
O que significa isso?

YONÁ
Me perdoa, Melita. Não achei que/

MELITA
Por mim, vocês fazem o que quiserem, mas não nesta casa. Se meu marido flagra vocês, já sabem… Discrição: só isso que peço.

CIRO
Pedimos desculpas mais uma vez.

MELITA
Tudo bem, Ciro. Me deixa a sós com Yoná, por favor.

CIRO
Sim, Melita. (sai)

Melita fecha a porta, se aproxima de Yoná e lhe passa instruções em OFF.

CORTA PARA

CENA 15. APARTAMENTO DE LILIAN. SALA. INT. NOITE.

Lilian conversa com César no sofá.

CÉSAR
Me senti traído, sim.

LILIAN
Traído porque falei que estou trabalhando pro Ruggero?

CÉSAR
Esse canalha acabou com a minha vida. Por isso quem fica do lado dele se põe contra mim.

LILIAN
Você pensa assim mesmo?

CÉSAR
Penso.

LILIAN
É uma pena que misture as coisas. Minha relação com Ruggero é só profissional. Não faço questão de ter mais nada com ele.

CÉSAR
Até que ele faz a tua cabeça/

LILIAN
Ninguém faz a minha cabeça. Sou capaz de tomar decisões sozinha, e a biografia é mais uma delas. Não vou jogar pro alto só porque vocês tem diferenças. Se quiser continuar comigo, vai ter que me aceitar como sou, porque não faço questão de ninguém mandando no que posso ou não fazer; mas se quiser me largar, a decisão é sua. Não vou te obrigar a ficar comigo.

CLOSES alternados entre César e Lilian.

CENA 16. APARTAMENTO DE RAÚLA. SALA. INT. NOITE.

Benjamin e Laura sentados no sofá. Raúla vem do corredor ajeitando o cinto.

RAÚLA
Pronto, pai. Podemos ir.

LAURA
Ir pra onde? Vocês não iam ficar?

RAÚLA
Nessa noite linda, é claro que não. E você vai com a gente.

LAURA
Não vou, não. Não tenho mais idade nem disposição pra bater perna de noite.

BENJAMIN
Você está lindíssima e com vitalidade de sobra.

RAÚLA
Não vai fugir, não. Vamos soltar a franga!

LAURA
Vocês são insistentes, hein?!

BENJAMIN
A gente só vai ouvir música, tomar uma cervejinha.

RAÚLA
Arrumar um homem pra dançar e namorar.

LAURA
Namorar, não! Tá louca? Homem pra mim é só o Luciano.

RAÚLA
Quem morreu foi ele e não você. Acorda pra vida, menina!

Raúla puxa Laura pela mão. Benjamin se levanta e segue as duas. Eles saem de cena, após Benjamin apagar a luz e fecha a porta por fora.

FADE OUT.

CENA 17. CASA DE SAMBA. SALÃO. INT. DIA.

=== SONOPLASTIA: Is This Love? – Terra Samba ===

FADE IN. Casa noturna lotada, com maioria de idosos. Vários casais dançam na pista central. Várias pessoas bebem cerveja ou refrigerante nas mesas em volta.

CAM na mesa onde estão Benjamin, Raúla, Haila e Laura. Há copos com cerveja e cestos com pastéis.

RAÚLA
Renato não vem?

HAILA
Vem, sim, assim que terminar a sessão de fotos.

BENJAMIN
Na minha época, não tinha essa trabalheira toda.

RAÚLA
Se depender de mim, você volta a cantar.

LAURA
De mim também.

BENJAMIN
Podem esquecer.

HAILA
Oh! Por quê, Benjamin?

BENJAMIN
Porque não quero, tá bom?

HAILA
Isso não é resposta.

RAÚLA
É isso aí. Toca aqui, miga! (bate a mão na de Haila)

CAM em Milton, que entra pela porta e olha para todos os lados. Vê Benjamin ao fundo e se aproxima.

CAM na mesa de Benjamin.

MILTON
Benjamin, meu amigo!

BENJAMIN (se levanta e abraça Milton)
Você por aqui? Senta com a gente.

MILTON
Com licença. Boa noite às damas. (senta-se)

BENJAMIN (também se senta)
Lembra dele, filha?

RAÚLA
Não… (se recorda) Acho que lembro, sim. (radiante) Milton!

Raúla e Milton se levantam e se abraçam. Depois voltam a se sentar, enquanto falam.

MILTON
Como você tá linda!

RAÚLA
Obrigada!

BENJAMIN
Essas são Haila, a noiva do meu filho…

HAILA
Como vai?

BENJAMIN
…e Laura. Lembra dela?

MILTON (sedutor)
Como se fosse ontem.

Milton sorri para Laura, que fica sem graça. A conversa segue em FADE.

CORTA PARA

CENA 18. PRÉDIO DE BRENO. FRENTE. EXT. DIA.

=== MÚSICA MUDA PARA Rumour Has It – Adele ===

Amanhece. Imagem da fachada do imóvel.

CORTA PARA

CENA 19. APARTAMENTO DE BRENO. SALA. INT. DIA.

=== SONOPLASTIA EM FADE ===

César prepara um copo de aguardente na estante. Breno vem do corredor e se junta a César.

BRENO
Bebendo a essa hora?

CÉSAR
Tô sim, que é pra curar as mágoas.

BRENO
Terminou com a Lilian?

CÉSAR
Pois é. Por causa daquele ordinário. Ela tá trabalhando pra ele, e eu não quero.

BRENO
Você não acha que tá sendo injusto com ela?

CÉSAR
Não sei de mais nada.

BRENO
Acho que devia se colocar no lugar dela e não colocar a culpa na pobre moça de uma coisa que ela não pode controlar. É o trabalho dela.

César fica pensativo. Termina de beber e tem o impulso de sair.

CÉSAR
Vou sair de novo.

BRENO

Aonde você vai?

CÉSAR
Dar uma volta.

César sai. Breno dá de ombros e anda em direção ao corredor.

CORTA PARA

CENA 20. APARTAMENTO DE LILIAN. QUARTO DE LILIAN. INT. DIA.

Lilian termina de colocar um vestido, enquanto conversa com Raúla.

LILIAN
Tô até imaginando a cara da mãe. (ri) Não conheço o Milton, mas ele já tem minha torcida. (toca o celular; ela atende) Alô? (tempo) Oi, Yoná! (tempo) No hospital? (tempo) Ah, sim. Obrigada. (desliga; a Raúla) Ruggero vai fazer uns exames e cancelou a entrevista. Que bom! Assim eu posso/

LAURA (bate à porta e entra)
Filha, estão te esperando na sala. Se prepara.

Lilian olha para Laura com expectativa.

Efeito de fim de capítulo: imagem de Lilian congela; efeito de flash de fotografia; imagem fica em preto e branco.

POSTADO POR

Marcelo Delpkin

Marcelo Delpkin

COMPARTILHAR

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on tumblr
>
Rolar para o topo