Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on telegram

Escândalo – Capítulo 38 (Penúltimo)

CENA 01. DELEGACIA. FRENTE. EXT. NOITE.

Continuação imediata do capítulo anterior.

Norma encara Miguel e Guilherme. Zu vem da porta da delegacia e se aproxima deles, enquanto Norma fala.

NORMA
Posso saber o que tá acontecendo aqui?

GUILHERME
Mãe, fica calma, que eu vou contar/

NORMA
Não me diga que o seu pai aprontou de novo. Você nunca vai tomar jeito, né, Miguel.

GUILHERME
Não é nada disso.

NORMA
Então é o quê? Você, eu sei que não é de fazer bobagens.

GUILHERME (tom)
Eu salvei o papai. Tá satisfeita?

ZU
É verdade, Norma. A Isolda ia matar todo mundo na mansão. Se o Gui não tivesse chegado/

NORMA
A Isolda? (gargalha) Devia ter matado mesmo.

GUILHERME
Mas eu matei primeiro e faria de novo se precisasse.

NORMA
Você o quê? (ri) Você nunca mentiu pra mim. Conta outra.

MIGUEL
Ela ia me matar. O nosso filho apareceu bem na hora. Pegou um machado e matou a Isolda pra me defender. Mas fica tranquila, que ele não vai ser preso.

NORMA
Mas vai ficar com a consciência pesada pra sempre, porque eu vou fazer questão de lembrar todos os dias do que fez. Tô decepcionada com você, Guilherme.

MIGUEL
Problema seu. Hoje eu fiquei orgulhoso dele, e a gente se acertou.

NORMA
Conseguiu tomar tudo de mim. Você é um canalha, Miguel. Roubou o meu trabalho, a minha vida, o meu dinheiro/

MIGUEL
Que dinheiro? Os bens, meu pai deixou pra mim. Se ele não tivesse te excluído do testamento, eu tinha recusado. A maior bobagem que fiz na minha vida foi ter te conhecido.

Norma levanta a mão pra bater em Miguel, mas ele segura.

MIGUEL (cont.)
Não ouse me encostar essa mão de novo. Agora vai embora, que não quero mais olhar pra essa sua cara. (solta o braço de Norma) Some daqui!

NORMA
Eu nunca vou te perdoar, Miguel. Ainda mais agora depois de roubar o meu filho.

GUILHERME
Ele não me roubou de ninguém. Fui eu que acordei pra realidade. Devia fazer o mesmo.

NORMA
Olha como fala comigo, seu moleque! Fica aí com tua astróloga de merda e com esse… Prefiro não falar mais nada.

Norma fica com raiva e dá as costas. Zu abraça Guilherme.

ZU
Gente! O recalque dela é tanto assim?

MIGUEL
Esquece isso. Vamos, filho?

GUILHERME
Vamos. Mas amanhã passo lá em casa e pego as coisas.

MIGUEL
Tá bom, mas lembra que vai ter que ficar por um tempo na/

ZU
Por mim, não sai mais lá de casa. Vou adorar ter você morando comigo.

Zu e Guilherme se beijam. Miguel sorri.

CORTA PARA

CENA 02. HOSPITAL. CORREDOR. INT. NOITE.

Melita e Benjamin conversam num dos bancos do corredor. Há outro casal num banco mais ao fundo; a moça está grávida.

MELITA
O Miguel acabou de me ligar e disse que ficou tudo bem com o Guilherme.

BENJAMIN
O César também se salvou e vai ficar uns dias internado. A Laura volta amanhã e vai ficar uns dias com o Milton, até liberarem a mansão.

MELITA
O Miguel e o Guilherme vão passar uns dias na Zu, e a Lilian fica com a Raúla e a Haila.

BENJAMIN
Se quiser, pode ir pra minha casa. Assim me faz companhia.

MELITA
Não quero te dar trabalho. Fico num hotel mesmo.

BENJAMIN
Já está decidido. Assim a gente recupera todos os anos perdidos. O que acha?

MELITA
Já que insiste… Não quero atrapalhar o Renato.

BENJAMIN
Ele tá na casa da Haila. Estamos sozinhos.

=== SONOPLASTIA: Croire – Lara Fabian ===

Benjamin e Melita se beijam.

CORTA PARA

CENA 03. PRÉDIO DE RAÚLA. FRENTE. EXT. DIA.

Amanhece. Imagem da fachada do prédio. Haila vem pela calçada com dois sacos de compras e entra pelo portão.

CORTA PARA

CENA 04. APARTAMENTO DE RAÚLA. COZINHA. INT. DIA.

=== SONOPLASTIA OFF ===

Raúla prepara misto quente na sanduicheira. A TV pendurada na parede está ligada no noticiário, no MUDO. Haila entra com as sacolas e as coloca sobre a mesa.

HAILA
Menina, acredita que o dinheiro quase acabou? A margarina tá custando o olho da cara. O macarrão, nem se fala. Por sorte, consegui álcool em gel na promoção. (pega dois frascos numa das bolsas) Aqui.

RAÚLA (olha)
Bota sorte nisso. Quase não se acha mais.

HAILA
Por que a televisão tá no mudo?

RAÚLA
Já tava dando no saco o jornalista só falando na briga do presidente com o ministro. Liga aí, se quiser.

Raúla abre a sanduicheira. Pega o misto quente com uma espátula e o coloca num prato, ao mesmo tempo em que Haila tira a TV do mudo com o controle remoto.

HAILA
Humm! Tá cheirando bem.

RAÚLA (entrega o prato pra Haila)
Fiz pra você. Vou colocar o meu agora.

HAILA
Tava mesmo com fome.

Haila se senta à mesa e pega um guardanapo para comer o sanduíche. Raúla coloca outro na sanduicheira.

JORNALISTA (televisão)
Caso Isolda Calderón: filho de magnata confessa ter matado a jornalista.

RAÚLA
Coitado! Deve ter sido uma cena horrível.

HAILA
A Lili falou que foi mesmo. Se cortam a cabeça de alguém na minha frente… Melhor nem falar, que a gente tá com comida aqui.

RAÚLA
Isso que eu ia falar.

Raúla e Haila prestam atenção à notícia.

JORNALISTA (televisão)
…Guilherme da Silva agiu em legítima defesa, além de defender o pai e outros presentes da morte. O corpo da jornalista está no IML para mais investigações, assim como o de Jairo, ator da Rede Sonho.

CORTA PARA

CENA 05. CASA DE SÉRGIO. SALA. INT. DIA.

Sérgio abre a porta para Nara entrar.

SÉRGIO
Você aqui a essa hora?

NARA
Não podia esperar.

Sérgio e Nara andam até o sofá, onde sentam.

NARA
Mal consegui pregar o olho depois do que aconteceu.

SÉRGIO
Dizem que foi uma cena horrível. Você já colocou no jornal?

NARA
Pedi pra Michele e pra Lígia fazerem pra mim. Eu tinha que falar com você de qualquer maneira e não podia esperar. Fui covarde com você, não fui?

SÉRGIO
Do que está falando?

NARA
Da nossa separação. Da Isolda. Não sei como eu, uma mulher vivida e antenada, pude me influenciar tanto pelas intrigas dela. Parecia ser uma pessoa tão leal, confiável. Você sempre dizendo a verdade, mas eu quis ser a feminista que acredita primeiro em uma mulher e depois no marido… e o que colhi? Te joguei fora, perdi a amizade da Laura, empurrei a Lilian pro Ruggero, minha revista mal falada, e eu acusava o tempo todo de estar por trás de tudo que a Isolda aprontou.

SÉRGIO
Não fique se culpando por causa dela.

NARA
Mas é verdade. Se eu tivesse pulso firme com ela, soubesse com quem estava lidando, de repente a minha vida não estava uma merda.

SÉRGIO
A sua vida não está uma merda. Tem o Nando/

NARA
Já não estamos mais tão juntos.

SÉRGIO
Por acaso ele…?

NARA
Não, ele não me fez nada. Eu é que cheguei à conclusão de que foi um erro usar o Nando apenas pra fazer o jogo dela. Me sinto tão canalha, tão suja.

SÉRGIO
Você não é nada disso. Não tinha como adivinhar que a Isolda estava te jogando contra mim. Ela se aproveitou de que eu ficava andando com as atrizes/

NARA
A trabalho. Eu sei que foi a Mônica que deu em cima de você. Não queria era admitir que estava sendo leviana pra agradar a uma pessoa falsa, inescrupulosa. O que fiz com você não tem perdão.

SÉRGIO
Já perdoei faz tempo. Te disse isso no outro dia.

NARA
Não tenho sequer o direito de querer que volte pra mim. Eu te magoei muito com minha desconfiança, com a covardia com que te tratei nesse tempo todo. Bem, era isso que eu tinha que te falar. Tinha que admitir que a errada fui eu.

SÉRGIO
Você precisa se perdoar.

NARA
Não é fácil. Não vou conseguir me perdoar sem colocar os pingos nos is com você e com a Lilian.

SÉRGIO
Você já conversou com ela?

CORTA RÁPIDO PARA

CENA 06. APARTAMENTO DE RAÚLA. SALA. INT. DIA.

Lilian e Nara se sentam no sofá.

HAILA
Vou preparar um cafezinho.

NARA
Quero não, obrigada. Não vou demorar.

LILIAN
Eu também não.

HAILA
Com licença (sai)

LILIAN
Você veio ver como estão as coisas, não foi?

NARA
Também. (pausa) Te devo um pedido de desculpas.

LILIAN
Por quê?

NARA
Por tudo que tenho feito contra você por causa do Sérgio… quer dizer, da Isolda.

LILIAN
Ela sabia manipular as pessoas a favor dela.

NARA
O que não justifica eu ter expulsado você da revista do jeito que fiz. Você e Sérgio estavam certos o tempo todo, e eu não quis enxergar. Precisei tomar um golpe e descobrir da pior maneira com quem eu estava lidando pra ver as coisas como eram. Fracassei como jornalista e como mulher. Se arrependimento matasse, era eu que estava com a cabeça cortada agora.

LILIAN
Não fala assim.

NARA
Tenho me sentido esgotada com toda a situação. Critiquei tanto você ter feito a biografia do Ruggero, um homem que sempre detestei, e, no fundo, eu ajudei a te empurrar pra ele.

LILIAN
A biografia foi uma escolha minha. Eu teria ido de qualquer maneira, por meu pai.

NARA
O Luciano era uma grande pessoa. Aprendi muito com ele e sei que o decepcionei nesses últimos meses. Será que você pode me perdoar?

=== SONOPLASTIA: INSTRUMENTAL EMOTIVA ===

LILIAN
Não tenho o que perdoar. Pelo menos não de você. (sorri e pega na mão de Nara) Sempre esperei por esse dia. Nós duas juntas e amigas de novo.

NARA
(abraça Lilian) Não sabe me alivia… (se separa) Posso te pedir uma coisa?

LILIAN
Pra voltar a trabalhar na Bomba!?

NARA
Pensei em fechar uma parceria entre a revista e o teu blog.

Lilian e Nara trocam sorrisos.

CORTA PARA

CENA 07. CASA DE ZU. SALA. INT. DIA.

=== SONOPLASTIA OFF ===

Lilian e Miguel conversam de pé.

LILIAN
O que você acha?

MIGUEL
Fenomenal! Se vocês concordarem em incluir a Sonho…

LILIAN
É sério?

MIGUEL
Claro que é sério. Já estava mesmo na hora de apagar a rixa do meu pai com todo mundo.

LILIAN
Vou ligar pra ela agora mesmo.

MIGUEL
Marca um jantar com ela pra amanhã à noite. Quanto antes a gente acertar os ponteiros, melhor.

LILIAN (abraça)
Te adoro, sabia?

MIGUEL
Eu também te adoro.

Lilian pega o celular na bolsa e sai radiante. Miguel sorri. Zu vem do corredor.

ZU
E aí?

MIGUEL
Melhor do que eu esperava. E se prepara, que um monte de trabalho te espera.

ZU
Não vejo a hora.

MIGUEL
E o Guilherme?

ZU
Ficou lá fazendo um trabalho pra faculdade.

MIGUEL
Ainda bem que não parou totalmente. Assim ele não perde tempo com greve.

ZU
É verdade. Até eu tô pensando em voltar pra faculdade.

MIGUEL
Faz muito bem. Saudade do curso de Música. Acho que vou me inscrever também. Não consegui fazer quando era novo, mas quem sabe agora não dá certo? Nunca é tarde.

ZU
Né?

Miguel e Zu sorriem e se abraçam. Lilian entra e finge estar com ciúmes.

LILIAN
Pode tirar a mão do meu marido. Tá pensando o quê?

CORTA PARA

CENA 08. REDE SONHO DE TELEVISÃO. VISTA AÉREA. EXT. DIA.

=== SONOPLASTIA: Love You Like a Love Song – Selena Gomez ===

Letreiro: “Meses depois”.

CAM AÉREA sobrevoa a imensa construção da emissora de TV. Dezenas de pessoas ocupam os espaços externos da garagem, dos pátios e das cidades cenográficas.

CORTA PARA

CENA 09. REDE SONHO DE TELEVISÃO. ESTÚDIO. CENÁRIO DO TELEJORNAL. INT. DIA.

=== SONOPLASTIA OFF ===

Cenário com fundo azul e verde e a logomarca do jornal ao fundo. Miguel, Lilian e Nara andam pelo cenário e param em frente à bancada.

LILIAN
Até que enfim acabou essa pandemia louca.

MIGUEL
Às custas de milhões de mortes e de mais milhões de pessoas com sequelas respiratórias.

NARA
Por outro lado, o ar ficou mais puro e os animais puderam retomar seu espaço dentro do possível.

LILIAN
A economia do Brasil quase quebrou, mas conseguimos resistir e vamos nos recuperando aos poucos.

MIGUEL
Se depender dos governantes, tenho lá minhas dúvidas.

NARA
Até que enfim, a quarentena acabou e o mundo volta ao normal. A revista reabre hoje.

MIGUEL
As gravações também foram retomadas, e os atores estão a todo vapor. Tinham que ver a alegria da Mônica.

LILIAN
Eu tô boba de ver como ela mudou. Lembram quando o presidente queria abaixar os salários dos atores?

MIGUEL
Ela juntou os atores pela internet pra um mutirão que deu mais o que falar do que a live da Raúla. (pausa) Aliás, vocês já viram o cenário do programa dela, não já?

LILIAN
Nossa! Amei!

NARA
Melhor que o cenário, só os convidados que ela escolheu a dedo. Pena que a Haila não vai poder estar na hora.

LILIAN
Ela não desgruda dos gêmeos por nada.

NARA
São dois?

LILIAN
Um menino e uma menina. O Rê tá babando neles, né?

MIGUEL
Pai é pai.

LILIAN
Alguns, né? Tem uns que só Jesus na causa. Ou jogam fora ou torturam a vida deles até… Deixa quieto.

NARA
Vocês souberam que o pai do Jairo morreu, né? Pegou COVID na cadeia.

LILIAN
É o que dizem, mas foi bem pior. Os próprios presos deram cabo nele. Se tem uma coisa que eles não aceitam é que maltratem mulher.

A conversa segue em FADE.

CORTA PARA

CENA 10. CASA DE HAILA. QUARTO DE HAILA. INT. DIA.

Haila deitada na cama com os gêmeos nos braços. Renato entra com Mário, Raúla, Zu e Guilherme.

ZU
Mas que coisinhas fofas! (se senta na cama)

RAÚLA
Pode tirar o olho, que eu e a Lili chegamos na frente.

ZU
É assim, é? (a Haila) Acho bom arrumar mais um, que eu também quero.

HAILA
Tá doida? Acabei de parir. Não tô com disposição pra engravidar, não.

RENATO
Por mim, pode ser o quanto antes.

HAILA
A barriga é minha, e eu escolho quando engravidar de novo, tá?

MÁRIO
Meu corpo, minhas regras. (ri)

HAILA
Bem isso aí. Quero aproveitar muito esse casalzinho lindo. Fui eu que fiz.

RENATO
Eu também, não se esqueça.

ZU
Mas eles são tão lindinhos… Não resisti e já fiz o mapa astral deles. Vamos ter uma cantora e um bailarino.

RAÚLA
Eles vão ser o que eles quiserem. Olha só! A astróloga querendo adivinhar o que eles vão ser.

ZU
Daqui a uns vinte anos a gente conversa.

MÁRIO
Melhor não discutir com ela não, Rah. Ela acertou o meu primeiro emprego sem eu ter falado com vocês.

HAILA
E o livro novo? Quando sai?

MÁRIO
Logo, logo. Vou lançar junto com a biografia do Ruggero.

RENATO
No dia do aniversário de casamento da Lili.

RAÚLA
Tô me mordendo de tanta ansiedade. É a decisão da vida dela, né?

HAILA
Ela vai ficar com o César, claro. (a Zu) Ou não?

ZU
Nem olha pra mim…

RAÚLA
Agora tira o corpo fora, é, sua safada?

GUILHERME
É que a decisão envolve meu pai, né?

MÁRIO
Fiquei sabendo que ele também tá interessado na Lili.

RAÚLA
É por isso mesmo que tô toda acabada de tão nervosa. E pensar que tudo começou naquele restaurante. Lembra, Zu?

ZU
Lili de olho no César, e ele de olho em você. (ri)

GUILHERME
Você e o César?

RAÚLA
A gente namorou um tempo, mas, no fundo, ele não fazia o meu tipo. Depois veio uma enrolação atrás da outra.

HAILA
Ainda vamos ter muito tempo pra contar pros bebês… Benjamin e Vitória… como o vovô e a vovó.

CAM nos bebês dormindo no colo de Haila.

CORTA PARA

CENA 11. CASA DE BENJAMIN. SALA. INT. DIA.

Benjamin e Milton conversam enquanto tomam cerveja na garrafa.

MILTON
Dois de uma vez só!

BENJAMIN
E só descobri na hora. Haila escondeu da gente o tempo todo. Não sei quem chorou mais, se fui eu ou o Renato, quando vimos os dois ali pequenininhos. Não tem nada melhor que ser avô.

MILTON
Dizem que ser avô é ser pai duas vezes.

BENJAMIN
No meu caso, são quatro. (ri; toma um gole de cerveja) Humm! Fazia tempo que não tomava uma.

MILTON
E o casamento?

BENJAMIN
Tivemos que adiar por causa dos bebês, mas valeu a pena. Assim aproveito bastante pra namorar a Melita antes de a gente enfiar a corda no pescoço. (ri) E você com a Laura?

MILTON
Nada de casamento por enquanto. Ela quer se manter fiel a um único marido, e eu respeito e admiro isso nela.

BENJAMIN
Luciano foi um grande homem e merece esse sacrifício.

MILTON
Ao contrário do Ruggero. (ambos riem)

CORTA PARA

CENA 12. RUA. EXT. DIA.

O carro de César se move pela rua e para quando o semáforo fecha para veículos. CAM em César, que olha para um lado e outro. Quando ele olha para a esquerda de novo, alguém bate à janela do outro lado. Ele abaixa o vidro e vê Norma muito maquiada e com roupas curtas.

NORMA
Tá a fim de um programa, gato?

CÉSAR
Não, obrigado. É que… (reconhece Norma) Você?

NORMA
Fazer o quê? O dinheiro acabou, e eu tenho que trabalhar, né? Meu marido me largou por outra. Deixa eu entrar aí. Faço um ótimo programa.

CÉSAR
Não é por nada, não, mas eu não posso. Tô indo pra um compromisso.

César fecha o vidro do carro. O sinal abre, e o carro parte. Norma volta para a passarela central, com raiva.

CORTA PARA

CENA 13. REDE SONHO DE TELEVISÃO. PRÉDIO ADMINISTRATIVO. SALA DE LILIAN. INT. DIA.

Lilian fala com César pelo tablet. Ela está sentada à mesa.

LILIAN
Você tá falando sério?

CÉSAR (tela)
Tô sim. Era a Norma mesmo.

LILIAN
Fico com pena, mas foi ela que procurou.

CÉSAR (tela)
Tinha que te avisar pra caso ela procure o Miguel ou o Guilherme.

LILIAN
O Guilherme deve estar sabendo porque ele ainda tem contato com ela. Não comenta, pra não preocupar o Miguel. E você, como tá?

Laura entra e se senta à mesa. Lilian acena para Laura.

CÉSAR
(tela) Pra variar, enrolado. (ri) Não vejo a hora de chegar o lançamento do livro do Ruggero, sabia?

LILIAN
É o aniversário de casamento, né? Meu e do Miguel.

CÉSAR (tela)
E aí? O que tá pensando em fazer?

LILIAN
Não sei. Não faço a menor ideia. Tô tão perdida quanto você. Deixa eu desligar, que minha mãe chegou.

CÉSAR (tela)
Manda um beijo pra ela. Vou aqui ver a Romina.

LILIAN
Depois a gente se fala. (desliga e põe o tablet em cima da mesa) Mãe, o que eu faço, hein!?

LAURA
O que seu coração mandar, minha filha. Você é quem precisa pesar o César e o Miguel na sua vida.

LILIAN
A cada dia que passa, fico mais indecisa. Não quero magoar nenhum dos dois.

LAURA
Mas um vai sair perdendo e vai recomeçar com outro alguém ou sozinho. É a vida.

LILIAN
É essa parte da vida que me assusta.

LAURA
Chegou a conversar com a Zu, a pedir conselho pra ela.

LILIAN
Zu não fala nem sob tortura.

LAURA
Ela também não quer te influenciar. De influência em influência, viu as besteiras que a Nara fez, não é?

LILIAN
Mas ela conseguiu se salvar a tempo.

CORTA PARA

CENA 14. APARTAMENTO DE NARA. SALA. INT. DIA.

Nara conversa com Nando. Ambos estão de pé perto da janela. Ele está com uma mala com rodas ao lado.

NANDO
Vai ser melhor assim.

NARA
Vai, sim. Preciso de um tempo sozinha pra pensar nos meus sentimentos, pra ver o que vou fazer da minha vida…

NANDO
Eu já sei bem o que fazer da minha. Esse tempo com você foi muito bom, mas depois eu vi que não é o que quero pra sempre.

NARA
Eu sei… E obrigada por ser parte de mim nesses meses. Sem você, eu tinha fraquejado há muito tempo. (pausa) Não vou te segurar mais. Vai com Deus.

NANDO
Fica com Ele. (beija Nara na testa) Se quiser falar comigo, sabe como me encontrar.

NARA
Boa viagem!

=== SONOPLASTIA: Dans Mon Île – Caetano Veloso ===

Nara abre a porta. Nando pega a mala e sai. Vira-se para Nara e dá um sorriso pra ela. Nara fecha a porta com delicadeza. Anda até o sofá e se senta; chora e se encosta à almofada lateral; assim fica.

CORTA PARA

CENA 15. SANATÓRIO. QUARTO DE ROMINA. INT. DIA.

=== SONOPLASTIA OFF ===

Romina sentada na cama, sem esbanjar qualquer reação. César aparece na porta com uma enfermeira, que sai logo depois. César se aproxima de Romina.

CÉSAR
Romina? (ela não reage) Sou eu, meu amor.

ROMINA (apática)
Tchéssar?

CÉSAR
Vim ver como está.

ROMINA
Pêssima. Non sei viver sem você.

CÉSAR
Mas aqui você está melhor do que comigo. Aqui você é bem tratada, tem os melhores médicos. (pausa) Eles disseram que, em pouco tempo, vai poder voltar pra casa.

ROMINA
Non quero voltar pra Romínia. Quero você.

CÉSAR
Mas eu não posso ficar com você.

=== SONOPLASTIA: TENSÃO ===

ROMINA
Non pode? Enton non tem mais o que fazer aqui. (grita) Vai embora! Some daqui, maldito!

CÉSAR
Para de gritar!

Duas enfermeiras entram. Uma delas tira César do quarto, enquanto Romina abraça a outra e chora compulsivamente. César tenta voltar, mas é retirado novamente pela enfermeira.

ENFERMEIRA (V.O.)
Volte numa outra hora, senhor. Ela não está bem.

CORTA PARA

CENA 16. REDE SONHO DE TELEVISÃO. FRENTE. EXT. NOITE.

=== SONOPLASTIA MUDA PARA La Vita Mia – Amedeo Minghi ===

Anoitece. Imagem de carros entrando pela guarita principal da emissora.

CORTA PARA

CENA 17. REDE SONHO DE TELEVISÃO. AUDITÓRIO. INT. NOITE.

Noite de lançamento da biografia de Ruggero e do livro de Mário. Banners espalhados por todo o auditório. Muitos personagens e figurantes presentes.

CAM em Melita, Benjamin, Laura e Milton, que entram juntos e entregam convites a dois recepcionistas, um homem e uma mulher. Em seguida, conversam.

MELITA
Nossa! Que luxo!

LAURA
O Luciano ia adorar estar aqui.

BENJAMIN
Ele está. Tenho certeza disso.

LAURA
Tem razão.

MILTON
Pelo jeito, veio muita gente.

MELITA
O evento do ano, não é?

NARA (se aproxima)
Olá!

MELITA
Já podemos nos beijar, não é?

LAURA
Até que o vírus volte.

MELITA
Vira essa boca pra lá.

Nara troca beijos e abraços com Laura e Melita, enquanto a conversa segue.

NARA
Tive a honra de ler um pedaço da biografia. Tua filha me surpreendeu.

MELITA
A todos nós. Ela podia ter detonado o Ruggero, mas não é que ela conseguiu dar uma cara mais humana pra ele?

LAURA
Fui eu que fiz, né?

MELITA
Olha só que convencida!

BENJAMIN
É verdade mesmo.

MILTON
Você é padrinho, é suspeito.

LAURA
Onde está a minha filha, falando nisso?

NARA
Na sala dela com a Raúla e a Mônica.

LAURA (surpresa)
Com a Mônica?

NARA
Eles tão super íntimas.

MELITA
Quem te viu, quem te vê?!

=== SONOPLASTIA OFF ===

CORTA PARA

CENA 18. REDE SONHO DE TELEVISÃO. PRÉDIO ADMINISTRATIVO. SALA DE LILIAN. INT. DIA.

Lilian, Raúla e Mônica de pé.

RAÚLA
E aí? Vocês já decidiram o que vão fazer?

LILIAN
Ainda não. O Miguel me deixou livre pra decidir o que quiser, mas eu tô muito insegura.

MÔNICA
Se for por mim, fica tranquila, que as coisas com o César esfriaram de vez.

LILIAN
Eu sei. Aliás, você tem sido uma amiga e tanto.

RAÚLA
Xi! Vou ficar com ciúme.

LILIAN
Aham, sei! Até parece que não me trocou pelos sobrinhos.

RAÚLA
Eles são irresistíveis. Vou fazer o quê? (a Mônica) Sei bem o que tá sentindo. Também tive minha fase de César.

LILIAN
Para, que eu fico mais nervosa. Droga! Tô parecendo uma princesa pronta pra testar um sapato nos Cinderelos.

MÔNICA
Bem isso mesmo.

LILIAN
Com o César foi amor à primeira vista. Aquele restaurante; o jantar com as duas melhores amigas; o Breno com ele… Com o Miguel começou com uma música na praça… Logo ficamos amigos, até que tudo se embaralhou na minha vida e aí estou eu mais enrolada que mola. (pausa) Vou ter que tomar a decisão, né?

RAÚLA
Não queria estar na tua pele, miga.

MÔNICA
Nem eu. (pausa) Já pensou numa terceira possibilidade?

LILIAN
Não, claro que não. (pensa) Mas é claro! Por que não pensei nisso antes?

CLOSES alternados entre Lilian, Raúla e Mônica.

Efeito de fim de capítulo: imagem de Lilian congela; efeito de flash de fotografia; imagem fica em preto e branco.

COMPARTILHAR

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on tumblr

POSTADO POR

Marcelo Delpkin

Marcelo Delpkin

Estreia dia 19 de Outubro

Estreia dia 20 de Outubro

>