logo

Excelsior Capítulo 9

Excelsior

Novela de Débora Costa

Escrita Por

Débora Costa

Colaboração

Tainá Andaluz

Revisão de Texto

Cristina Ravela

Marcelo Delpkin

Direção

Wellyngton Vianna

Núcleo

Cyber TV

Personagens desse capítulo

Alicia

Amber

Arthur

Brenda

Eliza

Heitor

Jaqueline

Luciana

Luiza

Margareth

Melanie

Rita

Sarah

Tadeu

Théo

Vinicius

William

Yorrane

Cena 1/Int./Joalheria Diamond/Administração/Dia.

Arthur está feliz, abraça Sarah.

ARTHUR

Você tomou a melhor decisão, Sarah.

SARAH

(sorri) Não sei se foi a melhor, Arthur, mas foi o que quis fazer pelo meu pai.

ARTHUR

De novo me chamando só pelo nome…

SARAH

(sorri) Desculpa, tio Arthur.

ARTHUR

Bem melhor, querida. Você e sua mãe podem se mudar para casa quando quiserem.

SARAH

Nós vamos querer ficar na casa que você falou.

ARTHUR

A mansão é enorme, Sarah.

SARAH

E cheia de desconhecidos que querem a minha caveira.

ARTHUR

Tem razão. Realmente a casa de hóspedes vai ser melhor, até vocês se acostumarem.

SARAH

Mas, tio Arthur, eu não quero abandonar a escola. Adoro dar aula e sou sócia, como já te falei.

ARTHUR

Vamos ter que ver isso juntos, porque você vai precisar de um tempo só para se dedicar às coisas do grupo Blackwell, se familiarizar melhor.

SARAH

Vou ver o que posso fazer. Não vou mais tomar o seu tempo. Obrigada por me receber, tio Arthur.

ARTHUR

Você será sempre bem-vinda.

Cena 2/Int./Apartamento de Luiza/Sala/Dia.

Luiza está servindo chá para Jaqueline, que está sentada no sofá.

JAQUELINE

Então, William veio até aqui?

LUIZA

Veio, amiga, com a maior cara de pau.

Luiza se senta ao lado de Jaqueline.

JAQUELINE

(sorri cínica) Mas bem que você gostou.

LUIZA

Claro que não! William me fez sofrer muito e agora acha que pode voltar assim?

JAQUELINE

Afinal, o que ele queria?

LUIZA

Disse que estava com saudades, mas eu percebi que aconteceu alguma coisa. William acha que pode me ter a hora que quiser.

JAQUELINE

Quer um conselho? Faz o jogo dele. Quem sabe meu cunhado não cai em si e vê a mulher maravilhosa que perdeu.

LUIZA

Vou pensar… Mas e você? Me conta o que te deixou tão furiosa.

JAQUELINE

Eliza, a ex-namorada do Arthur, que, muito esperta, se casou com Walter. Eu não quero meu marido perto dela.

LUIZA

Está com ciúmes?

JAQUELINE

Morrendo de ciúmes! Você sabe como sempre amei o Arthur; mas tem uma coisa, Luiza: (tom ameaçador) antes do ciúme me matar, eu mato ele primeiro.

Cena 3/Ext./Faculdade/Dia.

Yorrane está saindo apressada. Théo se aproxima correndo.

THÉO

Yorrane, me espera.

Yorrane para de andar, olha Théo.

YORRANE

(brava) O que você quer?

THÉO

(sorri sarcástico) Nossa, que agressiva! Não conhecia esse seu lado.

YORRANE

Tenho mais o que fazer do que ficar aqui aturando suas gracinhas.

THÉO

Eu preciso da matéria, você ouviu? Quase não soube como descascar batata.

Théo dá risada, mas Yorrane se mantém séria.

YORRANE

Vou te mandar tudo por e-mail.

THÉO

De jeito nenhum.Assim não vou conseguir aprender nada. Quero que você me explique tudo.

YORRANE

Contrata uma professora particular, então.

THÉO

Não posso. Minha mãe iria expulsar a coitada a vassouradas,. Ela não faz ideia que estou aqui e muito menos fazendo gastronomia.

YORRANE

(tom de deboche) Theozinho tem medo da mãezinha?

THÉO

Não tenho medo, tenho pavor da dona Jaqueline. Quando ela está nervosa, é impossível não ter medo. Só você pode me ajudar. Se for o caso eu te pago as aulas.

YORRANE

Esteja amanhã às seis horas da manhã no restaurante. Vou te passar a matéria.

THÉO

Ficou louca? Essa hora estou no décimo sono, nem pensar.

YORRANE

É pegar ou largar.

THÉO

Tudo bem… Estarei lá.

YORRANE

Ótimo.

Yorrane sai; Théo sorri.

Cena 4/Int./Joalheria Diamond/Loja/Dia.

A loja está com algumas pessoas da imprensa e populares, que estão ali por saberem da presença de Alicia, que ao entrar na loja é ovacionada pelos populares e fotografada pela imprensa. Ela sorri simpática, acena, tira foto com algumas pessoas.

REPÓRTER 1

Alicia, é verdade que você irá apresentar um programa na TV?

ALICIA

(sorri) Vou sim, mas será um programa de curta duração. Faz parte de um projeto da produtora da minha prima, Brenda Blackwell. O programa será sobre a Diamond.

REPÓRTER 2:

O caso do assassinato do seu tio, Walter Blackwell, está sendo muito comentado. O que você tem a dizer sobre isso? Como sua família está lidando com isso?

ALICIA

(triste) Infelizmente sabemos o mesmo que vocês, que está difícil descobrir quem foi que tirou a vida do meu tio tão querido, dessa maneira brutal. Espero que o culpado seja preso. Nós estamos levando, afinal temos que seguir, mesmo sentindo muita saudade do meu tio.

Amber se aproxima, sorri.

AMBER

Gente, eu vou pedir para vocês saírem da loja, que está em funcionamento, e eu vou levar a Alicia, pois nós temos uma reunião agora.

ALICIA

Com licença! Obrigada pela presença de vocês.

Os seguranças da Diamond se aproximam. As pessoas vão saindo. Alicia e Amber entram no elevador.

Cena 5/Int./Joalheria Diamond/Administração/Sala de Reuniões/Dia.

Brenda e Heitor estão vendo os desenhos da coleção que Alicia fez.

BRENDA

Tenho certeza que essa coleção será um sucesso.

HEITOR

Esses diamantes vermelhos são lindos.

BRENDA

Verdade, e eu tenho uma ótima ideia para o comercial. A coleção está jovial. Seria interessante colocar mulheres jovens e dinâmicas andando pela cidade, trabalhando, parando para comer alguma coisa, indo a eventos; enfim, mostrar que elas podem usar as joias no dia a dia, em qualquer momento.

HEITOR

Pensei diferente. Acho que mulheres sofisticadas dariam um tom melhor ao comercial.

BRENDA

Você nunca concorda em nada comigo. É impressionante isso. Acho que você faz de propósito.

HEITOR

Mas, Brenda, está na cara que essas joias têm um publico específico.

BRENDA

Qualquer pessoa pode entrar aqui e comprar, pessoas sofisticadas ou não; por isso que eu acho que o comercial deve ser com mulheres dinâmicas.

Brenda e Heitor começam a discutir. Alicia e Amber entram e observam.

AMBER

Gente, foco em mim agora! Achei a Alicia. Ela estava lá embaixo cercada de gente, como sempre.

Alicia se senta, sorri.

ALICIA

Adoro ter fama. Mas às vezes é um saco. Achei inconveniente me perguntarem sobre a morte do tio Walter.

BRENDA

Essa impunidade me deixa revoltada, sabia? Até agora a polícia não tem nem pista de quem pode ter assassinado o nosso tio.

AMBER

Pois é, mas o assunto aqui é outro: a nova coleção de joias da Diamond. Aliás, duas: minha e a da Alicia.

HEITOR

Era por isso que Brenda e eu estávamos discutindo. As joias da Alicia são mais sofisticadas, por causa dos diamantes vermelhos.

BRENDA

Eu acho que serve para quem quiser usar, por isso o dinamismo.

HEITOR

Sofisticada!

BRENDA

Dinâmica!

Brenda e Heitor voltam a discutir. Alicia não se aguenta e ri. Logo, recebe uma mensagem no celular, pega o aparelho de dentro da bolsa e, ao ler a mensagem fecha o sorriso.Suspira, pensativa.

Cena 6/Int./Grupo Blackwell/Administração/Escritório de Walter/Dia.

William está mexendo em todas as gavetas, abrindo todas as pastas que encontra, esbarra sem querer no maior quadro que está na parede, percebe que há algo atrás dele. Com cuidado, ele tira o quadro da parede, sorri ao ver um cofre. Vai até a porta e abre.

WILLIAM

Rita! Pode vir aqui um instante, meu anjo?

A secretária entra rapidamente.

RITA

Pois não, seu William.

WILLIAM

Qual é a senha do cofre?Você sabe?

RITA

A única pessoa que sabia era seu Walter.

WILLIAM

Liga para o Tadeu. Manda ele vir pra cá imediatamente e diga que quero que ele abra esse cofre pra mim.

RITA

Sim, senhor.

Rita sai. William coloca a mão no cofre.

WILLIAM

Vamos ver o que você guardava aí, Walter, espero que tenha muita grana para eu investir ainda mais no meu cassino.

Cena 7/Int./Mansão Blackwell/Sala/Dia.

Théo entra e Jaqueline se aproxima.

JAQUELINE

Théo, eu posso saber onde você estava até agora?

THÉO

Fui me encontrar com uns amigos, por quê?

JAQUELINE

Porque seu pai ligou atrás de você a cada segundo que passava. Você não disse que iria administrar a concessionária?

THÉO

Era pra ser hoje?

JAQUELINE

Claro, Théo! Meu filho, você tem que mostrar a sua capacidade e principalmente mostrar que tem palavra.

Luciana se aproxima. Théo fica com raiva.

THÉO

O que você está fazendo aqui?

LUCIANA

Vim trabalhar.

THÉO

Não era para você estar aqui!

JAQUELINE

Perdi alguma coisa? O que está acontecendo aqui?

THÉO

Eu demiti a Luciana!

JAQUELINE

Sério? Por quê?

LUCIANA

Porque/

Théo interrompe Luciana, nem esconde a raiva.

THÉO

Porque ela me roubou!

Jaqueline fica espantada.

JAQUELINE

Como é?

LUCIANA

(nervosa) É mentira! Não foi nada disso/

Théo interrompe Luciana novamente.

THÉO

Você acha que uma ladra vai confessar? Ela roubou todo o dinheiro que estava guardado na minha gaveta! Por isso eu a demiti!

JAQUELINE

E teve a cara de pau de voltar garota? Saia imediatamente da minha casa!

LUCIANA

Mas/

Jaqueline interrompe Luciana.

JAQUELINE

Nada! Fora, antes que eu chame a polícia!

Théo sorri vitorioso para Luciana, que sai com raiva.

Cena 8/Int./Mansão Blackwell/Suíte de Melanie/Dia.

Melanie está sentada em frente ao computador, fazendo uma vídeochamada para Margareth.

MELANIE

Como estão as coisas ai, mamãe?

MARGARETH

O mesmo de sempre, Melanie, um tédio só. E por ai? Alguma novidade?

MELANIE

(sorri) Sim! A Sarah aceitou a herança do Walter. Além de se mudar para cá com a mãe dela, vai aprender tudo sobre o grupo com o Arthur.

MARGARETH

Isso é muito bom, querida, mas acho que não será fácil para a minha neta, principalmente morando aí.

MELANIE

Isso é mesmo. Ela já não se sente bem-vinda aqui.

MARGARETH

Por isso mesmo eu vou voltar ao Brasil. Seu pai já é grandinho, não precisa de mim para nada. Já a Sarah nunca esteve entre os lobos, que estão prestes a devorar ela.

MELANIE

Você volta quando?

MARGARETH

Assim que ela se mudar para a nossa casa. Por isso quero me avise o dia exato.

MELANIE

Pode deixar, mamãe, aviso sim.

Cena 9/Int./Restaurante/Dia.

Arthur e o investigador que cuida do caso de Walter estão sentados em uma das mesas.

 ARTHUR

Não é possível que até agora não tenha um suspeito! É só olhar a lista de convidados!

INVESTIGADOR

As coisas não são fáceis assim, Arthur. Nós temos as imagens do que aconteceu naquela noite, mas a área onde Walter foi morto estava escura, e as duas pessoas estavam usando máscaras.

ARTHUR

Então por que me chamou aqui?

INVESTIGADOR

Por que nós descobrimos algo envolvendo o Walter. Você sabia que ele era viciado em pôquer?

ARTHUR

Não… Nunca soube disso. Você tem certeza?

INVESTIGADOR

Sim, Walter frequentava diversos clubes de pôquer. Ele sempre apostava alto e quando perdia se recusava a pagar. Ele achava que era tudo armação. Walter estava devendo muito dinheiro nesses clubes.

Arthur inconformado, pensativo.

ARTHUR

Então… As pessoas para quem meu irmão devia são suspeitas?

INVESTIGADOR

É nessa linha que vamos investigar agora. Vamos falar com as pessoas que trabalham em todos os clubes que ele frequentava.

ARTHUR

Quem diria? Um homem tão sério como Walter viciado em cartas… Quantos segredos mais meu irmão tinha?

Cena 10/Int./Lanchonete/Dia.

Vinicius está sentado. Alicia se aproxima e se senta.

ALICIA

Só vim porque você disse que tinha algo importante para me dizer. Então vai logo, pois não quero ser reconhecida aqui.

VINICIUS

(sorri sacana) Vou ser direto. Alicia. Eu quero me encontrar com você em um motel.

ALICIA

Foi pra isso que você me chamou? Poderia ter escrito na mensagem, e eu teria dito não. Seria tudo mais rápido.

VINICIUS

Você vai, sim, ou eu conto para todo mundo que você tem um caso com o William.

Alicia fica séria e surpresa; encara Vinicius.

ALICIA

De onde você tirou uma ideia absurda dessa?

VINICIUS

E vi tudo o que aconteceu na garagem ontem.

ALICIA

E daí? Você não tem provas. Será a sua palavra contra a minha e de William. Nem tente abrir a boca, ou você vai sair perdendo.

VINICIUS

Você acha que eu sou burro? Eu tirei fotos, Alicia. Estão salvas em vários lugares. Se você não fizer comigo o mesmo que fez com William, essas fotos vão parar em todos os meios de comunicação.

Alicia se enfurece.Pensa um pouco, encara Vinicius.

ALICIA

Você quer o mesmo que fiz com William? Então vai ter. Mas eu quero as fotos excluídas. Não vou viver sendo ameaçada.

Vinicius ri, todo debochado.

VINICIUS

Eu mando no jogo. As fotos são meus coringas.

ALICIA

(com raiva) Hoje à noite, me espera no motel de sempre. Te mando mensagem quando você puder ir.

Alicia se levanta e vai saindo com raiva. Vinicius a segura.

VINICIUS

Não vejo a hora, Alicia…

Alicia puxa o braço da mão de Vinicius, sai com raiva, Vinicius dá risada.

Cena 11/Int./Casa de Eliza/Sala/Dia.

Eliza abre a porta. Jaqueline entra, olha em volta com ar de pouco caso.

ELIZA

O que você está fazendo aqui?

JAQUELINE

(altiva) Vim te fazer uma boa proposta, Eliza.

ELIZA

Que tipo de proposta?

JAQUELINE

Quanto você quer para sumir de nossas vidas, junto com sua bastarda?

Eliza e Jaqueline se encaram.

Fim do Capítulo

 

padrao


Este conteúdo pertence ao seu respectivo autor e sua exposição está autorizada apenas para a Cyber TV.

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on tumblr
Tumblr