Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on telegram

Falsas Juras – Capítulo 20

Falsas Juras – Capítulo 20

Escrito por

Wagner Nascimento

Ceba 1- Mansão Sodré / Quarto de Liandra / Int. / Manhã

Continuação imediata do capítulo anterior.

Liandra se vira e fica surpresa: He… Helo…

Heloísa: Sim, eu mesma! – ela dá um forte tapão na cara de Liandra que cai no chão.

Heloísa: Você não sabe o prazer que tenho em te ver novamente.

Liandra no chão olha para Heloísa que sorri com deboche.

Liandra a encara com a mão no rosto: Mas você… você tá morta!

Heloísa: Tô nada besta, tô vivinha, e para provar que estou mais viva que você! – ela desce outro tapa no rosto de Liandra.

Linadra cai sobre a cama.

Liandra: O que você quer? Como você conseguiu sobreviver?

Heloísa: Uma ajudinha do além – ela sorri – olha só, vocês nem pra matar um prestam.

Liandra: Não é possível, ninguém sobreviveria aquela explosão.

Heloísa: Eu sobrevivi, e agora vocês vão me pagar. Primeiro você, vou acabar com sua vida.

Close em Liandra desesperada.

Heloísa: Depois, eu acabo com aquele desgraçado que jurou amor por mim mas tava só de olho no meu dinheiro. Vocês dois vão me pagar, e caro.

Liandra se levanta desesperada e tenta correr para fora. Heloísa a pega pelo cabelo e a joga no chão.

Heloísa: Você não vai sair daqui, tá achando o que?

Liandra se desespera. Heloísa sorri com sarcasmo.

Liandra: Socorro, alguém me tire daqui. Tânia, Tânia, socorro!!

Heloísa apenas sorri do desespero dela.

Cena 2- Mansão Sodré / Cozinha / Int / Manhã

Aída chega. Tânia vai ao seu encontro.

Aída: Cadê a Helô?

Tânia: Tá lá em cima com a Liandra acho melhor você subir la.

Aída: Eu vou sim, vou porque quero pessoalmente dar uns belos tapas na cara daquela cachorra desgraçada.

Aída sai. Tânia fica apreensiva.

Cena 3- Igreja / Int / Manhã

A igreja está cheia de convidados. No altar Felipe está ansioso.

Felipe: Cadê a Liandra que não chega. O que será que essa idiota tá fazendo? – ele tenta ligar para Tânia – e nem a Tânia não está atendendo.

O pessoal começa o burburinho.

Close em Felipe aflito.

Cena 4- Casa de Praia / Teresópolis / Int / Manhã

Cauã chega com um peixe.

Sofia: Conseguiu alguma coisa?

Cauã: Apenas esse pequeno peixe. Eu já não sei o que vamos fazer.

Sofia: Temos que dar um jeito, pro Rio eu não volto mais.

Cauã: Eu vou pensar em algo, juro que vou.

Os dois sentam na varanda da casa.

Cauã: E seu irmão em? Ele deve está preocupado com você.

Sofia: Todos devem está aflitos pelo nosso sumiço, mas se for para meu pai ficar me proibindo de ir para o teatro, eu não volto para lá.

Cauã: Tudo bem, se você quer assim, eu vou ficar ao seu lado.

Os dois se beijam.

Sofia: Obrigado.

Cauã: Eu te amo.

Sofia sorri: Eu também te amo, você sabe disso.

Corta para

Cena 5- Casa dos Silva / Sala / Int / Manhã

Otávio está aflito sentado no sofá.

Otávio: Dois dias, já faz dois dias e ela nada.

Jonathan: Ela vai aparecer pai, a Sofia não tem dinheiro para se manter tanto tempo fora de casa.

Otávio: Mas e o garoto que está com ela?

Jonathan: Ele também não tem, o dinheiro quem tem é do pai dele, e esses estão tão desesperados quanto nós dois.

Otávio: Eu não sei por quanto tempo vou suportar está situação.

Jonathan: Não fica assim, logo a Sofia vai voltar. E a Frida, cadê?

Otávio: Está dentro do quarto, ainda bem, eu não aguentava mais ela pegando no meu pé daquela forma.

Jonathan: É, mas o senhor também né, eu nunca ia imaginar que seria capaz disso.

Otávio se levanta: Você também não, Jonathan, você não sabe de nada para vir me julgar. – ele entra para o quarto.

Jonathan: Onde você se meteu madame Sofia.

Quarto de Frida e Sofia / Int / Manhã

Frida está na frente do computador.

Frida: Eu vou achar minha mãe, vocês vão ver. Só ela vai fazer a Sofia voltar para esta casa.

Ela continua a procurar na internet. Close na tela do aparelho onde está escrito Suzana L’amour.

Cena 6- Mansão Sodré / Quarto de Liandra / Int / Manhã

Heloísa encara Liandra: Pode gritar, pode esguelar que ninguém vai poder te livrar das minhas mãos.

Liandra: Sua maluca, eu vou acabar com você!! – grita.

Heloísa: Acho que você ainda não percebeu que o jogo virou, esse cargo de acabar com alguém pertence a mim.

Aída chega.

Liandra a olha assustada: Quem é você? – ela encara Heloísa – quem é essa?

Aída: Então você é responsável pela morte da minha irmã? – ela aproxima de Liandra e a chuta – desgraçada, cachorra.

Liandra urra de dor: Sua maldita, eu… – ela tossi – eu vou acabar com você!

Aída se abaixa perto dela: Você matou minha irmã, e eu vou matar você também! – ela lhe dá um tapa, Liandra cai com o rosto no chão.

Heloísa: Está na hora, ela já levou o que mereceu.

Liandra: O que vocês vão fazer comigo?

Heloísa: Nós não vamos fazer nada com você. Você mesma fará.

Liandra: Como assim? – ela limpa o sangue no canto da boca – do que você está falando?

Heloísa a pega pelo braço e a levanta: Simples, você vai roubar o Felipe e fugir.

Liandra: O que?

Aída: Claro que isso é só o que ele vai pensar. – ela sorri.

Liandra: Eu… eu não estou entendendo.

Heloísa: Não é para entender, é para fazer. – ela sai puxando Liandra que está bastante machucada.

Closet / Int / Manhã

Heloísa e Liandra chega onde está o cofre.

Heloísa: Coloca a senha.

Liandra: NUNCA!!

Heloísa lhe dá um tapa: Eu não estou pedindo, abre o cofre, ou você prefere que eu abra com sua cabeça? – ela faz que vai bater com a cabeça de Liandra no sofre.

Liandra: Tudo bem, tudo bem. – ela põe a senha é abre o cofre.

Heloísa: Aída, vem.

Aída entra.

Heloísa: Pega todo dinheiro e coloca numa mala.

Aída assim faz. Heloísa observa enquanto segura Liandra.

Sala / Int / Manhã

Aída desce a escada com umas malas, logo atrás Heloísa empurrando Liandra. Tânia está na sala.

Heloísa: Pronto Tânia, faz o que a gente combinou, você vai dar a má notícia para o Felipe.

Tânia: Tudo bem senhora.

Liandra: Você né sua serviçal imprestável, tinha dedo seu nisso. Você me paga.

Heloísa lhe dá um safanão: Cala a boca e vamos.

Ela sai a levando consigo. Close em Tânia.

Cena 7- Igreja / Int / Manhã

Felipe: Não, não dá mais, eu preciso saber o que está acontecendo. – ele olha para o padre – o senhor terá que adiar um pouco, eu vou ver o que houve.

Padre: Filho, eu não posso segurar os convidados aqui, se sua noiva não tem compromisso com a hora, mas eu tenho.

Felipe: Por favor padre, segura só um pouco, eu vou ver o que houve.

Felipe vai saindo quando Tânia entra na igreja correndo.

Tânia: Senhor Felipe, senhor Felipe…

Felipe: Tânia? O que houve? Cadê a Liandra?

Tânia: Ela… – ela olha para todos – ela fugiu?

Felipe: Como assim fugiu, Tânia? Para de falar besteira, diz realmente o que aconteceu?

Tânia: Mas foi isso? Ela sumiu levando todo dinheiro do cofre. Eu até tentei te avisar, mas ela me prendeu dentro do closet, só agora consegui fugir.

Felipe: A Liandra fuugiu com meu dinheiro. – ele fica surpreso – canalha, miserável!!!

Padre: Olha os nomes na casa do Senhor.

Felipe: Ah seu Padre de meia merda, vai procurar o que fazer, da licença – ele sai bufando de ódio – bandida, ela me paga, eu vou matar aquela ordinária.

Todos ficam surpresos com a cena presenciada ali. Tânia vai atrás de Felipe.

Corta para

Cena 8- Cabana abondonada / Int / Fim de Tarde

Liandra está amarrada numa cadeira, ela olha ao lado e não vê ninguém.

Liandra: Socorro, tem alguém aí?

Heloísa entra: Cala a boca, não desperta o capeta que daqui a pouco você estará com ele – ela dá uma risada maléfica.

Liandra: Eu vou acabar com você sua viúva infeliz, eu vou te matar. Juro que te mato com minhas próprias mãos.

Heloísa: Não filha, sabe porque? Porque hoje mesmo você estará ao lado do diabo no inferno. – ela pega no queixo de Liandra – é o fim da linha para você queridinha.

Liandra cospe na mão de Heloísa.

Heloísa: Olha só, que menina mau. Merece um castigo. – ela da um tapa na cara de Liandra – eu não gostei de sua conduta.

Aída entra com alguns litros de gasolina.

Liandra de desespera: O que vocês vão fazer?

Aída: Acho melhor você comprar um ar condicionado, porque isso aqui vai ferver. – sorri.

Liandra se desespera: Por favor, não faça isso, me deixe ir, eu prometo que esqueço tudo isso, eu vou embora para sempre.

Heloísa: Acho melhor não correr este risco queridinha. Você vai queimar aqui.

Aída começa a jogar gasolina no lugar por todas as partes. Heloísa Pega um fósforo e acende.

Heloísa: Adeus Liandrinha.

Ela joga o fósforo no chão e sai juntamente com Aída, as chamas se espalham por toda a cabana.

Liandra grita desesperada: MISERÁVEL, MALDITA, EU JURO QUE TE MATO, MATO TODAS VOCÊS. NEM QUE EU VEMHA DO INFERNO HELOÍSA, MAS EU MATO VOCÊ!! AAAAAAAH!!!

A cabana começa a desmontar. Heloísa e Aída sobem no carro e saem. Close na cabana em chamas.

Corta para

Fim do capítulo 20

Continua.

-” ”>-‘.’ ”>

COMPARTILHAR

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on tumblr

POSTADO POR

Wagner Nascimento

Wagner Nascimento

>
Rolar para o topo