Ilha dos Vampiros – Capítulo 14

CENA 1. ILHA. MANSAO DE MARIA. INT. NOITE

Tati observa estática Maria submersa na banheira sem nenhuma reação. Tati começa a abrir um sorriso e ao virar-se para pegar um roupão Maria sai debaixo da água como um furacão.

 MARIA – DESGRACADAAAAAAAAAA EU VOU ACABAR CONTIGO!!!

Maria corre em direção a Tati mas ela corre e tranca Maria no banheiro que bate na porta tentando arromba-la.

TATI – Fica pianinha ou te deixarei ai para sempre.

MARIA – MALDITAAAAAAAA ME TIRA DAQUI OU VOU TE DESTRUIR.

TATI – QUE MEDA

CENA 2. ILHA. LABORATORIO. INT. NOITE

Julia sai correndo pelo local um pouco zonza pela bomba de gás que fez os vampiros dormirem. Ela caminha se escora do em alguns lugares e ver Golia vindo em sua direção ela corre desesperada e entra em uma sala onde Golia lhe puxa pelos cabelos e as duas rolam pelo chão.

 GOLIA – Eu sou imortal e agora vou querer seu sangue. 

Golia fica com os olhos brilhando tentando hipnotizar Julia mas ela põe seus dedos com força nos olhos de Golia furando eles. Golia cai no chão gritando e Julia se levanta e começa a lhe chutar com todas as forças deixando Golia sem vida.

JULIA – SUA RATA. QUEM ATRAVESSA MEU CAMINHO EU PISO.

Julia sai do local rapidamente.

CENA 3. ILHA. MANSAO CASTRO MELO. INT. NOITE

Lyris caminha pelo jardim e observa do muro o mar abaixo iluminado pela luz da lua onde as ondas se quebram na beira da praia. Ela fica triste pensando que essa situação da Fernanda pode fazer o Marcelo voltar a gostar da mesma.

FLASHBACK

Marcelo dando remédios e soro a Fernanda que continua imóvel. As vezes ele a observando com pena ou ternura não conseguimos identificar. 

FIM DO FLASHBACK

Lyris resolve sair e ie a caminho da praia quando ela encontra Filipa no chão da sala se tremendo. 

LYRIS – O que você tem?

FILIPA – Me leva para praia eu tenho que ie para o mar ou vou morrer. Minha respiração é controlada pela entrada e saída da água.

 Filipa mostra guelras e escamas e Lyris de inicio fica assustada mas logo ajuda a irmã. Breno que também vinha descendo as escadas ao ver a situação e ser explicado ajuda as irmãs.

CENA 4. LABORATÓRIO. INT. NOITE

Angela, Clara, Heitor e Ariana saem do local andando no escuro tocando pelas paredes. Eles conseguem ver a Doutora Julia passando e se jogam no chão fingindo esta mortos. Julia passa com uma lanterna fora de si. Em seguida eles saem dali rapidamente. 

ANGELA – Estou sentindo algo estranho em minhas costas. 

Angela puxa a blusa para coçar e nota que tem asas e fica chocada e tenta voar deixando os amigos maravilhados. Clara e Heitor ficam invisíveis e também se transformam em vampiros. Eles gargalham e Ariane mostra suas garras e eles felizes se abraçam e seguem ate uma casa velha onde arrumam ela toda. 

HEITOR – Finalmente acabamos. 

CLARA – Aqui vai ser o nosso lugar enquanto não saímos dessa maldota ilha. 

ARIANA – Essa é oficialmente a republica dos vampiros.

Todos gargalham e pulam dando as maos e gritando. 

CENA 5. ILHA. MANSAO DE MARIA. INT. NOITE

Tati esta de roupão, la fora cai uma forte chuva. Ouvimos Maria gritando do banheiro e Tati resolve levar sua comida com dois soníferos dentro o qual ela coloca pela porta e logo fecha. Maria devora o prato esfomeada. 

MARIA – Quando você vai me tirar daqui? Eu vou te denunciar isso é crime.

TATI – Não te interessa quando vou te tirar e aqui é terra sem lei eu faço o que eu quiser. 

Tati sai e logo Maria sente tontura e cai no chão do banheiro. Tati gargalha e ouve batidas na porta ao se aproximar ela ver Beto apenas de cueca todo molhado. 

BETO – Eu sabia que ia te encontrar aqui. O plano de cair da janela deu certo.

TATI – Tudo que eu faço dá certo. Agora me fala o que você quer aqui. 

BETO – Eu quero voce. Você não sabe o quanto foi difícil sempre te ver e não poder ficar com você e ver voce com aquele Eric me deixou furioso. Eu nunca gostei da Maria só queria o dinheiro dessa banana. 

TATI – Se você quer então toma.

Tati da um beijo em Beto e o leva para cama onde eles trocam carícias quentes. Beto não percebe mas Tati coloca algemas nele. Ele ao ver fica assustado.

TATI – Surpresa!! Achou que iria ficar soltinho?

BETO – Eu me declarei pra você. Não confia em mim?

TATI – Tudo apenas palavras. Se você quiser pode ir embora mas é para não voltar. Ah mas que pena que não estou mais disposta a te dar a liberdade. Você agora vai ser meu escravo sexual. 

Tati pega um chicote e desliza sobre Beto que a olha assustado. 

padrao


Este conteúdo pertence ao seu respectivo autor e sua exposição está autorizada apenas para a Cyber TV.

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on tumblr
Tumblr

LEIA TAMBÉM