Ilha dos Vampiros – Capítulo 17

CENA 1. ILHA. EXT. NOITE

Noe e Miguel encaram Breno, eles se aproximam e a empregada chega. 

EMPREGADA – Não briguem!

NOÉ- Breno não estava te conhecendo. 

BRENO e Noe dao um abraço e depois eles encaram Miguel que olha para Julia. 

BRENO – Me desculpa ter feito isso com ela mas eu não podia deixar ela a solta depois de tudo.

MIGUEL – Essa cachorra tem que pagar por tudo. 

Julia se desamarra e sai enrolando pelo chão brigando com a empregada.

CENA 2. ILHA. MANSAO DE MARIA. INT. NOITE

Tati está com vestimentas longas e sem maquiagem segurando a Biblia. Maria olha para ela e a abraça.

MARIA – Que bom que você virou novamente uma boa pessoa.

TATI – Sim mãe eu estava com a ambição do mundo e não conseguia ver o bem mas isso mudou. 

MARIA – Nós temos que sair daqui. 

As duas dão as mãos e se olham esperançosas.

CENA 3. ILHA. MANSÃO CASTRO E MELO. INT. NOITE

Lyris e Marcelo tomam banho em uma banheira sem roupa eles trocam beijos e carícias na sala Filipa entra com Beto e o leva para seu quarto onde os dois dormem abraçados. Filipa não fechou a porta direito e um vampiro entra na mansão e segue até o banheiro. 

VAMPIRO – Vou devorar esses dois. 

Lyris grita ao ver o vampiros com os olhos vermelhos e dentes afiados olhando para eles. O vampiro avança em cima de Marcelo tentando morder ele. Lyris fica sem ação até que ela mostra um secador para Marcelo e poe na tomada e Marcelo da um pulo e joga o vampiro na banheira que leva um choque e vira fumaça sumindo no ar. Lyris e Marcelo se abraçam e seguem para o banho. 

CENA 4. ILHA. REPÚBLICA DOS VAMPIROS. INT. NOITE

Ângela, Heitor e Clara estão em volta de uma fogueira deitados eles olham para o céu observando as estrelas. 

HEITOR – Eu quero ir embora daqui. 

ÂNGELA – Será que vamos um dia sair vivos daqui? Do jeito que tem vários vampiros lá fora é um perigo.

CLARA – Vamos ter esperança que vamos sair daqui. Amanhã vamos ao que sobrou do laboratório da Julia e ver se encontramos coisas para montarmos algo para sair daqui. 

Os três dão as mãos e se abraçam olhando o mar.

CENA 5. ILHA. EXT. NOITE

Julia e a empregada rolam pelo chao. A empregada deita Julia no chão e lhe da vários tapas na cara deixando seu rosto marcado. Noe e Breno tentam separar e Julia puxa uma Pexeira do bolso apontando para todos. 

JULIA –  Noe eu ia te possuir, te aprisionado para te ter todos os dias. Mas você preferiu se deitar com o trouxa do meu filho. Trocar uma mulher inteligente e linda como eu por um esquisito desses.

MIGUEL – Esquisita é você sua maluca. Que não tinha o que fazer e criou criaturas absurdas. 

JULIA – E você é um desses   absurdos. Homem de gelo. Apesar que seu rabo tem bastante fogo para quem é a Elsa do Frozen versão gay.

Noe fica chocado ao saber que Miguel é um mutante e se afasta dele.

NOE – Porque você não me falou isso? Sai de perto de mim.

MIGUEL – Eu não tive tempo de te contar! Não me abandona. 

Julia gargalha e em seguida sai correndo. Miguel começa a ficar branco e névoas surgem no local Breno e a empregada ficam chocados observando ele que chora enquanto olha para Noé. 

MIGUEL – Esse sou eu, dois em um. Homem de gelo e humano basta eu escolher o que quero. Se você não quer mais nada comigo só me resta aceitar.

Miguel sai correndo e Noe fica sem reacao. Breno e a Empregada despede dele que vai para a praia e fica observando o mar.

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on tumblr
Tumblr
Rolar para o topo