Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on telegram

Insensatez – Capítulo 6

Novela de Débora Costa

Escrita Por

Débora Costa

Colaboração

Tainá Andaluz

Direção

Wellyngton Vianna

Núcleo

Cyber TV

Personagens desse capítulo

AMON

AUGUSTO

FERNANDA

GIANE

MARCOS

MARIA

OSCAR

PAULA

RAYSSA

RICARDO

ROBERTO

SÉRGIO

Cena 1/Int./Rio de Janeiro/Hotel/Suíte de Giane e Ricardo/Dia.

Giane e Sérgio estão se beijando, Sérgio se afasta.

SÉRGIO

Isso não está certo, você é casada com meu patrão e eu namoro a Rayssa.

Giane dá um tapa no rosto de Sérgio, segura o rosto dele.

GIANE

Não haja como um menino assustado Sérgio, não gosto disso!

Giane solta Sérgio.

SÉRGIO

Não precisa me bater!

GIANE

Precisa! Desde o primeiro momento que nos vimos aconteceu alguma coisa, pude sentir isso, agora você quer fugir do beijo que demos.

SÉRGIO

Rayssa não merece isso.

Giane pega a maleta de Ricardo, entrega a Sérgio, está nervosa, empurra Sérgio para fora.

GIANE

Então fica bem longe de mim!

Giane fecha a porta, dá risada, coloca a mão nos lábios.

GIANE

Essa viagem promete.

Cena 2/Int./São Paulo/Apartamento de Amon/Sala/Dia.

Paula entra, está nervosa.

PAULA

Amon, você não vai acreditar!

AMON

O que aconteceu?

PAULA

Ricardo e Giane, foram para o Rio de Janeiro!

AMON

E dai?

PAULA

Como assim e dai? Ele me disse que quer reconquistar a Giane! Essa viagem é uma reconciliação!

Amon fica com raiva.

AMON

Então é por isso que ela não retornou as minhas ligações e nem me respondeu as mensagens… Eu não acredito que a Giane teve uma oportunidade de se livrar do Ricardo e não fez.

PAULA

Tudo que a gente faz para separar eles dá errado!

AMON

Quando eles voltarem vou conversar com a Giane, dessa vez ela vai ter que se decidir, porque já estou cansando de ser sempre o segunda opção dela.

Cena 3/Int./Mansão Gouveia/ Sala/Dia.

Rayssa está sentada, pensativa, Augusto se aproxima.

AUGUSTO

Aconteceu alguma coisa meu amor?

RAYSSA

Não, só estava aqui pensando no Sérgio.

Augusto se senta ao lado de Rayssa.

AUGUSTO

Você gosta mesmo desse rapaz não é?

RAYSSA

Gosto papai, você não se importa que eu namore com ele?

AUGUSTO

Se você está feliz não tenho nada contra.

RAYSSA

(sorri) Você é tão mais pai da Fernanda e da Giane que as vezes me esqueço de como você é incrível.

AUGUSTO

Nada disso, trato e amo todas da mesma forma, e falando nisso tem uma coisa que não gostei, você ameaçou a Fernanda.

RAYSSA

É claro que ela tinha que ir correndo te contar, não sabe se virar sozinha.

AUGUSTO

Ela fez em me contar e a Marcos também.

RAYSSA

Mais que safada! Ela contou para o Marcos só para não ter que fazer o que eu pedi!

AUGUSTO

Não fale assim da sua irmã, e as duas estão erradas, aliás minhas três filhas estão metendo os pés pelas mãos por causa de relacionamento, não gosto nada disso.

RAYSSA

Eu estou muito bem, acontece que Fernanda e Giane são protegidas por você, dai elas fazem o que bem querem.

AUGUSTO

Não seja injusta eu protejo as três, só que vocês não são mais crianças e estão tomando rumos que escolheram, estou aqui para ajudar vocês em tudo que eu puder.

Augusto abraça Rayssa.

AUGUSTO

Te amo Rayssa.

Rayssa sorri, abraçada a Augusto.

RAYSSA

Já tinha me esquecido de como é bom ter você só pra mim.

Augusto dá risada, beija a testa de Rayssa.

Cena 4/Int./Interior de São Paulo/Fazenda Gouveia/Quarto de Fernanda/Dia.

Fernanda está se olhando no espelho, se arrumando, Sofia bate na porta, entra.

SOFIA

Com licença dona Fernanda, minha mãe está chamando para tomar café da tarde.

FERNANDA

Já estou indo, você viu o Marcos?

SOFIA

Está no quarto de hospedes, pediu para avisar que vai tomar café daqui a pouco, depois do banho.

FERNANDA

Está bem, vamos lá então.

Fernanda e Sofia saem do quarto.

Cena 5/Int./Fazenda Gouveia/Sala/Dia.

Daniel está entrando, Sofia vai para a cozinha, Fernanda sorri para Daniel.

DANIEL

Oi moça.

FERNANDA

Oi Daniel.

DANIEL

O seu noivo ciumento está por aqui?

FERNANDA

Está tomando banho.

DANIEL

Então o que você acha de uma corrida até o lago?

FERNANDA

Agora não Daniel, estou um pouco cansada, mas depois.

DANIEL

Sei isso é medo de perder de novo pra mim.

FERNANDA

Que mentiroso! Eu sempre venci você.

DANIEL

Por que eu deixava você vencer.

FERNANDA

Então vamos agora, prepare os cavalos, eu quero o meu.

DANIEL

Assim é que se fala!

Daniel sai, Maria se aproxima.

FERNANDA

Maria eu já volto, só vou correr até o lago com o Daniel e não demoro, avise ao Marcos.

Fernanda sai, Marcos se aproxima.

MARCOS

Onde Fernanda foi?

MARIA

Ela não demora, foi até o lago com o Daniel, eles vão fazer uma corrida de cavalos, eles sempre fizeram isso quando eram crianças.

MARCOS

(sério) Agora são adultos, quando Fernanda chegar diga a ela para falar comigo.

Marcos volta para seu quarto, Maria fica preocupada.

Cena 6/Int./Rio de Janeiro/Hotel/Suíte de Giane e Ricardo/Dia.

Ricardo entra, Giane o abraça.

GIANE

Que bom que você chegou meu amor, vamos dar uma volta?

RICARDO

Agora não posso, mas depois do jantar nós vamos no lugar que você quiser está bem?

Giane se afasta de Ricardo, cruza os braços, está brava.

GIANE

Fazer o que, eu espero.

Ricardo se aproxima de Giane.

RICARDO

Não fica assim Giane, vamos fazer assim, enquanto estou no jantar você e Sérgio podem sair, e quando eu voltar teremos nossa noite especial.

Giane fica pensativa, olha Ricardo sorri.

GIANE

Tudo bem meu amor, mesmo eu não gostando de ter Sérgio comigo, vai melhor do que ficar aqui nesse quarto mofando sozinha.

RICARDO

Daqui a pouco ele vem então.

Ricardo e Giane se beijam.

RICARDO

Eu te amo.

GIANE

Eu também te amo Ricardo.

Cena 7/Int./Interior de São Paulo/Fazenda Gouveia/Sala/Dia.

Fernanda entra correndo, ofegante, feliz, se joga no sofá cansada, Daniel entra em seguida, está cansado, Fernanda dá risada.

DANIEL

Você venceu por sorte.

FERNANDA

Nada disso! Te venci na corrida com os cavalos e correndo de volta pra cá.

Daniel se senta ao lado de Fernanda.

DANIEL

Você venceu porque eu deixei.

Fernanda pega uma almofada, bate em Daniel com ela.

FERNANDA

Eu venci porque sou melhor do que você!

Daniel pega outra almofada, bate em Fernanda que revida, os dois dão risada, Marcos se aproxima, está sério.

MARCOS

Atrapalho?

Daniel se levanta, Fernanda sorri.

FERNANDA

Não meu amor.

DANIEL

Eu vou dar água para os cavalos, com licença.

Daniel sai.

FERNANDA

Estou exausta Marcos, vim correndo do lago até aqui.

MARCOS

Por que você não me convidou pra correr também?

FERNANDA

Porque você estava tomando banho, na verdade nem eu sabia que iria correr agora.

MARCOS

(bravo) Eu não quero você com esse caipira novamente!

Fernanda fica séria, se levanta, encara Marcos.

FERNANDA

Eu não estou entendo o seu tom e muito menos o motivo para estar me falando isso, não aconteceu nada demais.

MARCOS

Eu não gostei de ver vocês juntos!

Fernanda sorri, balança a cabeça negativamente.

FERNANDA

Há alguns minutos eu estava me sentindo tão leve feliz… Mas agora você estragou tudo.

MARCOS

Você tem que se sentir bem comigo e não com outro!

FERNANDA

Essa sua insegurança está me dando raiva!

MARCOS

Se estou inseguro tenho meus motivos… Ou não?

FERNANDA

(inconformada) Não acredito que você disse isso!

Fernanda vai para o quarto, Marcos fecha os olhos arrependido.

MARCOS

 O que estou fazendo?

Marcos vai atrás de Fernanda, Oscar estava ouvindo a conversa, Maria se aproxima.

OSCAR

O rapaz está muito nervoso, espero que ele não se atreva a encostar na minha filha, do contrário vou ser obrigado a agir.

Cena 8/Int./Fazenda Gouveia/Quarto de Fernanda/Dia.

Fernanda entra, bate a porta, está chateada e com raiva, começa a tirar a roupa, Marcos entra.

FERNANDA

Sai daqui Marcos!

MARCOS

 Eu exagerei sei que exagerei, desculpa.

FERNANDA

Agora é tarde! O que você falou me ofendeu!

MARCOS

Eu fiquei com ciúmes Fernanda!

FERNANDA

Aposto que você já deve ter imaginado mil coisas não é?

MARCOS

Não vou mentir, foi sim, imaginei você e esse caipira juntos.

FERNANDA

Quando você sair fecha a porta.

 Fernanda entra no banheiro, bate a porta, Marcos se senta na cama pensativo.

Cena 9/Int./Mais Tarde – Cidade de São Paulo/Restaurante/Noite.

Rayssa está jantando, Roberto entra Rayssa o vê, sorri acena pra ele, Roberto vê Rayssa se aproxima.

RAYSSA

Quanto tempo Roberto! Como vai?

ROBERTO

Bem obrigado e você?

RAYSSA

Ótima, você está com alguém?

ROBERTO

Não.

RAYSSA

Então senta aqui comigo, você é o único amigo da Fernanda que vou com a cara.

Roberto sorri, se senta.

ROBERTO

Obrigado, eu estou de plantão no hospital que fica aqui perto.

RAYSSA

Como vai a sua namorada, Celine não é?

Roberto fica triste, disfarça.

ROBERTO

Nós não estamos mais juntos.

RAYSSA

Desculpa, pela sua cara vi que dei a maior mancada.

ROBERTO

Está tudo bem… Na verdade nunca falei disso com ninguém, a Celine era minha noiva, faltando uma semana para nosso casamento ela pegou todo o dinheiro da minha conta e sumiu com um amigo dela.

RAYSSA

Mais que bandida! Eu sinto muito Roberto juro que não sabia.

ROBERTO

Ninguém sabe, eu fiquei muito mal durante um tempo, fiquei com depressão e agora consegui voltar ao trabalho e retomar a minha vida.

Rayssa pega uma taça com vinho entrega a Roberto, pega outra taça a levanta.

RAYSSA

Então vamos fazer um brinde a sua vida nova e que a Celine se dê mal em tudo que ela fizer.

Roberto dá risada brinda com Rayssa.

Cena 10/Int./Rio de Janeiro/Hotel/Suite de Giane e Ricardo/Noite.

Sérgio entra, Giane se aproxima.

GIANE

Pode dar meia volta, não preciso de babá, vou sair sozinha.

SÉRGIO

Você ainda está brava pelo o que eu disse?

GIANE

Não fiquei brava só achei ridículo, você sabe que me beijou também depois veio com lição de moral.

SÉRGIO

Giane eu disse aquilo porque eu me senti mal, a Rayssa gosta muito de mim.

Giane se aproxima de Sérgio.

GIANE

E você?… Gosta muito da Rayssa?

SÉRGIO

Talvez não da forma com que ela gosta de mim.

GIANE

Você me beijou com a mesma vontade e intensidade com que te beijei, isso significa alguma coisa?

SÉRGIO

Significa Giane, você me atrai muito não vou mentir.

Giane sorri, desabotoa a blusa olhando Sérgio nos olhos.

GIANE

Então deixa eu te dar mais um motivo para se sentir atraído por mim da mesma forma que estou louca por você.

Giane tira a blusa e beija Sérgio que retribui.

Cena 11/Int./Interior de São Paulo/Fazenda Gouveia/Quarto de Fernanda/Noite.

Fernanda está chateada, olhando pela janela, vê que vai chover, Marcos entra trazendo uma bandeja.

MARCOS

 Meu amor eu vim trazer seu jantar.

FERNANDA

Não quero obrigada.

MARCOS

Não fica assim por minha causa Fernanda.

Fernanda olha Marcos.

FERNANDA

Você acha mesmo que eu fico com qualquer um?

MARCOS

Eu te amo demais e fico louco de imaginar que você possa ter outro.

FERNANDA

Claro, eu sou uma vadia que sai com o primeiro homem que vê pela frente.

MARCOS

Não foi isso que eu disse.

FERNANDA

Foi sim! Maldita hora que eu te contei o que fiz com Amon!

MARCOS

Não precisa repetir isso! Eu fiquei com ciúmes do Daniel!

FERNANDA

Você está sendo um idiota sabia!

MARCOS

Eu fui idiota quando não percebi que não estava sendo suficiente para você.

Fernanda fica abismada, triste.

FERNANDA

Se é isso que você pensa Marcos, está tudo acabado entre nós!

Fernanda sai do quarto bate a porta, Marcos vai atrás dela.

Cena 12/Int./Fazenda Gouveia/Sala/Noite.

Oscar está na sala, Fernanda está nervosa com vontade de chorar, olha Oscar.

FERNANDA

Manda preparar o meu cavalo, eu vou dar uma volta.

OSCAR

Está vindo uma tempestade muito forte, não dá para sair agora.

FERNANDA

(exaltada) Faz o que estou mandando!

Marcos se aproxima.

MARCOS

Fernanda vamos conversar.

FERNANDA

Não!

Fernanda sai, Oscar está preocupado.

OSCAR

Ela quer sair á cavalo por ai e vai cair uma tempestade brava, faz alguma coisa rapaz é perigoso.

Marcos vai atrás de Fernanda.

Cena 13/ Ext./Fazenda Gouveia/Estábulo/Noite.

Fernanda se aproxima do seu cavalo, coloca a sela em cima dele, Marcos se aproxima.

MARCOS

Fernanda você não pode sair agora é perigoso, vamos conversar meu amor.

Fernanda está nervosa, chora.

FERNANDA

Me deixa em paz Marcos, não vem atrás de mim!

Fernanda monta no cavalo, sai, Oscar se aproxima.

OSCAR

Vai atrás dela rapaz! Além do mal tempo o cavalo não está bem desde que voltou da corrida.

MARCOS

Eu não consigo andar á cavalo.

OSCAR

Então eu vou antes que aconteça uma desgraça!

Cena 14/Ext./Fazenda Gouveia/Noite.

Fernanda esta cavalgando pela fazenda, chateada, ouve alguns trovões, os relâmpagos clareiam a fazenda, mas ela continua a cavalgar, um raio cai, o cavalo se assusta, Fernanda não consegue controlar o cavalo que a derruba, ela cai e bate a cabeça em uma pedra e perde os sentidos.

Fim do Capítulo

COMPARTILHAR

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on tumblr

POSTADO POR

Débora Costa

Débora Costa

>