Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on telegram

Meu Ex – Capítulo 5 (Penultimo Capítulo)

Capítulo 5.

Cena 1/ Holambra/ Noite.

Casa de Thiago.

Ana entra e fecha a porta,  e vê na maçaneta duas chaves.

Ana: Duas chaves? Até hoje com essa mania de perder as chaves com facilidade?

Thiago: Você sabe, eu perco chaves toda hora. Eu fiz uma copia, até esqueci de tirar a cópia daí, mas depois eu tiro.

Ana: Eu vou preparar alguma coisa pra gente comer.

Ana vai pra cozinha.

Thiago: Eu vou te ajudar:

Ana: Não, não precisa. Eu vou preparar um jantar pra você, em agradecimento por esta sendo um grande amigo.

Thiago: Está bem. Eu vou pegar um vinho pra gente.

Thiago passa sobre o tapete onde é a porta de do porão.

No porão.

Lucas resmunga amordaçado, e tenta se soltar e se mexe de todas as formas e não consegue se soltar.

Cena 2/Holambra/ Noite.

Na mesa do jantar Thiago e Ana jantam.

Thiago: Você está linda.

Ana: Obrigada, você esta muito bonito e cheiroso.

Thiago: Vamos fazer um brinde?

Ana: A que?

Thiago: A nós, a nossa amizade, a vida, ao recomeço.

Ana: Quantos motivos pra um brinde.

Thiago: Você ta melhor?

Ana: Estou tentando ficar, não vamos falar disso.

Thiago: Claro, eu nem sei por que eu toquei nesse assunto.

Ana: Mas me fala você, como está sua vida?

Thiago: Mesmo jeito de sempre, não muda nada na minha vida.

Ana: Acho que nós dois não soubemos aproveitar a vida. Nós a deixamos monótona, sem nada de interessante pra contar.

Thiago pega a garrafa de vinho e serve mais.

Ana: Não, eu não quero mais não, já estou começando a ficar bêbada.

Thiago: Nem bebeu direito.

Ana: Mas eu não sou acostumada a beber e outra, eu tenho que ir pra casa. Já está ficando tarde.

Thiago segura a mão de Ana.

Thiago: Espera. Ta cedo ainda, qualquer coisa pode dormir aqui.

Ana: Obrigada. Você tá sendo muito legal, muito amigo, mas eu preciso ir embora.

Ana levanta da mesa e vai pra sala, Thiago vai atrás.

Na sala.

Thiago: Eu fiz alguma coisa de errado? Algo que eu não devia?

Ana: Não. Você não fez nada, mas está tarde eu preciso ir embora.

Thiago se aproxima de Ana, ela na parede.

Thiago: Eu senti tanta sua falta. Tantas saudades de você.

Thiago a beija.

Ana: Para Thiago, eu tenho que ir.

Ana sai da casa.

Thiago: Droga. Culpa daquele maldito.

Thiago vai até a cozinha e passa a porta e tira o tapete e abre a porta do porão e desce a escada e não vê Lucas nem a cadeira.

Thiago: Cadê o Lucas?

Lucas sai de trás da escada, apoiando a cadeira no chão pra não forçar a perna quebrada, Lucas se aproxima de Thiago e lhe dá uma cadeirada em Thiago que cai no chão. Lucas sobe a escada com dificuldade e sai do porão, caminha com dificuldade pela cozinha e vê a mesa do jantar, Lucas vai pra sala, e pega o telefone, e disca.

Na lanchonete, na mesa.

Ana e Carol conversam.

Ana: Ele me beijou.

Carol: O Thiago é esperto, eu já imaginava que ele ia tentar isso, ele foi bem mais rápido que eu imaginava.

Ana: Eu não devia ter ido lá. Eu amo o Lucas, eu não podia ter feito isso.

Carol: Calma Ana. Foi ele quem te beijou e outra o Lucas foi embora sem mais nem menos.

O celular de Ana toca, Ana olha e lê no visor Thiago Casa.

Ana: O que será que ele quer?

Carol: Eu não sei, atende.

Ana: Acho melhor não. Não quero ficar remoendo essa história, eu vou embora amanhã mesmo. É melhor esquecer isso.

Carol: Você não é assim Ana, atende esse celular logo.

Na sala da casa de Thiago.

Lucas sentado no sofá com o telefone na orelha escuta Ana dizendo alô. 

Thiago puxa Lucas pela perna quebrada, Lucas cai no chão e grita de dor. Thiago o puxa pra trás. Thiago vai até o telefone e o desliga.

Thiago: Você perdeu a noção do perigo? Você quer mesmo morrer? Pra quem você ligou? Pra quem você ligou?

Thiago chuta a perna de Lucas, Lucas grita de dor.

Lucas: Você não vai sair dessa Thiago. Você vai parar na cadeia.

Thiago: Você está testando a minha paciência e isso não é bom.

Thiago segura Lucas pela perna quebrada e o arrasta para cozinha.

Cena 3/ Holambra/ Noite. 

Na lanchonete.

Ana: Eu ouvi o Lucas.

Carol: O Lucas? Não era da casa do Thiago?

Ana: Sim, e eu ouvi o Lucas, um grito, um grito de dor.

Carol: Você reconheceu a voz do Lucas por um grito de dor? 

Ana: Você não vai me entender. Mas pensei numa coisa absurda agora.

Carol: Que o Thiago pode estar com o Lucas? Eu tive na casa do Thiago esses dias, e ele estava com o celular na mão e eu ouvi outro celular tocando dentro da casa. Eu o perguntei se ele tava com visita e ele disse que não, que ele tinha comprado outro celular, mas hoje a tarde ele teve aqui e ele estava com o celular antigo. Eu perguntei sobre o celular novo e ele disse que não gostou porque o celular era muito moderno. Mas é estranho, porque o celular dele não é tão antigo, é mais moderno que o meu, e ele nunca teve dificuldade com isso.

Ana: Pode ser o celular do Lucas que tocou, porque quando ele sumiu eu liguei e uma vez chamou e depois não chamou mais. O Thiago pode ter obrigado ele a me ligar e dizer que fugiu.

Carol: Isso é uma suposição, é muito sério. Talvez não seja isso e estamos aqui fazendo acusações absurdas.

Ana: Talvez não sejam tão absurdas assim. Eu vou voltar lá.

Carol: Espera. Pode ser perigoso.

Ana levanta e sai.

Cena 4/ Holambra/ Noite. 

No porão.

Thiago amarra os braços de Lucas na pilastra.

Lucas: Eu não sei por que você está tentado isso, você sabe que eu vou me soltar.

Thiago: É mesmo?

Thiago pega outra corda e a amarra as pernas de Lucas, Thiago pega outra corda e amarra o tronco de Lucas.

Thiago: Sai agora, quero ver sair. Sai.

Thiago da um soco na cara de Lucas.

Thiago: Vai quero ver você sair.

Thiago da outro soco na cara de Lucas.

Thiago: Eu não vou deixar você acabar com meus planos.

Thiago da um soco no estômago de Lucas, ele cospe sangue.

Thiago: Já está assim? Cadê o moço forte da cidade grande, hein? O personal dono de academia. Cadê o fortão?

Ouvem a campainha tocando e a voz de Ana chamando por Thiago.

Thiago: É a Ana. Acho bom não tentar nada, nenhuma gracinha porque senão quem vai pagar é ela. Você está me ouvindo?

Thiago pega o lenço e envia na boca de Lucas.

Cena 5/ Holambra/ Noite.

Na cozinha.

Thiago põe o tapete em cima da porta e vai até a sala, e abre a porta.

Thiago: Ana?

Ana: Desculpa voltar aqui.

Thiago: Tudo bem. Entre.

Ana: Não, eu só perdi meu celular, queria ver se ele está aqui.

Thiago: Eu não vi, mas vamos procurar.

Ana Acho melhor não ir juntos, você sabe…

Thiago: Vou olhar na mesa.

Thiago vai pra cozinha, Ana olha na fechadura e vê as duas chaves, Ana pega uma cópia e põe no bolso. Ana vai até a porta da cozinha, e vê Thiago procurando o celular na mesa.

Ana: Thiago eu achei, ele estava aqui no chão, perto da parede, acho que ele caiu quando…

Thiago: Que bom que achou. Tá funcionando direito?

Ana: Está sim. Eu só vim procurar meu celular mesmo, eu já to indo.

Thiago: Eu te levo até a porta.

Ana: Não precisa, da última vez você… Eu já vou tchau.

Ana sai, Thiago escuta o barulho da porta e vai até o tapete e o tira.

Cena 6/ Holambra/ Noite. 

No porão.

Thiago: Sua presença aqui dentro já tá ficando perigosa pra mim, eu vou dar um jeito em você amanhã cedo e vou consumiu seu corpo o mais rápido possível, te mandar para o inferno. Então aproveite essa noite.

Thiago sobe a escada do porão e Lucas o olhar desesperado enquanto ele sobe a escada.

Cena 7/ Holambra/ Noite.

Na lanchonete.

Carol olha no relógio.

Carol: A Ana ta demorando, será que aconteceu alguma coisa? Eu tenho que fazer alguma coisa.

Ouve um trovão e começa a chover.

Cena 8/ Holambra/ Noite.

Na cozinha.

Thiago sai do porão coloca o tapete em cima da porta, e sai da cozinha, e sobe a escada indo para o quarto. Na janela da cozinha, Ana olha tudo.

POSTADO POR

Vítor Rodrigues de Souza

Vítor Rodrigues de Souza

COMPARTILHAR

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on tumblr
  • >
    Rolar para o topo