Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on telegram

Meu Ex – Capítulo 6 (Ultimo Capítulo)

Capítulo 6.

Cena 1/ Holambra/ Noite.

Na cozinha.
Thiago sai do porão coloca o tapete em cima da porta, e sai da cozinha, e sobe a escada indo para o quarto. Na janela da cozinha, Ana olha tudo.

Cena 2/ Holambra/ Noite.

No quarto.
Deitado na cama, Thiago fica pensativo olhando para o teto.

Cena 3/ Holambra/ Noite.

No quintal.
Ana vai até a porta da sala e destranca. Ela entra, e caminha com cuidado até a cozinha. Ana vai até a porta do porão e tira o tapete e a abre com cuidado. Ana desce a escada e vê Lucas amarrado e amordaçado.
Ana: Lucas? Eu não to acreditando no que aconteceu aqui. O que ele fez?
Lucas murmura com o pano na boca. Ana tira o pano da boca de Lucas.
Ana: Calma Lucas. Vai ficar tudo bem meu amor. O que aconteceu com sua perna?
Lucas: Ta quebrada. A gente tem que sair daqui. Seu ex-namorado é louco.
Ana: Meu Deus. Você tá muito machucado. Consegue caminhar?
Ana tira todas as cordas.
Lucas: Mais ou menos.
Ana: Eu vou tirar a gente daqui.Aquela janelinha ali. Acho que conseguimos passar por ali. Tenho medo de voltar lá por cima e o Thiago aparecer.

Ana pega a cadeira e quebra o vidro da janela.
Ana: Vai primeiro.
Lucas: Você vai.
Ana: Para com isso, sua perna quebrada, eu vou te ajudar a subir.
Lucas se apoia em Ana, sobe na cadeira e passa pela janela com dificuldade.
Lucas: Pronto vem.
Ana: Eu já to indo.
Ana sobe na cadeira e pula pra passar na pequena janela quebrada.
Thiago atrás dela: Acho que não.
Thiago segura Ana e a puxa pra trás. Thiago a segura imobilizando-a, Thiago sobe as escadas do porão com Ana.
Lucas: Ana, Ana.
Lucas vê um pedaço de pau no chão, pega e o usa como muleta. Com dificuldade Lucas vai até a porta da sala, e entra e ouve Ana no andar de cima, Lucas sobe a escada com dificuldade. Cada degraus eram complicado para Lucas, mas ele sabia que a seu amor estava em perigo e continuou subindo sem pensar na sua perna nem na sua dor.

Cena 4/ Holambra/ Noite.

No quarto de Thiago.
Thiago joga Ana em cima da cama.
Ana: Me solta, eu quero sair daqui.
Thiago: Não. Você é minha, minha. Eu vou te deixar aqui, e vou lá acabar com o Lucas. Coisa que eu devia ter feito há mais tempo.
Lucas entra no quarto e dá um soco na cara de Thiago que cai no chão.
Lucas vai até Ana: Você está bem?
Ana: Eu to bem sim.
Thiago: Mas não vai ficar.
Thiago levanta e dá um soco no rosto de Lucas e chuta sua perna quebrada, Lucas ajoelha de dor. Thiago se vira para Ana.
Thiago: Você é minha.
Lucas segura a perna de Thiago com as duas mãos e o puxa, fazendo Thiago cair no chão. Ana pega o abajur e quebra na cabeça de Thiago, que fica desacordo. Ana ajuda a Lucas a levantar.
Ana: Vamos sair daqui.
Ana e Lucas saem do quarto.
Thiago levanta abre o guarda roupa e pega um machado que estava no meio das calças, e sai do quarto.

Cena 5/ Holambra/ Noite.
No corredor.
Thiago chega à porta.
Lucas vê Thiago: Vamos descer a escada.
Ana: Você não vai conseguir descer, ele vai nos alcançar pela escada.
Thiago vai atrás deles, Lucas e Ana entram em outro quarto e Ana tranca a porta.
Lucas: Ana olha isso.
Ana olha ao redor e vê o quarto cheio fotos dela pregadas na parede.
Ana: Meu Deus.
Lucas: Esse cara é louco.
No corredor.
Thiago: Não tem pra onde fugir. Vocês estão na minha casa.
Thiago bate o machado na maçaneta.
No quarto.
Ana desesperada: Ele vai entrar.
Lucas: O telhado. Vem.
Ana: Como você vai eu subir o telhado com a perna desse jeito?
Lucas: Não tem outra opção.
Ana e Lucas vão até a janela e Ana a abre. Os dois sobem por uma escadinha pregada da parede indo para o telhado. Thiago quebra a maçaneta e entra e vê a janela aberta. Ele vai até à janela.
Thiago: Vocês só podem esta querendo morrer mesmo. Para o telhado?
Thiago sobe pela escadinha.
No telhado.
Ana e Lucas escondidos atrás da chaminé ficam quietos e apreensivos. Thiago caminha com cuidado pelo telhado.
Thiago: Vocês não raciocinam mesmo, né? Numa noite como essa, chovendo do jeito que está, e vocês vêm para o telhado? Já viram a altura que nós estamos?
Escondidos atrás da chaminé, Ana olha para Lucas. Lucas faz gesto com a mão pra ela ficar em silêncio.
Thiago olha a chaminé, caminhando até ela.
Thiago: No telhado não tem pra onde fugir. (Thiago solta uma risada diabólica) Ana querida. Dê um beijo de despedida no Lucas porque hoje ele vai para o inferno. E nós dois para o motel. Que ideia boa, não é?
Thiago chega à chaminé e dá uma machadada no lado que Lucas e Ana estavam e o machado bate nos tijolos da chaminé e Thiago percebe que não há ninguém ali. Lucas que havia dado a volta na chaminé e agora atrás de Thiago dá um soco na cara dele, Thiago se desequilibra e caindo no telhado soltando o machado que desliza e garra na calha, Thiago se segura na madeira que Lucas usava de muleta, para não cair lá de cima do telhado. Thiago levanta e dá um soco no rosto de Lucas e outro no estômago. Ana vai pra cima de Thiago. Dando socos nas costas de Thiago:
Ana: Deixa ele em paz.
Thiago a empurra: Para de defender ele.
Lucas aproveita a distração de Thiago e dá um soco nele. Lucas escora as costas na chaminé.
Thiago: Aleijadinho. Eu vou acabar com você.
Thiago dá dois socos de esquerda no rosto de Lucas. Thiago prepara um soco de direita e Lucas desvia para o lado, Thiago acerta a chaminé e grita de dor.
Lucas: É bom fazer isso nos outros não é?
Lucas dá um soco em Thiago, e usa a madeira para derrubar Thiago, que cai. Tiago segura a madeira de Lucas e a puxa. Lucas cai também e os dois escorregam nas telhas molhadas e deslizam até a ponta do telhado, e seguram na calha para não cair do telhado.
Ana: Meu Deus. Vocês estão bem?
Lucas: Socorro.
Ana desse as telhas com cuidado e chega à ponta. Ana se abaixa e estende a mão para Lucas.
Ana: Me dá sua mão Lucas.
Thiago: Ana me ajuda. Por favor, me ajuda.
Ana: Você é um louco Thiago. Vai para o inferno.
Thiago olha para o lado e vê o machado preso na calha, há alguns metros. Ele estica o braço pra tentar pegar e não consegue. Thiago pendurar na calha tentando alcançar o machado.
Ana: Ele vai pegar o machado. Lucas, segura minha mão depressa.
Lucas estica o braço e Ana segura sua mão. Thiago pendurando na calha tentando se aproximar do machado, um pedaço da calha quebra e o machado cai do telhado ao chão. Com o rompimento da calha Thiago começa a cair, e segura na perna quebrada de Lucas, com o peso, a mão de Lucas se solta da mão de Ana, e se segura na calha.
Thiago: Acabou pra gente. Pra mim e pra você. Eu não vou cair sozinho, vamos para o inferno juntos.
Lucas olha pra baixo e vê a grande a altura.
Lucas: Vai para o inferno sozinho.
Com a pena boa, Lucas dá uma pesada na cara de Thiago que solta a perna quebrada de Lucas e cai no chão.
Ana: Meu Deus. Me dá sua mão Lucas.
Lucas estica o braço, mas a distância entre eles é maior.
Lucas: Eu não alcanço.
Ana vê a madeira do lado, a pega e estende para Lucas segurar. Lucas segura e Ana o puxam com dificuldade, Lucas segura com um braço na madeira e o outro na calha e sobe.
Ana: Graças a Deus.
Os dois se abraçam e a madeira cai do telhado.
Ana beija Lucas: Eu fiquei com tanto medo de te perder. Você está bem?
Lucas: Não, mas vou ficar assim que eu sair daqui.

Cena 6/ Holambra/ Noite.

Na escada.
Ana ajuda Lucas a descer.
Ana: Vamos sair daqui rápido, eu vou te levar para o hospital.
Lucas: Eu preciso mesmo.
Ana e Lucas saem da casa e caminham em direção ao carro e passam por Thiago jogado no chão. Ana abre a porta do passageiro, que está do lado onde Thiago caiu. Lucas entra no carro, Ana dá à volta por frente do carro, entra e tenta ligar o carro. Thiago do lado de fora do carro, perto de Lucas, dá uma machadada no pneu e o estoura.
Ana grita: Aaaaaaaa.
Thiago: Vão a algum lugar?
Thiago dá uma machadada no vidro da janela de Lucas e a quebra. Ana abre a porta e desce e puxa Lucas para o banco do motorista. Ana vê a madeira no chão e a pega. Thiago abre a porta do passageiro. Ana dá à volta no carro e chega até Thiago e bate com a madeira na cabeça de Thiago que cai, Ana bate mais duas vezes com a madeira em Thiago. Lucas com dificuldade dá à volta no carro se apoiando na lataria e vai até Ana.
Lucas: Vamos sair daqui, rápido.
Ana ajuda Lucas e começam a caminhar. Thiago no chão, segura a perna de Ana e a puxa, ela e Lucas caem. Thiago com o rosto ensanguentado se levanta e pega o machado.
Thiago: Acabou a linha. É o fim pra vocês dois.
Thiago aponta o machado para os dois.
Thiago: Vão para o inferno.
O carro da polícia para na calçada, e o Delegado e um policial sai do carro. E apontam as armas para Thiago. Joice e Paulo saem do carro também.
Joice: Filha.
Delegado: Acabou pra você Thiago. Largue o machado. Você está preso.
Thiago: Para me impedir vai ter que ser bem rápido delegado.
Thiago levanta o machado alto para atacar os dois. O Delegado atira duas vezes no peito de Thiago, que cai pra trás e o machado cai no chão.
Paulo e Joice vão até eles. Ana levanta e ajuda Lucas a se levantar. Joice abraça Ana.
Joice: Meu Deus. O que aconteceu com o Thiago?
Ana: Ele é louco, mãe. Olha o que ele fez na perna do Lucas.
Lucas: Um psicopata.
Paulo: Quem ia imaginar. Sempre aparentou ser uma pessoa do bem.
Carol para a moto na calçada e vai até eles.
Carol abraça Ana: Vocês estão bem?
Ana: Agora eu estou.
Lucas: Como a polícia sabia que nós estávamos aqui?
Delegado: Agradeça a Carol. Ela ligou pra delegacia.
Ana: Obrigada amiga.
Paulo: Vamos sair daqui gente.
Lucas: Vamos sim. Eu preciso de um hospital minha perna está muito prejudicada.
Delegado: Depois eu preciso do depoimento de vocês.
Joice: Depois eles vão pra delegacia. Agora é hospital.
Delegado: Claro. Vocês podem ir levar o garoto para o hospital. Eu vou cuidar do corpo do Thiago
Ana: Vamos embora.
Ana ajuda Lucas a caminhar até o carro.

Cena 7/ Holambra/ Noite.

(DIAS DEPOIS)/(NOITE)
Na calçada da casa dos pais de Ana.
Lucas com a perna engessada: Obrigado por tudo gente.
Joice: Volte sempre querido.
Lucas: Não leve a mal, Joice, mas eu quero ficar um bom tempo sem vim pra essa cidade.
Paulo: Compreensível.
Lucas entra no carro
Carol: Melhoras Lucas.
Lucas: Obrigado.
Ana: Eu também já vou pra não ficar tarde.
Joice: Eu vou sentir sua falta filha.
Paulo: Infelizmente não foram os dias que nós pensamos que seriam.
Ana: Vamos ter mais fins de semanas juntos gente. Agora é a vez de vocês de irem para São Paulo pra me visitar.
Joice: Eu na cidade grande?
Carol: Eu vou, quero conhecer o irmão do Lucas.
Lucas: Vamos marcar uma reuniãozinha lá em casa e vocês se conhecem.
Carol: Fechado. E eu vou cobrar.
Ana abraça Joice: Tchau mãe.
Joice: Tchau, cuidado.
Ana abraça Paulo: Tchau pai.
Paulo: Tchau. Os dois, eu quero neto.
Ana: Estamos praticando pai, rapidinho vem.
Lucas envergonhado: Ana…
Ana abraça Carol: Tchau amiga, to te esperando lá em casa.
Carol: Pode deixar, vou lá arrumar um namorado bem gostosão, mas enquanto isso eu vou ficar com inveja do seu.
Ana: Boba.
Ana dá à volta no carro e entra
Ana: Tchau gente.
Ana liga o carro e arranca.
Lucas: Você é doida. Falar aquilo perto dos seus pais.
Ana: Meus pais não são caretas, e eles sabem muito bem que a gente faz sexo. Eu até falei com a minha mãe que você é muito bom de cama.
Lucas: Sério?
Os dois começam a rir.
Ana: Desculpa ter feito você sofrer isso tudo que você sofreu.
Lucas: Você não teve culpa. Quem ia imaginar que um louco psicopata ia parecer e me sequestrar. Vamos esquecer isso.
Ana entra com o carro na rua da casa de Thiago.
Lucas: Nós temos que passar por aqui?
Ana: É o caminha para ir embora. Esquece isso.
Lucas: É difícil. Nem sei se um dia eu vou esquecer.
Ana põe a mão em cima da mão de Lucas.
Ana: Eu te amo.
Lucas: Eu também te amo muito.
Os dois se beijam.
O carro passa em frente à casa de Thiago que está toda escura, logo após o carro passar, a luz da sala acende…

Fim

COMPARTILHAR

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on tumblr

POSTADO POR

Vítor Rodrigues de Souza

Vítor Rodrigues de Souza

  • Excelente. Li todos os capítulos. Escrita rápida. Estória envolvente. Parabéns 👏👏👏👏 será que Thiago ficou vivo? Pode ser.😱

  • Estreia dia 19 de Outubro

    Estreia dia 20 de Outubro

    >