Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on telegram

PEDRA DE TROPEÇO – CAPÍTULO 1

               UMA NOVELA DE: 

                   SAMUEL BRITO              

                PARTICIPAM DESSE CAPÍTULO:

                   TIFFANY

                   FREDERICO

                   JOHN

                   SUZY

                   BILL

                   PAIXÃO

                   MARIA

                   MANUEL TROPEIRO

                   CAPÍTULO 1

LEGENDA: Mutuípe – BA (1945)

CENA 1. EXT. TAPERA. TARDE.

Pôr do sol. Uma menina (12 anos, parda, cabelos pretos e longos) segura na porta, chorando. Paixão (30 anos, pardo, cabelo preto, de barba) a puxa com força. 

               MENINA (Desesperada)

         Oh mainha. Me acode aqui!

Maria (29 anos, parda, cabelo preto e amarrado) se aproxima, aflita.

               MARIA 

          Deixa disso, homem. A gente vai achar outra solução.

Paixão encara Maria.

               PAIXÃO

          Ou isso, ou a gente morre de fome.

Paixão puxa a menina e a segura. Manuel Tropeiro (61 anos, Branco, cabelos brancos, de barba grande) põe um saco no chão.

               MANUEL TROPEIRO

          Aí tem o punhado de sal e a carne seca.

A menina olha para Paixão, chorando.

               MENINA 

          Por favor, painho. Eu lhe imploro! (TEMPO/Ela ajoelha com as mãos juntas) Por favor, painho.

Maria entra, chorando. Paixão se abaixa e pega o saco.

               PAIXÃO

         Pode levar, seu moço.

Manuel Tropeiro se aproxima da menina.

               MENINA (Gritando/Desesperada)

         Não! Mainha, me acode. Por favor!

Paixão se afasta. 

                          CORTE DESCONTÍNUO:

A carroça se afasta. A menina chorando olha para a casa. POV da Menina – Maria chorando, acena.

               MENINA

          Adeus, mainha. Adeus!

                          CORTA PARA:

LEGENDA: Nova York – E.U.A (1960)

CENA 2. INT. APARTAMENTO DE TIFFANY. SUÍTE. MANHÃ.

Muita fumaça.

               (O.S. DE JOHN)

          Goodbye, Mother.

Tiffany (27 anos, branca, cabelos pretos, de coque) deitada na banheira, desliga a torneira. 

               TIFFANY

           E o meu beijo?

John (8 anos, Branco, cabelos pretos e grandes) se aproxima, afoito. Tiffany se levanta e pega a toalha. John observa, enojado.

               JOHN

           Eca!

John tapa os olhos com as mãos. Tiffany põe a tolha rapidamente.

               TIFFANY

    Merda! Achei que ia dar tempo. (TEMPO/ Ela encara John) Pronto, já me vesti. 

John abre os olhos, receoso. Tiffany o abraça.

               TIFFANY (Dengando)

        Coisa mais totosa da minha vida.

               JOHN 

         Para de me tratar como um nenénzinho, mom. Já tenho oito anos.

John faz o sinal com as mãos. Tiffany o observa, deslumbrada.

                TIFFANY

         É o meu homenzinho. 

John se emburra.

                TIFFANY

        Seu pai vai vim te buscar às seis. 

                JOHN (Desanimado)

        Ah de novo?

                TIFFANY

        Te entendo. (Corrige) Mas é o aniversário do seu avô e você deve se comportar, hein?

                JOHN

        Por que todo mundo tem dois avôs e eu só tenho um? O Jack tem dois.

Tiffany olha para o relógio-de-parede e arregala os olhos.

                TIFFANY

          Já deu a hora. Cuidado com os carros, hein? Até mais, baby.

John se afasta. Tiffany pensativa, respira fundo.

                                     CORTA PARA:

CENA 3. INT. APARTAMENTO DE TIFFANY. SALA. TARDE.

A campainha toca. Tiffany corre e abre a porta, sorrindo. Frederico (40 anos, branco, cabelo grisalho, barba feita) a observa, estranhando.

               FREDERICO

         Boa tarde, Tiffany. 

               TIFFANY

         Entre. O John ainda não chegou.

               FREDERICO

         Okay. 

                             CORTA PARA:

INT. APARTAMENTO DE TIFFANY. COZINHA. TARDE.

Tiffany entrega uma xícara para Frederico. 

                FREDERICO

          Confesso que já sentia saudade desse aroma.

               TIFFANY

           Ah! Obrigada!

Frederico toma. Tiffany o observa, calada. Frederico sorri.

               TIFFANY

           Dê meus parabéns ao seu pai.

               FREDERICO

           Você devia vir conosco.

Ruído de buzina.

               TIFFANY

           O John chegou.

Ruído de porta abrindo. 

               TIFFANY

           Filho, seu pai está aqui.

               JOHN

           Mas já?

Frederico, sem graça. Tiffany olha para ele, constrangida.

             TIFFANY (Sussurrando)

           Ele é assim mesmo.

John se aproxima e abraça Frederico.

            FREDERICO

           Você já lavou as mãos?

            JOHN (Emburrado)

           Não! Se eu não viesse aqui. Hum! Mom arrancaria minha mão fora.

Tiffany sorri, constrangida.

            TIFFANY

           Uma brincadeira, claro.

Tiffany franze a sobrancelha para John, que se cala instantaneamente.

            FREDERICO (Olhando para Tiffany)

           Bom! Você vem?

            TIFFANY

           Não dá. Tenho um chá com a Suzy às dez.

          FREDERICO.

          Eu te trago de manhãzinha.

          TIFFANY

          Mas é hoje às dez.

          FREDERICO

          Se é assim, okay. (TEMPO/Ele olha para John) Vá buscar suas coisas, filho.

          JOHN (Decepcionado)

          Aaah!

John se afasta. 

                                     CORTA PARA:

INT. APARTAMENTO DE TIFFANY. SALA. TARDE.

John se aproxima com uma mochila. Frederico olha para Tiffany, sorrindo.

                FREDERICO

           Espero que fique bem.

                TIFFANY

           Vou ficar sim.

John se aproxima de Tiffany. Ela o abraça. Frederico os observa, triste.

                 TIFFANY (Olhando para John)

           Toma cuidado, hein? Nada de se jogar na piscina, fique perto de seu pai.

                 JOHN

           Eu sei, mom. Eu sei!

Tiffany beija a bochecha dele e o abraça. Frederico olha para o relógio.

                 FREDERICO

           Precisamos ir, filho.

John se afasta. Frederico estende a mão para Tiffany. Ambos se cumprimentam.

                 TIFFANY

           Fique atento. Esse menino não tá fácil.

                 FREDERICO

           Pode deixar. Ah! Tenha um bom chá. É chá mesmo, né?

Tiffany sorri.

                 TIFFANY

           Bobo! É chá sim. 

Frederico olha para Tiffany.

                 FREDERICO

          Então até mais. 

Tiffany acena. Ele sai.

                 TIFFANY

          Lá vou eu.

Tiffany bate a porta.

                                CORTA PARA:

CENA 4. INT. CARRO. TARDE.

Frederico dirige, sério. John entediado rói as unhas. Frederico olha pelo retrovisor e o observa.

                 FREDERICO

          Vai ser muito legal, você vai ver. Os seus primos vão estar lá.

John entusiasmado sorri.

                 JOHN

          Sério, Daddy? O Alef também?

                 FREDERICO

          Anram. Você quer ver eles?

John acena.

                 FREDERICO

          Então dá um sorriso pro pai, dá.

John abre um sorriso. CLOSE em sinal vermelho. Frederico acaricia o cabelo de John.

                 FREDERICO

         Você é o meu garoto.

John olha para Frederico.

              JOHN (Brincando)

       Eu sei, Daddy. Eu sei!

Frederico gargalha.

              FREDERICO

         A genética da sua mãe é forte viu. Você é convencido igual ela.

CLOSE em sinal verde. Frederico pisa no acelerador.

                                         CORTA PARA:

CENA 5. INT. RESTAURANTE. SALÃO. NOITE.

Com um vestido preto e um coque alto, Tiffany é cercada pelos olhares dos homens ao redor. O cliente (Cabelo preto, de terno, uns 40 anos) a encara.

              CLIENTE

         You are really beautiful.

Tiffany sorri e acaricia seu rosto.

              TIFFANY

         Oh darling! Time is Money. We will?

O cliente desconcertado se levanta e a ajuda à se levantar. Ambos saem. Ao fundo, os homens a observam e as mulheres incomodadas, reviram os olhos.

CORTE DESCONTÍNUO:

CENA 6. INT. APARTAMENTO DE TIFFANY. SALA. NOITE.

Tiffany bebendo, gargalha. Suzy (Negra, 28 anos, cabelos lisos) a observa.

              SUZY

         Time is money? (Sorri) Você é hilária! Se continuar assim, não vai enricar tão cedo. 

              TIFFANY

         Não, Su, aquele era chato mesmo. Odiei! Nem no Toilette me surpreendeu.

              SUZY

         E o que você está planejando, afinal? Você não precisa passar por isso novamente, o Fred paga suas despesas.

              TIFFANY

         Não estamos mais casados, ele não tem o dever de me sustentar, ao John sim, mas a mim não. 

              SUZY

         Ele não se importaria, acho que ele ainda gosta de você.

              TIFFANY

         Acho que não! Ele é um homem bem resolvido, apesar de tudo, mas o que eu quero mesmo é ajuntar uns dólares.

Suzy arregala os olhos.

              SUZY

         Você vai mesmo?

              TIFFANY

         Eu preciso ir, Su. Quero tanto ver Mainha, Marianinha deve tá casada já. Ah! O John me cobra isso sempre, sabe? Encafifou em conhecer o segundo avô. É uma necessidade minha também.

              SUZY

         Mas tu quer ir pra ver eles mesmo, né? Não é vingança não, né, Tiffany? Rum!

              TIFFANY

         Cê acha que eu ia perder tempo me vingando dele? Té parece! O que eu poderia fazer? Vender ele?Eu vou por Mainha e minha irmã, só. De Paixão, eu não quero nada. Não faço questão! 

              SUZY

         E o Fred já sabe disso? Tu tá toda empolgada, mas o Fred nem autorizou ainda.

              TIFFANY

         Ainda não, mas na primeira oportunidade eu converso com ele.

Suzy a encara.

                                       CORTA PARA:

CENA 7. INT. MANSÃO DO BILL. SALA DE ESTAR. NOITE.

Frederico sentado no sofá, bebe. Bill (70 anos, calvo, barba branca) se aproxima de Frederico e o encara.

              BILL

         Por que tão pensativo?

             FREDERICO         

         O que fazer quando uma mulher se afasta, pai?

              BILL (Irônico)

         Existe dois tipos de mulheres. As normais e Tiffany Montana.

              FREDERICO

         Eu estou falando sério.

               BILL

         E eu também. Quem vai deduzir o que passa na mente daquela maluca?        

Bill encara Frederico.

               BILL

         Se você não consegue superar essa separação, Fred, tente reconquistá-la. Dê á ela algo que ela goste, surpreenda.

Frederico sorri.

              FREDERICO

         Acha mesmo que isso pode me ajudar?

               BILL

         Tenho setenta anos e cinco casamentos, de mulher, eu entendo, filho.

Ambos riem. 

                                   CORTA PARA:

CENA 8. INT. APARTAMENTO DE TIFFANY. COZINHA. MANHÃ.

Tiffany entrega uma xícara para Frederico. Ele sorri e tira uma caixinha do bolso, disfarçadamente.

                 TIFFANY

          Eu vou ser bem direta. Estou pensando em passar uns dias no Brasil.

Frederico arregala os olhos.

                 TIFFANY

          Eu só preciso de sua assinatura. Cê sabe de toda a burocracia que é.

                 FREDERICO

          Você está falando sério, Tiff?

                 TIFFANY

          Eu preciso rever minha família. O John vive me cobrando isso também, ele quer conhecer o avô e eu devo isso á ele.

                 FREDERICO

          Okay. Acho que consigo tirar férias daqui uns meses. Talvez antes de dezembro.

                 TIFFANY

          Não! Você não entendeu, eu e o John vamos sozinhos.

CLOSE em Frederico, decepcionado.

CONTINUA…

COMPARTILHAR

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on tumblr

POSTADO POR

Samuel Brito

Samuel Brito

  • Queridooooo. Para tudo! Eu amei este piloto aaaaaa.
    Já me senti extremamente conectada com Tiffany, é uma personagem com várias nuances (mãe de John,ex-mulher de Frederico, amiga de Suzy) e você foi muito sagaz em começar a web com uma cena impactante, até ousaria chamar de teaser : a fome que o núcleo de Paixão passa.

    Já quero saber como será esse reencontro de Tifanny com a família. Será que eles sabem do que ela trabalha? Este gancho no final foi perfeito : Fred achando que ia viajar com ela e ela cortando. John parece muito malicioso para idade dele e Bill um egocentrista de marca maior.

    Já quero ler o segundo. Quanto a estrutura, você seguiu muito bem. Mas eu não conseguiria ser tão direto, nas minhas obras o cenário por vezes fala muito sobre a experiência da personagem, sinto então a necessidade de descrever e a sequência de ações também. Mas é isso, são estilos diferentes.

    • Nossa! Um privilégio demais pra mim…Minha querida Charlotte, o seu feedback é tão detalhista e profundo que me emociona em saber que você conseguiu absorver tudo o que propus. Um beijão, minha linda s2 Muito obrigado novamente e adoraria receber seus feedbacks nos próximos capitulos…s2

  • >
    Rolar para o topo