Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on telegram

Um Sonho Intenso – Capítulo 4

No capítulo anterior:

Antunes e Sara desembarcam na vila e caminham até a pensão de Romero e Divina. Vendo isto, Coronel Fagundes, que estava à espera do filho, não se agradou, pois Antunes estava em companhia de uma possível escrava liberta.

No capítulo de hoje:

Coronel Fagundes se dirige à pensão para ter com o filho. E o chama antes mesmo de se adentrar à pensão.

FAGUNDES: Meu filho Antunes! O que estás indo procurar nesta pensão imunda. Não quero você neste ambiente.

ANTUNES: Meu pai! Quanta satisfação. (se abraçam) Estou indo com Sara para acomodá-la. Deixa eu apresentar para o senhor.

FAGUNDES: Eu não quero saber quem é esta escrava liberta. Venha meu filho vamos embora.

ANTUNES: Que isso papai? Sara é minha amiga.

FAGUNDES: Não demore. (se retira e vai para a carruagem)

ANTUNES: Desculpe Sara pela atitude de meu pai.

SARA: Tudo bem. Entendo. Ele deve ser um daqueles escravocratas inconformados com a abolição.

ANTUNES: Vamos ver uma vaga para você com seu Romero e dona Divina.

Na fazenda, Helena e Quirina estão ansiosas com a chegada de Antunes e acabam falando sobre tudo, para o tempo passar rápido.

HELENA: Sabe Quirina já se passaram 25 anos de meu casamento com Fagundes e até hoje não conheci os seus pais, aliás ele não gosta de que toque no assunto.

QUIRINA: Eu já percebi isto também dona Helena. Estou nesta casa a mais de 20 anos e nunca vi o coronel falar de seus pais. Talvez já sejam falecidos e deixaram esta fazenda como herança para ele.

HELENA: Pode ser que seja isto mesmo. Pois quando o conheci e nos casamos ele já morava aqui com os escravos e o feitor Brum. Fagundes nunca quis falar de seu pais.

QUIRINA: Estranho isso né dona Helena.

HELENA: Vamos terminar com esses lanches logo, Fagundes já deve estar chegando com Antunes.

Na carruagem a caminho da fazenda.

FAGUNDES: Sua mãe e Quirina estão ansiosas com sua chegada.

ANTUNES: Também estou com muita saudade delas. Quirina é minha segunda mãe.

FAGUNDES: Mas, filho quem era aquela escrava que estava com você?

ANTUNES: Papai, não existe ninguém nesta condição de escravidão hoje em dia.

FAGUNDES: Pessoas de cor, serão sempre escravas.

ANTUNES: Isso se chama preconceito, racismo. E aquela moça, aquela cidadã, é Sara uma beneficiada com a abolição, que aliás está completando 10 anos. E Sara veio tentar encontrar sua mãe que a alguns anos fora vendida para outro senhor de engenho e a deixou ainda recém nascida na fazenda vendedora. Agora que herdou uma fortuna de seu patrão, teve a oportunidade de vir procurar a mãe.

FAGUNDES: Herdou uma fortuna ou roubou? Que dessa gente podemos esperar de tudo.

ANTUNES: Não é bem assim papai. Tem muitos que se dizem honestos que são impossíveis de se igualarem ao caráter de alguém que foi escravo um dia.

Fagundes não deu apreço à fala do filho e seguiram a viagem.

Na pensão, já está tudo acertado, sobre a estadia de Sara.

DIVINA: A senhorita pode ficar bem a vontade. Eu e meu marido Romero estamos a sua disposição

SARA: Agradeço aos senhores pela recepção. Estou feliz por conhecer pessoas amáveis  como vocês.

ROMERO: A moça veio de Belo Horizonte?

SARA: Sim, seu Romero e tive a sorte de nesta viagem, conhecer um rapaz simpático desta região, que também estava em viagem para cá. Seus pais são proprietários de uma fazenda por aqui. Vocês o Conhece?Ele se chama Antunes, filho do coronel Fagundes e de dona Helena.

DIVINA: Conhecemos sim, mas não temos contato com eles. Somos pobres e o dito coronel não gosta de pobres.

ROMERO: Verdade dona Sara, o coronel tem seu coração endurecido pela ganância, pelo ódio, pelo poder. É um homem muito arrogante.

SARA: Antunes comentou algo sobre o pai dessa natureza. Mas a mãe foi muito bem descrita por ele como uma pessoa doce, amável, educada.

DIVINA: Dizem ser assim mesmo. Só a vimos umas duas vezes depois de casada. Antes ela morava com o irmão Tonico na mercearia, mas casou-se e mudou-se de vez.

ROMERO: Pelo que você ouviu do rapaz sobre seus pais, a quem você acha que ele puxou?

SARA: Ao pai com certeza não foi seu Romero. É um rapaz muito educado. Bom, se preocupa com o próximo. Agora peço licença, preciso descansar um pouco.

Sara se retira para seu quarto e…

ROMERO: Moça simpática, educada, atenciosa.

DIVINA: Você viu o que ela disse sobre Antunes?

ROMERO: Vi sim. Ele não puxou em nada ao pai. Sempre tem uma história onde os filhos não herdam o bom caráter dos pais.

DIVINA: É meu marido, temos experiência sobre o assunto. A vida nos prega cada peça, né?

ROMERO:É mesmo minha linda.O que nós dois já vivemos no passado não foi fácil.

DIVINA: Sobrevivemos, Romero! Sobrevivemos. E estamos vivos para ver ainda mais.

ROMERO: Será que um dia nós teremos paz em nossa alma? Com tanta decepção vivida.

DIVINA: Gostaria muito de abrir a boca e falar para todo mundo. Mas…

Da varanda da fazenda, Helena avista a carruagem que se aproxima.

HELENA: Raimundo, aguarda aí que Fagundes e meu filho estão chegando, assim você conduz a carruagem para ser guardada.Vou avisar Quirina.

RAIMUNDO: Sim senhora dona Helena.

HELENA: (sai chamando por Quirina) Quirina!…Está chegando Quirina. O nosso menino está chegando.

QUIRINA: Amém dona Helena. Rezei muito pra que ele chegasse bem.

HELENA: Venha ,vamos recebe-lo.

Na fazenda do vizinho Pereira, o assunto também é a chegada de Atunes.

PEREIRA: O compadre Fagundes me enviou um mensageiro dizendo que Antunes está chegando pra ficar e nos convida para a gente ir festejar com ele a chegada do filho.

ADELAIDE: Verdade papai? Antunes veio embora?

PEREIRA: Sim minha filha.

ADELAIDE: Agora o senhor já pode falar sobre o nosso casamento, com o coronel.

MARIANA: Que isso minha filha? Estou te achando muito oferecida. Precisa conhecer bem o rapaz.

ADELAIDE: Mamãe, conheço o Antunes! Conheço ele desde quando nascemos.

MARINA: Não desse conhecer minha filha que estou falando. Saber se ele já tem namorada, coisas assim.

PEREIRA: Vamos esperar uns dias minha filha, afinal o rapaz está chegando ainda.

 CONTÍNUA…

 

No próximo capítulo, todos estarão festejando a chegada de Antunes. Julio, filho de Raimundo tenta se aproximar de Adelaide que por sua vez se aproxima de Antunes. Quirina se emociona ao saber notícias de seu irmão José. José reafirma com Tunico seu plano de vingança.

POSTADO POR

Luiz Lisboa

Luiz Lisboa

COMPARTILHAR

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on tumblr
>
Rolar para o topo